Cruzeiro | Anos prometendo e não reconstruindo: Ronaldo é a luz no fim do túnel?

Ronaldo já está agindo como gestor do Cruzeiro. Foto: Gustavo Aleixo.

Por Pedro Bueno

A noite de segunda-feira aliviou milhões de cruzeirenses. Por meio de um e-mail para os Sócios 5 Estrelas e uma postagem nas redes sociais, Ronaldo Luís Nazário de Lima confirmou o pagamento de dívidas do Cruzeiro que eram superiores a 20 milhões de reais.

A quitação deste débito era uma missão mais do que necessária para a reconstrução cruzeirense, visto que o time mineiro estava punido pela FIFA desde julho de 2021. O segundo semestre do último ano do clube não contou com nenhuma contratação porque a equipe estava impossibilitada.

O Cruzeiro terminou a Série B na 14ª colocação e passou por uma complexa reconstrução, onde alguns jogadores, a comissão técnica e profissionais do clube saíram. A implementação da SAF e a chegada de Ronaldo, ex-jogador que irá comprar 90% das ações cruzeirenses, mudaram os rumos da equipe e o time aparenta estar mais próximo da sonhada reconstrução. O passo desta última noite deu esperanças para os cruzeirenses.

Ronaldo pagou três dívidas diferentes e fez a sua parte em busca do fim do transfer ban. A FIFA ainda precisa reconhecer os pagamentos para liberar o clube mineiro. Assim que a punição se encerrar, o Cruzeiro poderá inscrever um time completo de reforços.

Depois de anos prometendo e passando bem longe da reconstrução, o cruzeirense se animou com uma boa notícia que indica um futuro melhor. Ronaldo é a luz no fim de um turbulento túnel da Raposa?

O transfer ban

No fim de maio de 2021, o Cruzeiro recebeu uma ordem de pagamento ao Defensor, time uruguaio, em relação à contratação de Giorgian de Arrascaeta. O clube não tinha dinheiro, entendeu que não pagaria e anunciou um pacote de reforços no fim de junho, já que o time seria punido logo após o fim do mês.

A FIFA realmente puniu a Raposa no início de julho e o clube ficou proibido de contratar desde então. A grande curiosidade é que os reforços “emergenciais”, contratados pelo time que ainda era comandado por Mozart Santos, não foram bem e nenhum dos sete jogadores permaneceram para 2022 – veja o pacote de reforços aqui.

Logo, desde então, o Cruzeiro não pôde registrar nenhum novo jogador, porém o clube não estava impossibilitado de anunciar contratações. Mesmo com o transfer ban ativo, a Raposa foi ao mercado, fechou com vários atletas e já até apresentou os seus reforços. No entanto, faltava o pagamento das dívidas.

Com a iminente estreia no Campeonato Mineiro de 2022, a torcida pressionou os novos gestores cruzeirenses e as dívidas foram pagas. O pagamento de mais de 20 milhões de reais foi feito pelo próprio Ronaldo, mas as dívidas são antigas.

Ainda sob comando de Gilvan Pinho Tavares, a Raposa fechou com Giorgian De Arrascaeta, Duvivier Riascos e Rafael Sobis. No entanto, as contratações só foram realmente quitadas após o investimento de Ronaldo.

Com isso, o transfer ban deve chegar ao fim nos próximos dias, mas já é de conhecimento geral que novas punições podem e devem surgir nos próximos meses.

Os reforços

O prognóstico cruzeirense ainda não é bom. Novas punições devem atormentar os torcedores do time azul celeste. O pagamento da dívida referente à contratação de Rodriguinho é uma das possíveis cobranças futuras que podem acarretar novas proibições.

Entretanto, o pensamento atual do cruzeirense deve ser o início da temporada e a possibilidade de ser um ano melhor. Depois de anos prometendo uma tão sonhada reconstrução, o Cruzeiro se mostra minimamente mais organizado e esta mudança já é notável, tendo em vista o caos que estava instaurado dentro do clube mineiro.

Esta organização e o pagamento das dívidas irão proporcionar a inscrição de alguns jogadores. Ainda não é certa a presença destes atletas na estreia do Cruzeiro pelo Campeonato Mineiro na tarde desta quarta-feira, 26, – enfrenta a URT no Independência às 17 horas -, visto que a FIFA ainda tem que liberar o clube da punição para depois a Raposa iniciar as inscrições.

