“Misto” no interior e titular em BH: Atlético pode perder pontos agora, mas deve ver o resultado no futuro

El Turco Mohamed está aproveitando este início de Mineiro para dosar o cansaço dos titulares e conhecer todo o elenco. Foto: Pedro Souza / Atlético

Por Pedro Bueno

O Atlético apresentou uma clara estratégia nas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro e a tendência é que este planejamento siga até o fim da fase inicial do estadual.

Após a vitória com os titulares no último fim de semana – bateu o URT por 3 a 0 no Independência -, o técnico El Turco Mohamed confirmou que há um plano estabelecido e a equipe vai revezar os atletas .

Ainda na coletiva, o treinador alvinegro confirmou que no sábado um grupo de jogadores havia entrado em campo e quarta-feira, contra o Uberlândia, seria um novo grupo, para que todos cheguem com um bom ritmo no jogo de 20 de fevereiro, primeiro grande compromisso do Galo: a Supercopa do Brasil contra o Flamengo.

Com esta fala do comandante argentino e a divulgação dos jogadores que viajaram para Uberlândia, um fato se torna evidente: o Atlético deve deixar os titulares na capital mineira, a fim de evitar desgaste, enquanto os reservas e jovens da base ganham oportunidades pelo interior de Minas Gerais.

Esta estratégia pode até acarretar pontos perdidos agora, durante o Mineiro, mas o Atlético deve ver o resultado no futuro, na parte final de uma temporada importantíssima.

Os pontos que podem ser perdidos

O Atlético visitou o Villa Nova com um time “misto” e fez uma partida ruim. Obviamente, se tratava do primeiro jogo da temporada e o gramado do Estádio Castor Cifuentes atrapalhou bastante o desempenho do time alvinegro. Mas a atuação foi abaixo do esperado e o Galo arrancou um empate já nos minutos finais.

Foram dois pontos perdidos em Nova Lima, mas recuperados em Belo Horizonte com a presença dos titulares. Até por isso, o Atlético está em terceiro no Campeonato Mineiro e, dificilmente, irá deixar o G-4 do modesto estadual.

A grande questão é que o torcedor atleticano deve ter calma ao julgar estas partidas que o Atlético entra em campo com o time “misto”, visto que é um novo trabalho sendo estabelecido em meio a uma mescla de reforços, jogadores da base e alguns remanescentes do último ano.

Pontos podem ser perdidos em algumas partidas, mas o grande retorno dado por estes jogos tem que ser as atuações de alguns jogadores. Atletas como Ademir, Fábio Gomes, Guilherme Castilho e Vitor Mendes estão tendo as primeiras chances com a camisa alvinegra e tendem a dar o máximo nestas oportunidades.

O possível resultado no futuro

O atleticano talvez irá ficar insatisfeito com alguns tropeços neste início de temporada, mas o resultado poderá vir no momento mais importante do ano.

Ao manter em Belo Horizonte alguns jogadores cruciais como Hulk, jogador que completará 36 anos neste ano, e Nacho Fernández, atleta que se desgasta bastante por causa da sua intensidade, o Atlético está tentando evitar um cansaço desnecessário. Atuando apenas na capital, estes titulares não viajarão nestas primeiras semanas e jogarão somente nos melhores gramados.

A viagem, obviamente, desgasta pelo deslocamento, porém a questão que envolve o gramado chama ainda mais a atenção porque alguns clubes do interior possuem estádios com uma qualidade bem inferior. Este gramado ruim pode acarretar lesões que podem prejudicar o início de temporada do Atlético.

Por isso, uma preparação melhor realizada pode resultar em um bom fim de temporada, visto que os jogadores terão várias partidas decisivas no fim deste ano. Como exemplo, poupar os atletas no Campeonato Mineiro pode dar resultado na reta final do Brasileirão e não há nenhum torcedor que prefira vencer o estadual do que o tricampeonato do torneio nacional.

Titulares no misto

Em meio a lista de relacionados, os nomes de Nathan Silva e Zaracho chamam a atenção. Ambos foram relacionados para todas as três partidas iniciais da temporada e tendem a ser titulares do time alvinegro durante o ano, assim como foram em 2021.

Zaracho foi crucial na estreia do clube mineiro ao dar assistência para Dylan Borrero marcar. Já Nathan Silva foi impecável na primeira partida dos titulares no fim de semana. Os dois jovens jogadores possuem qualidade para serem titulares do Galo, mas a grande questão é que ambos devem ter físico suficiente para aguentar as viagens e as partidas deste início de temporada.

Outra possível razão para a presença destes atletas é algo que vai muito além do nosso conhecimento, mas pode estar próximo de acontecer: uma venda durante o ano. É notório que Nathan Silva e Zaracho são jogadores com um enorme potencial de revenda. Logo, ambos podem ser negociados durante a temporada e as atuações podem servir para expor os jogadores, mesmo sendo no menos badalado Campeonato Mineiro.

Além deles, Arana é outro titular que foi relacionado, mas o seu reserva Dodô reclamou de dores no joelho e ficou na Cidade do Galo se tratando, justificando a possível titularidade do melhor lateral do último Brasileirão frente ao Uberlândia. Quando Dodô estiver liberado, Arana deve ficar junto dos seus principais companheiros em Belo Horizonte.

Em resumo…

Nathan Silva e Zaracho são infiltrados nestas primeiras idas do clube mineiro ao interior. Ambos devem ser titulares em 2022, já que são as melhores opções para as suas respectivas funções. No entanto, El Turco Mohamed conta com a presença deles em duelos que podem dar confiança para outros jogadores.

Os reforços que chegaram nesta temporada e os jovens da base precisam de tempo de jogo e as partidas com o time “misto” servem de “laboratório” para que o treinador argentino conheça melhor todas as suas peças.

A Supercopa do Brasil acontecerá em 20 de fevereiro. O clássico frente ao rival Cruzeiro será apenas em março. A final do Mineiro só em abril. O Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores terão início para o Atlético somente a partir de 06 de abril, ou seja, o Galo poderá usar estas primeiras partidas como testes, pensando no futuro.

O Atlético “misto” pode ajudar o Atlético “titular” com um simples plano de deslocamento, afinal trata-se de apenas um time. Enquanto os mais talentosos descansam e se preparam da forma mais correta para uma temporada intensa, os jovens e as contratações possuem chances de ouro.

Torcedor, para o bem do seu time do coração, apoiem qualquer jogador que esteja vestindo a camisa alvinegra. Todos buscam o mesmo resultado!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments