O duelo mais complicado possível: Cruzeiro enfrenta o líder Coritiba, fora de casa, com novidade promissora no ataque

Novamente, Thiago será a referência cruzeirense. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Um campeonato de pontos corridos obriga os clubes a receber e visitar os outros 19 times da competição. Dentre estas partidas, nenhum jogo é tão complicado quanto enfrentar o líder fora de casa e o Cruzeiro passará por esta situação nesta noite de sexta-feira. A equipe mineira não está vivendo um grande momento, mas chega nesta partida após uma vitória em casa e quer surpreender o Coritiba. Para isso, Vanderlei Luxemburgo apresentou uma novidade na lista de relacionados: Vitor Roque, atacante do sub-17 da equipe, é muito promissor e estará no banco de reservas pela primeira vez na carreira.

Nesta sexta-feira, 08 de outubro, às 21:30, o Cruzeiro duela com o Coritiba no tradicional Couto Pereira, no estado do Paraná. A partida válida pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro terá transmissão do SporTV e do Premiere.

A tabela

Existe uma diferença notável de 19 pontos entre os clubes. O Coritiba venceu oito partidas a mais na competição e lidera o torneio, enquanto o Cruzeiro está apenas na 12ª posição, ou seja, existem dez times entre os clubes que se enfrentam nesta noite de sexta-feira.

O Cruzeiro assumiu a 12ª posição na última rodada e persegue um estranho tabu: a equipe mineira não terminou nenhuma rodada entre os dez primeiros colocados nas duas edições de Série B disputadas. Ainda não será possível chegar à almejada parte de cima da tabela, mas uma vitória aproximará a Raposa deste grupo. Com 35 pontos em 28 jogos, a equipe azul celeste ganha a posição do Sampaio Corrêa caso vença e se o time maranhense for derrotado pelo Vasco. Porém, ao mesmo tempo que o Cruzeiro pode assumir a 11ª colocação na tabela, a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo pode perder até duas posições se for derrotado pelo líder Coritiba.

Falando no melhor time da Série B, até então, e grande favorito ao acesso para a primeira divisão, o Coxa é líder da competição desde a 17ª rodada do torneio e conquistou 54 pontos em 28 jogos. A equipe possui uma vantagem de quatro pontos para o Avaí, vice-líder, e seis tentos para o CRB, primeira equipe fora do G-4. No entanto, esta margem já foi maior e o Coritiba, certamente, quer vencer para readquirir uma “gordura” importante em torneios com este formato.

Os números e o momento

Além de saber que está indo para a capital do Paraná, Curitiba, enfrentar o líder da Série B, o Cruzeiro sabe que duelará com uma equipe que possui muita confiança jogando nos seus domínios, que não perde há mais de um mês, que tem a melhor defesa do torneio – sofreu apenas 19 gols em 28 jogos – e que conta com Léo Gamalho no ataque, algoz da torcida azul celeste.

O Coritiba Foot Ball Club é o time a ser batido nesta segunda divisão principalmente dentro de casa, visto que a equipe perdeu apenas uma vez na competição, sendo assim o time que menos foi derrotado como mandante. Curiosamente, a última derrota do Coxa na temporada foi justamente o único revés do clube em casa: perdeu para o Botafogo por 1 a 0 em 27 de agosto. Depois disso, o líder do torneio entrou em campo sete vezes: venceu quatro e empatou três jogos, tendo assim uma notável sequência invicta. No entanto, a fase atual do clube paranaense não é tão boa. Nas últimas quatro partidas, o Coritiba empatou três vezes – ficou em um 0 a 0 com o Remo na última partida – e marcou apenas dois gols nestes quatro jogos. Vencer o Cruzeiro é o grande objetivo dos paranaenses para retomar a boa fase.

Já a Raposa chega nesta partida sonhando com mais uma vitória, visto que venceu o Brasil de Pelotas na última rodada por 2 a 0. No entanto, a posição dos adversários é completamente oposta: o Coritiba é líder, enquanto o modesto Brasil é o lanterna. Logo, a dificuldade aumentará e a equipe mineira sonha com uma recuperação na Série B, visto que o time precisa vencer todos os dez jogos restantes para conseguir o acesso à elite. Para piorar a situação, o Cruzeiro não vence uma partida fora de casa há quase dois meses – bateu o Náutico em 17/08 e depois empatou todas as quatro partidas como visitante – e, em contrapartida à ótima defesa do Coritiba, o clube tem a segunda defesa que mais sofreu gols nesta Série B, com 35 tentos sofridos.

Enquanto os números no campeonato indicam um claro favoritismo para o Coritiba, o histórico pontua uma vantagem notável cruzeirense. Em 50 duelos, a Raposa venceu 23 vezes, houve 14 empates e o Coxa bateu o adversário apenas em 13 duelos. No primeiro turno, as equipes empataram por 0 a 0 e o Coritiba venceu o último confronto no Couto Pereira por 1 a 0, em 2017.

As escalações

Após vencer o lanterna Brasil de Pelotas com certa tranquilidade na última rodada, o Cruzeiro tende a repetir a escalação, visto que os importantes desfalques da partida anterior seguem fora. Vanderlei Luxemburgo não conta com Flávio, Marcinho, Norberto e Wellington Nem por problemas físicos, além de Marcelo Moreno, atacante titular que está representando a Seleção Boliviana nas Eliminatórias. O único retorno é do volante Rômulo que pode ganhar a vaga de Lucas Ventura, o Nonoca, no meio-campo.

Em um time praticamente inalterado que contará com Bruno José, Thiago e Vitor Leque no comando de ataque, a grande novidade cruzeirense surgiu no banco de reservas. Dando chances aos jovens jogadores, Luxemburgo relacionou a jovem promessa Vitor Roque, atacante de 16 anos do time sub-17 do Cruzeiro. Nascido em 2004, Roque já tem 17 gols em 19 jogos na atual temporada pelo sub-17, ou seja, é acostumado a marcar gols na base e pode ganhar uma chance nos profissionais.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Eduardo Brock, Ramon e Matheus Pereira; Adriano, Lucas Ventura (Rômulo) e Giovanni Piccolomo; Bruno José, Thiago e Vitor Leque. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Já o paraguaio treinador Gustavo Morínigo não terá tantos problemas quanto Luxemburgo. O técnico contará com a volta do experiente zagueiro Henrique – convocado para a Copa de 2014 – e do meia Robinho, ex-Cruzeiro, atletas que cumpriram suspensão. A grande disputa será pela permanência no meio-campo titular ao lado de Robinho: Val e Matheus Sales brigam por uma vaga. Além disso e da presença de Robinho, outros dois nomes ofensivos chamam a atenção: Rafinha também é ex-Cruzeiro e Léo Gamalho é um grande algoz cruzeirense, visto que marcou quatro gols em 2020 pelo CRB.

Provável escalação: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val (Matheus Sales) e Robinho; Rafinha, Léo Gamalho e Igor Paixão. Técnico: Gustavo Morínigo.

Coritiba x Cruzeiro

29ª rodada do Brasileirão Série B de 2021
08/10/2021, 21:30 horas, Estádio Couto Pereira
Transmissão: SporTV e Premiere
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
ADMILSON

JOGANDO SEM GOLEIRO, TODO JOGO É COMPLICADO, e se não for ele faz complicar, maior encosto da historia do Cruzeiro