E estas inscrições são necessárias para a estreia, visto que trata-se de um time completo de jogadores. O goleiro Rafael Cabral, os defensores Gabriel Dias, Maicon, Sidnei e Matheus Silva, os meias Willian Oliveira, Pedro Castro, Filipe Machado, Fernando Neto e João Paulo e os atacantes Edu e Waguininho são os atletas que já foram anunciados e aguardam a inscrição para entrar em campo. Já o goleiro Gabriel Brazão e o lateral Matheus Bidu devem ser anunciados nos próximos dias.

Ronaldo Luís Nazário de Lima

É até errado endeusar certas figuras, visto que o ser humano é falho e o futebol traz diversos exemplos. Mas a adoração dos torcedores cruzeirenses em relação à chegada de Ronaldo Luís Nazário de Lima ao comando da equipe vai além do quão grande é o impacto de ter o Fenômeno como dono. A questão que cria uma grande expectativa é porque o Cruzeiro estava, praticamente, abandonado e sem soluções. A diretoria prometeu uma reconstrução nos últimos dois anos, mas o ato de reconstruir não saiu do discurso de Sérgio Santos Rodrigues e companhia.

Ronaldo não é a solução perfeita, até porque o ex-atacante do clube não é tão experiente no cargo e não há uma certeza acerca do seu trabalho. No entanto, trata-se da última luz no fim do túnel. Um longo túnel, na realidade. O torcedor do Cruzeiro, neste momento, está torcendo para a luz não ser um “ônibus” e não acabar de “atropelar” a instituição.

O pagamento do transfer ban já dá muito respaldo para o trabalho de Ronaldo porque o novo gestor cruzeirense decidiu acertar estas dívidas pelo bem do clube que ele pretende comprar. É necessário destacar que Ronaldo apenas assinou um documento que mostra o seu interesse em adquirir os 90% das ações da equipe. O contrato definitivo ainda não foi fechado e o ex-jogador ainda pode desistir.

Porém, a desistência não é uma opção. Ronaldo faz questão de encerrar as suas falas e discursos com a seguinte frase: “Conto com você. Conte comigo”. Além de ser bem honesto sobre o “buraco” em que o Cruzeiro está inserido, Ronaldo faz questão de ressaltar que estará lutando com os torcedores. O ex-atacante ainda chama constantemente a torcida para se tornar sócio, programa que já conta com mais de 27 mil pessoas.

Em resumo…

Ronaldo cumpriu com a sua palavra e fez a sua primeira grande ação como acionista do Cruzeiro, mesmo ainda não tendo comprado as ações do clube de forma definitiva. Ronaldo visualizou a necessidade de quitar este débito e honrou o seu compromisso de estar fechado com esta reconstrução.

No entanto, é necessário destacar que o cruzeirense, certamente, está cansado desta palavra “reconstrução”. Desde o rebaixamento em 2019, todos os gestores que passaram pelo clube prometeram reconstruir, mas a ação ficou apenas na fala. Nada foi reconstruído.

Até por esta repetição da palavra, muitos cruzeirenses não acreditam em uma reconstrução com Ronaldo e com a SAF, até porque este modelo de gestão ainda tem algumas brechas perigosas. Porém, trata-se da última luz no fim do túnel.

A esperança do torcedor é que esta luz seja a volta à elite do futebol brasileiro e não um “ônibus” que acabe atropelando, de vez, a equipe azul celeste.

A SAF e a chegada de Ronaldo não promoverão milagres, porém é a última cartada do Cruzeiro. O fim de uma instituição tão bela esteve mais próximo do que todos imaginaram. É hora de ressurgir.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Artur

Sou galo doido. Precisamos do cruzeiro para manter Minas grande no futebol mas do jeito que as coisas caminham, esta mais para o cruzeiro participar da copa da Itatiaia, infelizmente

Roni Fragoso

É sério? Cruzeiro na copa Itatiaia? Por mais que vcs atleticanos torçam contra, o Cruzeiro finalmente irá se reerguer. Não temos bilionários pra injetar grana no time, mas temos história e torcida. Tanto é que se não fosse isto o Ronaldo podia ter comprado o Botafogo e ficar quietinho lá no RJ. Mas optou investir aqui, no clube que o revelou. Se vai ficar mais rico, bom pra ele. O que sei é que não teremos mais o dissabor de conviver com ignóbeis como Sergio Santos Rodrigue, Wagner Pires, Gilvan e tantos outros. Obrigado Ronaldo. Conte conosco!

Atleticano CCDC

O time do cara foi vendido pra um ex-jogador que até outro dia não estava nem aí pro clube e ele vem falar que não precisa de bilionários injetando dinheiro hahahahaha. Não fosse a lei do calote/SAF, essa porcaria já teria fechado as portas.