Despedidas de Ariel, Sobis e 2021: com Mineirão cheio, Cruzeiro e Náutico se enfrentam

Sobis sendo levantado pelos companheiros no último jogo em casa. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O fim sempre marca as pessoas. Finais de ciclos chamam a atenção porque aquele ato não se repetirá. Rafael Sobis, nome marcante do Cruzeiro no bicampeonato da Copa do Brasil e que retornou para ser protagonista na Série B de 2020, irá se aposentar nesta noite. Já Ariel Cabral deixará a Raposa após seis anos no clube mineiro e também irá vestir o manto azul celeste pela última vez – alcançará a incrível marca de 200 jogos nesta noite.

Além destas duas despedidas, a Raposa irá se despedir desta temporada, mas 2021 não deixará saudades. Depois de uma eliminação vexatória na Copa do Brasil, uma queda para o América no estadual e mais um desastre na segunda divisão do Brasileirão, o cruzeirense realmente quer que a temporada chegue ao fim. No entanto, para este último jogo da temporada, a torcida fez questão de estar presente e comprou mais de 57 mil ingressos, ou seja, será possível ver um show da torcida azul celeste em um Mineirão cheio na última partida do ano.

Nesta quinta-feira, 25 de novembro, às 20 horas, o Cruzeiro enfrenta o Náutico no Gigante da Pampulha, em Belo Horizonte. A partida desta noite será válida pela 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, ou seja, as duas equipes encerrarão a sua participação na segunda divisão de 2021. O jogo contará com transmissão do SporTV e Premiere.

A despedida de Ariel

Há 2304 dias, precisamente em 05 de agosto de 2015, Alejandro Ariel Cabral foi contratado junto do Vélez Sarsfield, equipe argentina, e, desde então, é jogador do Cruzeiro. Com o manto azul celeste, o volante de 34 anos fez 199 jogos e se tornou o estrangeiro com mais partidas pela história da Raposa, deixando alguns nomes marcantes, como Giorgian de Arrascaeta, para trás.

Logo, a partida desta noite irá deixar as contas “redondas”, visto que Ariel completará 200 jogos pelo Cruzeiro frente a quase 60 mil cruzeirenses. Pela equipe mineira, o argentino foi bicampeão da Copa do Brasil (2017 e 2018) e do Mineiro (2018 e 2019). As temporadas de 2016 e 2018 foram mais marcantes para o atleta: foram 48 jogos pelo Cruzeiro em 2016 e 41 partidas em 2018.

Mesmo com o rebaixamento e a grave crise financeira, Ariel Cabral quis permanecer no Cruzeiro em 2020 e até renovou o contrato por mais um ano, prorrogando até o fim de 2021. No entanto, as críticas em cima do volante estavam pesadas e o Cruzeiro resolveu emprestar Ariel ao Goiás na última temporada. Mesmo assim, Cabral retornou em 2021 e está indo para a 12ª partida no ano. Um jogador que não foi unanimidade, mas um atleta que sempre honrou as cinco estrelas. Ariel Cabral fez história!

A despedida de Rafael Sobis

O tio Sobis é um jogador especial. Um atleta multicampeão que deixou o futebol mexicano, onde recebia muito bem, com 31 anos para vir para o Cruzeiro em junho de 2016. Depois de levantar mais taças, Rafael Sobis deixou Minas Gerais e foi vestir outras camisas no futebol brasileiro. No entanto, após ver a desordem que tomou conta do Cruzeiro em 2020, o atacante retornou a Belo Horizonte, foi o artilheiro do time na temporada passada e, junto de Felipão, Fábio e Manoel, foram os responsáveis pela permanência da Raposa na Série B de 2020.

Com todas estas façanhas, Sobis já estava credenciado a ser um jogador marcante. Porém o atacante foi além e se tornou um dos grandes ídolos da torcida azul celeste na década, visto que jogou muito dentro de campo e também defendeu as cores da equipe fora das quatro linhas, principalmente provocando o rival Atlético. Indo para o seu 177º jogo com a camisa cruzeirense, Rafael Sobis já está marcado na história: foram duas taças da Copa do Brasil, um estadual e muita representatividade.

Uma linda história que se confunde com o Cruzeiro dos últimos anos. Rafael Sobis esteve presente nos melhores e nos piores momentos. Nesta atual temporada, o camisa 10 não teve boas atuações e, aparentemente, entendeu que não estava bem, visto que aceitou ser reserva de jogadores que não possuem muita fama. O atacante que marcou 37 gols pela Raposa, incluindo uma “pintura” do meio do campo frente ao Brasil de Pelotas em 2020, já havia anunciado que iria se aposentar e esta última partida servirá como uma merecida despedida para o atacante. Aplaudam Rafael Sobis, ele merece!

O Mineirão cheio

A última partida da temporada de 2021 ficará marcada pela despedida de Ariel Cabral e Rafael Sobis, obviamente, porém algo marcante acontecerá no Gigante da Pampulha nesta noite. Mesmo sendo uma partida insignificante na classificação da Série B e um jogo que finalizará um ano desastroso da história cruzeirense, a torcida fez questão de comparecer e irá lotar o Mineirão.

Com mais de 57 mil ingressos já comercializados, o Cruzeiro contará com um apoio intenso dos apaixonados torcedores. Vale destacar que os ingressos tiveram um preço acessível e a diretoria cruzeirense tem razão, pois é importante popularizar o acesso aos jogos da equipe, principalmente no pior momento da história da Raposa.

A Nação Azul comparecerá e o Cruzeiro será empurrado contra um time misto do Náutico. O resultado não importará tanto, já que o recado que os torcedores desejam passar é: em meio à crise, eles permanecem ao lado da instituição. Talvez este recado sirva para um melhor planejamento para o terceiro ano seguido do time mineiro na segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

O jogo e as escalações

Existe todo um contexto especial para uma partida que não vale quase nada no âmbito esportivo. Cruzeiro e Náutico estão no meio de tabela e não disputam o acesso, assim como não correm o risco de rebaixamento. Por isso, os três pontos não são tão importantes. A Raposa tem 47 pontos, está em 13º e pode terminar o Brasileirão até na nona posição, caso vença e os adversários percam.

Dentro de campo, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve dar oportunidade para Rafael Sobis e Ariel Cabral se despedirem dos torcedores. O atacante tende a ser titular, já que substituirá o suspenso Thiago, enquanto a utilização do volante ainda é dúvida. Luxa também não contará com Bruno José, Matheus Pereira e Vitor Leque, atletas que possivelmente seriam titulares nas pontas.

Provável escalação: Fábio; Rômulo, Eduardo Brock, Léo Santos e Jean Victor; Ariel Cabral (Lucas Ventura), Adriano e Giovanni Piccolomo; Wellington Nem, Rafael Sobis e Felipe Augusto (Marcelo Moreno). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Já o Náutico, equipe que tem 52 pontos e dificilmente deixará a oitava posição da Série B, entrará em campo com um time misto. O técnico Hélio dos Anjos até concedeu férias antecipadas para alguns dos seus principais jogadores e entrará em campo nesta noite para cumprir tabela.

Provável escalação: Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Carlão e Júnior Tavares; Djavan, Luiz Henrique e Juninho Carpina; Thássio, Álvaro e Giovanny. Técnico: Hélio dos Anjos.

Cruzeiro x Vila Nova

38ª rodada do Brasileirão Série B de 2021
25/11/2021, 20:00 horas, Mineirão
Transmissão: SporTV e Premiere
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments