Futebol Nacional

Garantido na B, Cruzeiro ainda tem um objetivo: ver quais atletas serão aproveitados em 2022

Acabou o risco. Finalmente, o torcedor do Cruzeiro respirou aliviado. Depois de alguns jogos da 37ª rodada, o time mineiro viu que não será rebaixado para a Série C de 2022, ou seja, a Raposa permanecerá na Série B. Por causa da incômoda luta pela permanência nestas últimas partidas, esta notícia é o primeiro passo para uma necessária e urgente reformulação.

O Cruzeiro possui 47 pontos em 37 jogos e está na 13ª posição, apenas dois pontos atrás do nono colocado, Vasco, mas só dois tentos à frente do 15º, Operário. A equipe ficará mais uma temporada na segunda divisão porque fez um planejamento terrível e não alcançou a primeira parte da tabela em 2021.

Por causa de mais um ano assustador, o Cruzeiro Esporte Clube urge por melhorias e a reformulação do elenco é o primeiro passo. Vários jogadores se mostraram abaixo do nível da própria Série B e é importante pensar em evoluir, visto que, em duas temporadas, a Raposa ainda não competiu pelo acesso à primeira divisão.

Logo, nesta rodada final – onde enfrentará o Náutico, em casa, com o apoio da torcida, na próxima quinta-feira, 25 -, o Cruzeiro ainda possui um objetivo: ver quais atletas serão aproveitados em 2022. Veja a lista de jogadores por posição e a situação deles.

Goleiros

A própria meta é a única posição unânime dentro do Cruzeiro. Mesmo com 41 anos, Fábio renovou e permanecerá por mais um ano na equipe onde ele já fez história.

A grande questão desta posição é já preparar um substituto para o arqueiro, visto que Denivys, Lucas França e Vinícius são jogadores ainda inexperientes. Dentre estes arqueiros, apenas Lucas França, atleta de 25 anos, já fez partidas como profissional: são oito jogos pela Raposa, sendo duas partidas nesta temporada. Logo, dar confiança e possibilitar que Fábio vá, aos poucos, “passando o bastão” para um destes atletas é muito importante em 2022.

Laterais

Nas alas, o Cruzeiro teve vários problemas em 2021, mas as melhores opções tendem a permanecer para o próximo ano: Matheus Pereira e Rômulo se mostraram como bons nomes para as laterais.

Na direita, Raúl Cáceres era titular absoluto, mas caiu de rendimento, deixando a titularidade para Rômulo, e a sua permanência não é certa. Já Norberto tem contrato apenas até este fim de 2021 e pode não permanecer, visto que não apresentou um bom futebol com a camisa azul celeste. Já na esquerda, Jean Victor e Felipe Augusto foram as opções neste fim de temporada, mas ambos desagradaram a torcida e podem deixar o Cruzeiro, visto que os contratos também se encerram neste fim de ano.

Como possibilidades para o elenco de 2022, ainda mais estando sob comando de Vanderlei Luxemburgo, treinador que utiliza bastante a base, o Cruzeiro tem Geovane e Kaiki, atletas que estrearam como profissional neste ano, porém não seguiram como opção. Eles podem ganhar mais chances na próxima temporada.

Zagueiros

Esta é a posição mais discutível do Cruzeiro. O time mineiro não contou com nenhuma dupla de zaga confiável desde a saída de Manoel e algumas contratações para o setor defensivo são urgentes.

Eduardo Brock e Ramon foram os zagueiros que mais atuaram, porém são constantemente criticados pela torcida. No entanto, é possível ver ambos como opção no banco em 2022 – Brock tem contrato apenas até abril e pode conseguir uma renovação.

Léo Santos e Rhodolfo jogaram menos por limitação técnica e física, respectivamente. Estes defensores são bem altos, mas não conseguiram se impor frente aos adversários, isto é, não fizeram boas partidas e podem sair, já que os contratos terminam no fim de 2021. Um atleta cuja saída é quase certa é Joseph: ele fez seis jogos pelo Cruzeiro, sendo o atleta mais contestado pela nação azul, e o seu empréstimo junto ao Capivariano-SP também termina em dezembro.

No entanto, em meio às prováveis saídas, duas crias da base podem ganhar novas chances. Paulo e Weverton foram até titulares no início de 2021, porém “desapareceram” no segundo semestre e a participação dos jovens defensores sequer foi especulada. Sendo assim, ambos podem ganhar mais oportunidades em 2022.

