Futebol Nacional

Atleticanos, calculadora na mão: quantas vitórias o Galo precisa para ser campeão do Brasileirão?

A ansiedade já está tomando conta dos atleticanos e dos flamenguistas. Os últimos dias ficaram marcados por discussões extracampo acerca da arbitragem, onde os dois times reclamaram bastante, porém, voltando a falar do esporte em si, praticado dentro de campo, é importante destacar algumas contas que alguns torcedores já fazem, visto que o Brasileirão está se encaminhando à reta final.

Atualmente, antes do início da 27ª rodada, o Atlético é líder do Campeonato Brasileiro com uma vantagem considerável. O Galo conquistou 56 pontos em 25 jogos, enquanto o Flamengo, equipe que está na segunda posição, tem 45 tentos em 23 partidas, ou seja, existe uma vantagem atleticana de 11 pontos, mas o clube carioca possui dois jogos a menos.

Até por causa deste momento na classificação, a rivalidade entre Atlético e Flamengo aflorou na última semana. Com disputas históricas, estes dois times possuem uma das maiores rivalidades interestaduais e, dificilmente, o Brasileirão sairá das mãos destes times. O Palmeiras, equipe que também investiu bastante, tropeçou e está em quinto. O terceiro colocado atualmente é o Fortaleza, com 42 pontos em 26 jogos, mas a equipe cearense está concentrada na vaga para a Libertadores de 2022, visto que é a realidade do ótimo time de Vojvoda.

Por isso, o título do Brasileirão de 2021 tende a ficar entre Atlético e Flamengo. Uma rivalidade gigante que decidirá o torneio. Por isso, os torcedores estão com a calculadora na mão. Veja algumas contas e quantas vitórias o Galo precisa para ser campeão!

O futebol

Antes de iniciar qualquer análise numérica, é necessário afirmar que estas contas são apenas números que se baseiam em estatísticas históricas e da atual temporada. Obviamente, Atlético ou Flamengo podem tropeçar de forma consecutiva no Campeonato Brasileiro e ficarem fora até das duas primeiras posições. Porém, pelo poder dos clubes e pela regularidade, a tendência é que os times disputem a ponta do torneio até o fim.

Obviamente, se o Fortaleza vencer todas as 12 partidas restantes, o time cearense chegará muito forte na briga pelo título, mas, ao analisar os números recentes, se faz necessário destacar a briga entre Galo e Flamengo. O futebol não é uma ciência exata. Estas contas são expectativas baseadas em números e não conclusões sobre o futuro.

Questão histórica

Iniciando as contas, é importante ressaltar a questão histórica. O Brasileirão é disputado com 20 times desde 2006 e, por causa disso, a análise trará a pontuação alcançada pelos clubes que foram campeões e vices após as 38 partidas disputadas.

  • 2006 | Campeão: São Paulo com 78 pontos | Vice: Internacional com 69 pontos;
  • 2007 | Campeão: São Paulo com 77 pontos | Vice: Santos com 62 pontos;
  • 2008 | Campeão: São Paulo com 75 pontos | Vice: Grêmio com 72 pontos;
  • 2009 | Campeão: Flamengo com 67 pontos | Vice: Internacional com 65 pontos;
  • 2010 | Campeão: Fluminense com 71 pontos | Vice: Cruzeiro com 69 pontos;
  • 2011 | Campeão: Corinthians com 71 pontos | Vice: Vasco com 69 pontos;
  • 2012 | Campeão: Fluminense com 77 pontos | Vice: Atlético com 72 pontos;
  • 2013 | Campeão: Cruzeiro com 76 pontos | Vice: Grêmio com 65 pontos;
  • 2014 | Campeão: Cruzeiro com 80 pontos | Vice: São Paulo com 70 pontos;
  • 2015 | Campeão: Corinthians com 81 pontos | Vice: Atlético com 69 pontos;
  • 2016 | Campeão: Palmeiras com 80 pontos | Vice: Santos com 71 pontos;
  • 2017 | Campeão: Corinthians com 72 pontos | Vice: Palmeiras com 63 pontos;
  • 2018 | Campeão: Palmeiras com 80 pontos | Vice: Flamengo com 72 pontos;
  • 2019 | Campeão: Flamengo com 90 pontos | Vice: Santos com 74 pontos;
  • 2020 | Campeão: Flamengo com 71 pontos | Vice: Internacional com 70 pontos;

Como é possível notar acima, o Flamengo se destaca por duas campanhas distintas: foi campeão com mais pontos – incríveis 90 tentos em 2019 – e com menos – apenas 67 em 2009. Já que os aproveitamentos de Atlético e Flamengo são bons, a tendência é que haja uma alta pontuação nesta temporada, se diferenciando da estranha campanha flamenguista em 2009.

Pontuação média

A pontuação média para ser campeão é de 76,4 pontos, ou seja, um número mágico para se ter na cabeça são os 76 pontos, ainda mais levando em conta que nenhum vice passou dos 74 pontos. Em 2019, o Santos de Sampaoli ficou na vice-liderança com 74 pontos, sendo assim o melhor segundo colocado da história. Obviamente, os concorrentes de 2021 podem ultrapassar os 74 e quebrar o recorde do vice, mas trabalhar com o número de 76 pontos é um bom objetivo.

Para alcançar o 76º tento, o Atlético precisa de 20 pontos em 13 partidas, ou seja, apenas seis vitórias, dois empates e cinco derrotas. Logo, se concluir o torneio com estes 76 pontos, a campanha atleticana terá uma queda – foram apenas três derrotas no Brasileirão até então -, ou seja, mesmo se cair de nível, o Galo pode terminar a competição na ponta, dependendo, claramente, do desempenho dos rivais.

Com o aproveitamento atual

Para ter uma noção de quantos pontos o Atlético tende a alcançar neste Brasileirão, é possível ter uma ideia baseado no aproveitamento. Durante todo o torneio, o Galo conquistou 74,7% dos pontos e, mantendo exatamente este rendimento, o time alcança os 85 pontos, pontuação de campeão – seria a segunda melhor pontuação da história do Brasileirão de pontos corridos com 20 times. Para alcançar esta pontuação, a equipe de Cuca precisaria de nove vitórias, dois empates e poderia até perder dois jogos, visto que conquistaria 29 pontos nas 13 partidas restantes e chegaria ao 85º ponto.

Aumentando ainda mais as chances e as expectativas dos torcedores alvinegros, o Atlético tem um grande objetivo nesta reta final de Brasileirão: manter o aproveitamento do segundo turno. Na segunda metade do torneio, o time mineiro conquistou 80,95% dos pontos e, seguindo exatamente este rendimento, o time alcança os 88 pontos, pontuação de campeão – ficaria apenas dois pontos atrás da melhor pontuação da história do Brasileirão de pontos corridos com 20 times. Para seguir neste rendimento, o Galo precisa de dez vitórias, dois empates e pode perder uma partida nos 13 duelos restantes.

Além de detalhar as expectativas atleticanas caso siga com o mesmo aproveitamento, é necessário pontuar a possível pontuação flamenguista. Se seguir com o mesmo rendimento de todo o campeonato, que é 65,2%, o Flamengo chega aos 74 pontos. Caso mantenha o aproveitamento do segundo turno, 66,7%, o Fla alcança o 76º ponto.

Logo, trabalhando com os números, precisamente com o aproveitamento dos favoritos, é destacável que o Flamengo precisa melhorar para ser campeão, enquanto o Atlético precisa “apenas” de ser regular.

Vencer em casa

A grande força atleticana sempre foi o apoio da sua torcida. Porém, desde março de 2020 até meados de 2021, o clube mineiro ficou distante dos seus apoiadores por causa da pandemia do coronavírus. Mesmo assim, o Atlético já possuía números especiais em casa e seguiu com ótimo desempenho quando a torcida voltou às arquibancadas, se consolidando como o melhor mandante do Brasileirão. A tendência é que o Mineirão conte com ainda mais pessoas nesta reta final e a torcida será o 12º jogador, como de costume.

Logo, se faz necessário contabilizar como será o desempenho atleticano caso vença todas as partidas dentro de casa, visto que o Atlético venceu 10 dos 12 confrontos como mandante e está em uma sequência de nove triunfos consecutivos pelo Brasileiro.

Até o fim do torneio, o Galo jogará mais sete vezes no Mineirão, ou seja, em um cenário com 100% de aproveitamento, o time conquistará 21 pontos dentro de casa. Com esta façanha, o time mineiro alcançaria os 77 pontos na tabela, sem contar com as partidas fora de casa, ou seja, qualquer pontuação fora de casa somada às vitórias no Mineirão, levam o Atlético ao título, visto que todos os clubes que ultrapassaram 77 pontos foram campeões do Brasileirão.

Além deste ponto, é crucial destacar que o Atlético também é o melhor visitante do Campeonato Brasileiro.

Próximos 13 jogos = 13 jogos anteriores

Para finalizar a análise numérica da situação atleticana, é interessante observar como seria a pontuação caso o Galo repetisse o mesmo desempenho das últimas 13 partidas nos 13 jogos restantes.

Além de estar invicto há mais de três meses no Brasileirão, o Atlético venceu bastante nas últimas oportunidades. Nas últimas 13 partidas, o Galo triunfou nove vezes e empatou quatro confrontos, ou seja, conquistou 31 pontos em 39 possíveis. Por isso, se o clube mineiro repetir o desempenho das últimas 13 partidas, o Atlético chega aos 87 pontos e, fatalmente, será campeão Brasileiro. Logo, o objetivo atleticano é manter a mesma pegada.

Quantas vitórias o Galo precisa para ser campeão do Brasileirão?

Como dito anteriormente, o futebol não é uma ciência exata. Para ser campeão, o Atlético depende só das suas forças, mas alguns tropeços só são aceitáveis se o Flamengo também deslizar. A tendência é que os times, por causa do desgaste, percam pontos até o fim do campeonato, mas não é possível ter uma certeza acerca disso. Logo, o objetivo atleticano é o ideal descrito no hino: vencer, vencer e vencer!

Mesmo assim, é possível ter uma ideia de quantas vitórias são necessárias. Para ultrapassar os 74 pontos feitos pelo Santos, o melhor vice-campeão, o time mineiro precisa de seis triunfos em 13 jogos, algo bem possível. No entanto, pensando em um possível bom desempenho flamenguista, a meta atleticana deve ser vencer oito jogos, chegar aos 80 pontos, além de não sair derrotado do confronto direto frente ao Flamengo.

São apenas números. O futebol pode até seguir estes dados, mas os jogadores devem manter a regularidade e a torcida seguir apoiando. Esta é a fórmula para ser campeão do Brasileirão!

Redação Bola pra Frente

Ver Comentários

  • Esse reciocinio de vitorias pode ser falho. O Galo precisa pra ser campeão de ter mais vitorias que o Flamengo até o fim do campeonato

Posts Recentes

Maicon, Manoel e Willian Bigode: veja números dos possíveis reforços do Cruzeiro

Três atletas experientes - e que já atuaram pelo Cruzeiro - foram os nomes mais…

5 horas atrás

Reinaldo e Hulk | Não “deixaram” o rei conquistar, mas o herói buscou o Brasileirão

Por Pedro Bueno O atleticano não imaginava que uma ligação tão intensa seria criada em…

1 dia atrás

A massa vai festejar! Atlético vence Fluminense por 2 a 1 e o bi do Brasileirão é iminente

Alguns já soltaram o grito. Outros, aguardando a matemática, ainda estão esperando o momento certo…

2 dias atrás

Para ficar muito próximo do título, Atlético enfrenta o Fluminense no Mineirão

O torcedor atleticano sabe. Todos os outros amantes do futebol brasileiro também sabem. Porém, falta…

2 dias atrás

Ir à Libertadores? Veja os resultados que o América precisa na reta final do Brasileirão

No início da campanha do Coelho na Série A de 2021, nem o mais otimista…

3 dias atrás

O 2021 do Cruzeiro: não passou de 11º, o artilheiro do ano saiu em julho e houve um excesso de empates

Após empatar sem gols com o Náutico, a temporada cruzeirense chegou ao fim, aliviando vários…

4 dias atrás

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!