Buscando a sua terceira final nas últimas oito edições da Copa do Brasil, Atlético enfrenta o “algoz” Fortaleza em MG

Foto: Pedro Souza / Atlético

Uma noite com uma disputa de semifinal de uma competição tão importante como a Copa do Brasil nunca é uma noite normal. A tensão, o nervosismo e a ansiedade pairam Belo Horizonte, visto que o Clube Atlético Mineiro pode dar um grande passo nesta noite rumo à decisão do torneio nacional. No entanto, a equipe mineira enfrentará a grande surpresa do futebol brasileiro na temporada e o único time que venceu o Galo em casa em 2021. O Fortaleza derrotou o time alvinegro no Mineirão na primeira rodada do Brasileirão e quer fazer história no Gigante da Pampulha novamente, mas, desta vez, em uma disputa de mata-mata.

Nesta noite de quarta-feira, 20 de outubro, às 21:30, ou seja, no horário nobre da televisão brasileira, o Atlético enfrenta o Fortaleza no MIneirão. O jogo é válido pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil de 2021 e terá transmissão da Globo (MG e CE), SporTV 2 e Premiere. A outra semifinal, a qual será disputada entre Flamengo e Athletico-PR, também acontecerá no mesmo horário, ou seja, de forma simultânea.

Vale ressaltar que a partida de volta acontecerá na próxima quarta-feira, dia 27 de outubro, no mesmo horário. Além disso, a Copa do Brasil não utiliza mais os gols feitos fora de casa como critério de desempate.

Buscando a terceira final em oito edições

A partida desta noite é crucial por vários fatores: no âmbito esportivo, o time quer jogar a final, enquanto financeiramente garante, no mínimo, mais 23 milhões de reais. Porém, o histórico recente do Atlético na semifinal da competição é o principal fator que anima os torcedores.

O time chegou a duas semifinais no início do milênio – 2000 e 2002 -, mas não passou de fase. Depois disso, nas duas oportunidades que foi semifinalista – 2014 e 2016 -, o Galo foi à decisão, ou seja, são quatro participações e duas classificações. Logo, 50% de chances, mesma porcentagem de chances baseada na história caso o Atlético seja finalista, visto que o time mineiro foi campeão em uma das duas finais que disputou.

A grande curiosidade é que o problema atleticano na competição é justamente as quartas de final, fase que o clube alvinegro eliminou o Fluminense. Em 32 edições já concluídas de Copa do Brasil, o Galo disputou 31 vezes e foi eliminado nas semifinais em 12 oportunidades, ou seja, quase 40% das participações terminaram apenas entre os oito melhores times.

Depois de eliminar Remo, Bahia e Fluminense, o Atlético quer alcançar a final para mostrar que está realmente forte. Esta seria a terceira final da sua história e, curiosamente, a terceira em um curto intervalo, menor que sete anos, já que o time foi campeão em 2014 e vice em 2016.

Até qual fase o Atlético foi na Copa do Brasil (1989 – 2021)

  • 2ª fase: 1999, 2001, 2004, 2011, 2020;
  • Oitavas de final: 1991, 1992, 1996, 1997, 1998, 2009, 2012, 2013, 2015, 2018;
  • Quartas de final: 1989, 1990, 1994, 1995, 2003, 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2017, 2019;
  • Semifinal: 2000, 2002, 2021;
  • Final: 2014, 2016;

Os números e o momento

Enquanto o Atlético busca a sua terceira final em um curto espaço de tempo, o Fortaleza já fez história, visto que nunca havia alcançado a semifinal do torneio. E os atleticanos já esperam dificuldades nesta partida, visto que o Leão do Pici surpreendeu o clube alvinegro no início desta temporada.

São 29 partidas nesta temporada em casa e só uma derrota. São 37 jogos desde o fim de 2020 como mandante e apenas uma derrota. Estes números evidenciam quão algoz é o Fortaleza: em 30 de maio, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o time cearense surpreendeu o rival, venceu de virada por 2 a 1 e mostrou que faria uma ótima temporada – e está fazendo. O grande objetivo atleticano é bloquear qualquer tentativa de Yago Pikachu – autor dos dois gols nesta partida – e repetir a atuação de 12 de setembro, quando o Galo venceu o Fortaleza por 2 a 0 no Castelão.

E para provar que o jogo da semifinal da Copa do Brasil tende a ser muito qualificado, é possível destacar as posições ocupadas pelos clubes na classificação do Brasileirão. O Atlético é o líder com 56 pontos, mas tropeçou na última rodada contra o Atlético-GO. Já o Fortaleza é o terceiro colocado com 45 pontos e venceu as últimas duas partidas do Brasileirão – contra Grêmio e Chapecoense. Um dado interessante do Leão do Pici é que o time não empatou nenhuma das últimas dez partidas.

O Atlético é favorito pela qualidade dos seus jogadores, mas o retrospecto indica um equilíbrio inacreditável. Em 14 duelos, o Galo e o Fortaleza ganharam seis vezes cada e houve dois empates, ou seja, os times estão empatados na história. Pela Copa do Brasil, os rivais desta noite se enfrentaram em 2006: em BH, o Leão venceu por 2 a 0, mas o Galo se recuperou com um 3 a 1 em CE e se classificou pelo gol fora de casa, critério desempate que era usado na época.

As escalações

Todos os torcedores já sabem que o clube conta com uma ausência certa na Copa do Brasil: autor de dois gols nas últimas duas partidas, Nathan Silva já jogou o torneio pelo Atlético-GO e será substituído por Igor Rabello ou Réver. Na lateral-direita, Mariano deve seguir fora, com Guga como titular. No meio, Jair retoma a vaga de titular após descansar no último jogo.

As grandes novidades alvinegras estão na parte ofensiva. Diego Costa, Savarino e Vargas treinaram normalmente e estão liberados pelo departamento médico. Obviamente, Cuca deve ter calma para escalar qualquer um deles, mas já são reforços importantes para, pelo menos, ficar no banco.

Provável escalação: Everson; Guga, Igor Rabello (Réver), Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair, Nacho Fernández e Zaracho; Hulk e Keno (Sasha) Técnico: Cuca.

Assim como Cuca não pode contar com Nathan Silva, o ótimo treinador Juan Pablo Vojvoda não terá Marcelo Benevenuto e Lucas Lima, jogadores que sequer foram inscritos. Além destes dois atletas, o único desfalque do Fortaleza é o suspenso David, visto que o time não tem baixas no departamento médico. Logo, Vojvoda deve optar por Romarinho na vaga de David, seguindo com o seu tradicional 3-5-2.

Provável escalação: Felipe Alves; Tinga, Titi e Matheus Jussa; Yago Pikachu, Éderson, Felipe, Matheus Vargas e Lucas Crispim; Romarinho e Robson. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Atlético x Fortaleza

1ª partida da semifinal da Copa do Brasil de 2021
20/10/2021, 21:30 horas, Mineirão
Transmissão: Globo (MG e CE), SporTV 2 e Premiere
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Afonso Lemos

A frangota é fraquinha, fraquinha. Foi apenas a duas finais de Copa do Brasil e agora, talvez, talvez, talvez, vá à terceira. O Cabuloso tem que virar empresa para voltar a surrar a galinha e mostrar o que é ganhar campeonatos.

Muel

sheik você treme.