Gringos no comando: Atlético e Cruzeiro repetem fato que não acontecia há 66 anos

Paulo Pezzolano e Antonio El Turco Mohamed se enfrentarão no próximo domingo. Fotos: Staff Images e Pedro Souza/Atlético.

24.318 dias. 3474 semanas. 66 anos, seis meses e 30 dias. Estas são as possíveis leituras de um longo intervalo que chegará ao fim no próximo fim de semana, marcando mais um interessante capítulo do clássico mineiro. Na verdade, trata-se de “un clásico minero”.

A língua falada nas áreas técnicas dos mais tradicionais clubes mineiros no próximo fim de semana é o espanhol. Desde 07 de agosto de 1955, Atlético e Cruzeiro não protagonizavam um clássico com dois técnicos estrangeiros no comando.

Em 06 de março de 2022, o Galo receberá a Raposa no Mineirão, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Mineiro, e será o primeiro clássico dos dois recém-chegados treinadores.

Antonio El Turco Mohamed já até conquistou um título pelo Atlético, mas chegou recentemente, está indo para a sua décima partida e quer vencer o clássico para ganhar mais moral. Já Paulo Pezzolano deu início a uma nova parte da história do Cruzeiro – com a SAF gerida por Ronaldo Fenômeno – e os números chamam a atenção: sete vitórias em nove jogos.

O técnico argentino do Galo assumiu a liderança do estadual e conta com o favoritismo. Já o treinador uruguaio da Raposa entende a importância de vencer o rival e sabe que é possível. É necessário falar, em espanhol, que “será un gran partido”.

Há 66 anos…

O clássico do próximo domingo, 06 de março, é bem esperado por se tratar do primeiro jogo entre os grandes rivais após a melhor temporada da história do Atlético e depois do início da “era Ronaldo” no Cruzeiro. Será o primeiro encontro dos times desde abril de 2021, quando a Raposa, com gol de Airton, venceu o Galo. Só que este jogo tem um tempero gringo.

Com um novo momento nas áreas técnicas do futebol brasileiro, os treinadores brasileiros perderam, com razão, espaço, visto os bons trabalhos e a vontade de trabalhar dos estrangeiros. Atlético e Cruzeiro embarcaram nessa ideia em 2022 e irão repetir um fato que não acontecia há 66 anos.

Em 07 de agosto de 1955, o Atlético venceu o Cruzeiro por 2 a 1. Guerino abriu o placar para a equipe azul, mas Murilinho e Tomazinho viraram para o time alvinegro e o Galo ganhou no Independência. O clube atleticano era treinado pelo uruguaio Ricardo Díez, enquanto a Raposa contava com o argentino Filpo Núñez no comando.

Depois de 66 anos, seis meses e 30 dias, ou 3474 semanas ou 24.318 dias, o clássico entre Atlético e Cruzeiro contará com dois treinadores gringos na mesma partida. É necessário destacar que Paulo Pezzolano está suspenso e não estará na área técnica, mas ele treinará a equipe e será representado pelo seu auxiliar que também é estrangeiro.

As curiosidades

O longo intervalo entre os clássicos entre Atlético e Cruzeiro sem dois técnicos estrangeiros chamam a atenção, mas o jogo de 1955 não é a única ocasião que este “feito gringo” aconteceu. No fim da década de 20, no início da rivalidade, o então Palestra Itália – atual Cruzeiro – e o Atlético contavam com técnicos estrangeiros, protagonizando clássicos como o de 2022, ou seja, com gringos no comando.

Outra curiosidade é que recentemente Atlético e Cruzeiro contaram com treinadores estrangeiros no mesmo ano, mas os times não se enfrentaram com ambos no comando. No primeiro clássico de 2016, o uruguaio Diego Aguirre estava no Galo, porém Deivid era o técnico cruzeirense. No jogo seguinte, Marcelo Oliveira já comandava o Atlético, enquanto o português Paulo Bento era o técnico do time azul de BH.

Em meio a tantos números e curiosidades, é necessário, para finalizar, trazer números atualizados do grande clássico de Minas Gerais, principalmente porque existe uma divergência nestes números.

Segundo o Atlético, os clubes já se enfrentaram em 515 oportunidades: 207 vitórias atleticanas, 137 empates e 171 derrotas. Já o Cruzeiro tem outra visão, com menos jogos. Em 497 partidas, o Galo venceu 195 vezes, a Raposa ganhou 169 clássicos e os rivais empataram em 133 oportunidades, segundo o time azul.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gaspar

Você gosta de futebol? Se sim, eu recomendo que você jogue FootballTeam. Este é o gerenciador de futebol online. o jogo é realmente interessante. Criamos o táxi do seu jogador de futebol e orientamos sua carreira. Recomendo jogar porque vale a pena.