Meias

Iniciando pela parte mais defensiva do meio, é possível destacar que o Cruzeiro encontrou uma boa dupla de volantes recentemente. Adriano e Lucas Ventura, duas crias da base da Raposa, se consolidaram à frente da zaga e devem permanecer. Os jovens possuem qualidade para serem mantidos no time titular.

Dentre os outros quatro volantes – Rômulo foi contabilizado como lateral -, apenas um tem mais tempo de contrato. Matheus Neris assinou até o fim de 2022, mas não entra em campo desde agosto e a sua permanência é uma incógnita. Já Ariel Cabral já comunicou que irá deixar o Cruzeiro, Henrique não jogou em 2021 e Flávio deve retornar ao América, seu clube de origem. Estes três possuem contrato até o fim desta temporada.

De forma mais avançada, mas ainda na “meiuca”, o Cruzeiro contou com Giovanni Piccolomo como o grande armador do time neste fim de ano. O camisa 28 fez boas partidas e é o artilheiro do clube na Série B. Giovanni tem contrato até o fim de 2021, porém a diretoria deve ter a intenção de renovar, visto que é um jogador que está se entregando dentro de campo.

As outras opções para o meio-campo são Claudinho, Marcinho e Marco Antônio. Claudinho ainda não mostrou o seu talento, mesmo com 41 partidas pela Raposa, e ainda está devendo. Já Marcinho é um jogador habilidoso, mas fez poucas partidas com Luxemburgo e pode permanecer até abril de 2022, mês que seu contrato expira. Por fim, o jovem Marco Antônio, cria da base cruzeirense, deve ganhar mais espaço na temporada seguinte, já que demonstrou habilidade suficiente para ser uma boa opção.

Atacantes

Para finalizar, o setor ofensivo é o mais criticado, já que, mesmo saindo em julho, o volante Matheus Barbosa é o artilheiro do Cruzeiro na temporada, ou seja, os atacantes não conseguiram marcar mais do que seis gols no ano.

Entretanto, nesta reta final de temporada, jovens jogadores se acertaram e devem ser opções em 2022. Bruno José, Thiago e Vitor Leque aproveitaram as chances e tiveram um desempenho aceitável, o qual credencia eles para permanecer em 2022. Já Marcelo Moreno é uma boa opção, mas passa muito tempo defendendo a Seleção Boliviana e também não apresentou um futebol semelhante à sua história no Cruzeiro.

Em meio aos atacantes, quatro jogadores – e também o lateral e ponta Felipe Augusto – possuem contrato até o fim de 2021, mas um já definiu a aposentadoria. Rafael Sobis não irá permanecer e se despedirá dos cruzeirenses na próxima quinta-feira. Já Dudu e Keké devem retornar aos seus times de origem porque não jogaram bem pelo Cruzeiro. Por fim destes que estão com a permanência pendente por causa de contrato, o titular Wellington Nem ainda não possui contrato para jogar em 2022. A tendência é que haja renovação do vínculo.

Por fim, Vitor Roque e Zé Eduardo são jovens que poderão ganhar mais oportunidades na próxima temporada.

Redação Bola pra Frente

Ver Comentários

  • Com toda certeza o elenco será no mesmo nível, ou até pior, simples não tem dinheiro pra nada, o clube acabou, deveria fechar as portas.

Posts Recentes

Maicon, Manoel e Willian Bigode: veja números dos possíveis reforços do Cruzeiro

Três atletas experientes - e que já atuaram pelo Cruzeiro - foram os nomes mais…

24 minutos atrás

Reinaldo e Hulk | Não “deixaram” o rei conquistar, mas o herói buscou o Brasileirão

Por Pedro Bueno O atleticano não imaginava que uma ligação tão intensa seria criada em…

24 horas atrás

A massa vai festejar! Atlético vence Fluminense por 2 a 1 e o bi do Brasileirão é iminente

Alguns já soltaram o grito. Outros, aguardando a matemática, ainda estão esperando o momento certo…

2 dias atrás

Para ficar muito próximo do título, Atlético enfrenta o Fluminense no Mineirão

O torcedor atleticano sabe. Todos os outros amantes do futebol brasileiro também sabem. Porém, falta…

2 dias atrás

Ir à Libertadores? Veja os resultados que o América precisa na reta final do Brasileirão

No início da campanha do Coelho na Série A de 2021, nem o mais otimista…

3 dias atrás

O 2021 do Cruzeiro: não passou de 11º, o artilheiro do ano saiu em julho e houve um excesso de empates

Após empatar sem gols com o Náutico, a temporada cruzeirense chegou ao fim, aliviando vários…

4 dias atrás

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!