Ademir, Castilho e Vitor Mendes: os ótimos números dos “reforços” do Galo para 2022

Guilherme Castilho atuando pelo Juventude. Foto: Fernando Alves/EC Juventude

O final de semana não terá grandes emoções para o torcedor alvinegro porque o Atlético não entra em campo. Por causa de uma necessária alteração no calendário, a partida entre Bahia e Galo foi remanejada para o dia 02 de dezembro, ou seja, o atleticano só verá o seu time em campo na próxima terça-feira, 16, contra o Athletico-PR. Mesmo assim, o torcedor tem duas missões neste fim de semana.

Obviamente, o objetivo mais claro para os torcedores é “secar” os adversários diretos. Palmeiras e Flamengo entram em campo no domingo contra Fluminense e São Paulo, respectivamente, e, para se aproximar ainda mais do título, o Galo quer que os rivais não vençam.

Além desta clara motivação para este fim de semana, o atleticano poderá observar os seus “reforços” em campo. Guilherme Castilho e Vitor Mendes estão emprestados ao Juventude e são titulares absolutos da equipe gaúcha. Ambos possuem contrato apenas até o fim deste ano com o Ju e retornarão ao Atlético. Já Ademir é atleta do América, porém já possui um acordo com o Galo para se apresentar em 2022.

Com isso, a partida do América frente ao Grêmio neste sábado e o duelo do Juventude com a Chape no domingo podem ser uma boa oportunidade para os atleticanos observarem os seus “reforços” para 2022. E vale destacar: eles possuem ótimos números na atual temporada.

Ademir

O mais conhecido dos “reforços” atleticanos para a próxima temporada é também o mais experiente. Com 26 anos, Ademir encerrará o seu contrato com o América e irá assinar com o Atlético, segundo vários jornalistas conceituados. Os clubes ainda não anunciaram, no entanto o “Fumacinha” será mais um jogador do clube alvinegro na próxima temporada.

Dentro de campo, Ademir vive o seu melhor momento no ano. Demonstrando muito profissionalismo, o camisa 10 do Coelho é o grande responsável pela arrancada do clube mineiro no segundo turno. E a tendência é que este bom desempenho recente decrete a permanência americana na Série A. A título de exemplo, Ademir participou de sete gols nas últimas nove partidas, isto é, o camisa 10 participou de metade dos 14 gols feitos pelo time mineiro neste intervalo.

Além desta influência nas jogadas que colocam a bola na rede, o atacante americano se destaca pelos dribles e passes decisivos, como mostra esta postagem do SofaScore ainda no início do mês de novembro. Como um tradicional ponta-direita canhoto, Ademir leva da direita para o meio, tem muita facilidade para “entortar” a zaga adversária e é um jogador que desequilibra. Os atleticanos tendem a ficar bem empolgados com o reforço na próxima temporada.

Guilherme Castilho

Um jogador que já se mostra pronto para alçar voos maiores na elite do futebol brasileiro. O destaque do Juventude, Guilherme Castilho, está fazendo mais uma ótima temporada e o Atlético foi, novamente, muito inteligente ao emprestar o atleta. Em 2020, ele fez uma ótima Série B pelo Confiança. Neste ano, Castilho é o grande nome do Ju e chama a atenção por quão completo o meio-campista de 22 anos é.

Segundo a imprensa argentina, Matías Zaracho é um todo-campista, visto que realiza qualquer posição no meio. Mesmo com um estilo com maior cadência, Castilho também pode ser definido como um todo-campista, já que realiza qualquer posição no meio-campo. Ele marca, ele arma o jogo e ele infiltra. No entanto, a grande característica do meio-campo emprestado pelo Galo é a forma que ele bate na bola. Cobrador oficial do Juventude, Castilho já deu algumas assistências em cobranças de bola parada e marcou um belo gol de falta frente ao Palmeiras – sim, contra o ótimo goleiro Weverton.

Como destacado pelo SofaScore recentemente, Castilho é o grande destaque do Juventude em várias estatísticas. São quatro assistências, quase 40 passes decisivos e sete chances criadas, ou seja, além de um ótimo batedor de falta, o meia também é um grande organizador de jogadas. Além disso, o leitor pode observar o mapa de calor dele: Guilherme Castilho está em todos os lugares. Por isso, mesmo encontrando uma dura concorrência, 2022 tende a ser o primeiro ano de Castilho atuando com o manto atleticano e a torcida tem motivos para se empolgar.

Vitor Mendes

“O menos badalado dos três reforços” do Atlético é Vitor Mendes, zagueiro titular absoluto do Juventude durante todo o Brasileirão. O defensor está na base do Galo desde 2018, foi emprestado ao Guarani em 2020, onde fez uma boa Série B, e, assim como Castilho, a ida para o time gaúcho na Série A fez muito bem ao atleta. No Juventude, Vitor é o defensor mais consistente e é titular desde o início do torneio. Mais um empréstimo certeiro, visto que o jovem de 22 anos se desenvolveu na elite do futebol brasileiro.

O grande ponto positivo da temporada de Vitor Mendes no Juventude é a sua regularidade. O zagueiro esteve em campo em 27 dos 30 jogos do time interior do Rio Grande do Sul neste Brasileirão e foi substituído apenas duas vezes – ambas as mudanças foram feitas nos minutos finais. E é importante destacar que estas três ausências foram acarretadas pelo acúmulo de cartões amarelos do defensor, ou seja, o jogador só ficou fora do time titular quando não podia jogar. Portanto, Vitor Mendes é uma peça imprescindível do Juventude.

Mapa de calor de Vitor Mendes. Fonte: SofaScore.com

Outro importante talento de Vitor Mendes é a polivalência. Pelo Guarani, em 2020, o atleta atuou como zagueiro pela esquerda, mas, em 2021, ele está atuando pela direita, ou seja, “concorrerá” com Nathan Silva e Igor Rabello no Atlético. Mesmo assim, nesta temporada, Vitor chegou a jogar pela esquerda e centralizado, em uma linha de três defensores. Logo, Vitor consegue atuar em todas as posições defensivas. Esta é uma importante característica para se destacar no forte elenco atleticano em 2022.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments