É hora de mudar o assunto! Focado no Brasileirão, Atlético enfrenta o Internacional neste sábado em BH

Foto: Pedro Souza / Atlético

É claro que a eliminação na Copa Libertadores da América de 2021 ainda machuca os jogadores, a comissão técnica e, principalmente, os apaixonados torcedores do Atlético. O time mineiro buscava o bicampeonato da competição continental e estava fazendo uma grande campanha, porém, depois de um empate com gols, o Galo foi desclassificado pelo Palmeiras.

A questão é que não trata-se de terra arrasada no clube mineiro e a eliminação deve ser tratada como combustível. O Atlético é líder do Brasileirão, possui uma vantagem considerável e deve seguir nesta caminhada rumo à taça que não é conquistada há quase 50 anos. Portanto, é hora de mudar o assunto e retomar o foco no Campeonato Brasileiro!

Nesta noite de sábado, 02 de outubro de 2021, às 21 horas, o Atlético recebe o Internacional no Mineirão, em Belo Horizonte. O jogo é válido pela 23ª rodada do Brasileirão de 2021, conta com transmissão do SporTV e do Premiere e será o primeiro jogo do Galo com torcida nas arquibancadas no Campeonato Brasileiro desde o fim de 2019.

Em busca da confiança

De longe, pode até parecer fácil afirmar que o Atlético entrará com outra postura e extremamente confiante nesta noite. Porém, ao analisar a perspectiva do atleta, a primeira partida depois de uma eliminação tão decepcionante passa bem longe de ser um jogo comum, visto que a importância deste jogo é bastante alterada.

Entrar em campo quatro dias depois de frustrar a sua torcida naquele mesmo estádio não é o melhor cenário, no entanto, o Atlético deve buscar rapidamente um gol para não se pressionar e para voltar a atuar em alto nível. Em nenhum momento faltou entrega do atual time atleticano, porém a pressão pelo resultado nesta noite pode prejudicar a atuação. Logo, abrir o placar com rapidez é a melhor forma de se reencontrar com a massa atleticana, que, inclusive, irá voltar às arquibancadas em um jogo de Brasileirão depois de quase dois anos com os portões fechados no torneio.

Enfim, vencer é o ideal atleticano em qualquer situação – inclusive no hino – e três pontos nesta noite vão além de qualquer pontuação ou vantagem esportiva. A retomada de confiança de um elenco muito forte, que foi um eliminado em um jogo tão equilibrado, é a grande questão deste jogo.

Certamente, Cuca e os líderes do elenco sabem da importância desta partida para mudar o foco. O assunto dentro do Atlético deve ser alterado. A equipe que lidera o Brasileirão com larga vantagem e é semifinalista da Copa do Brasil não pode ser contestada desta forma. O clube alvinegro terá 90 minutos para se impor e mostrar que está pronto para mudar estes assuntos desnecessários que rodeiam a Cidade do Galo.

O momento e a tabela

Enquanto o Atlético entra na partida com uma possível “ressaca”, o Internacional vive o seu melhor momento na temporada, mas não disputou partidas durante a semana porque já foi eliminado da competição continental. Além disso, os clubes estão bem recentemente no Brasileirão, mas possuem disputas diferentes dentro da competição.

Com 46 pontos em 21 jogos, o time mineiro, mandante da partida, possui uma vantagem de oito pontos para o Palmeiras, dez para o Fortaleza e 11 para o Flamengo, equipe que tem dois jogos a menos. Logo, para seguir com uma vantagem larga de cinco pontos para o cenário mais vitorioso flamenguista, o Atlético deve vencer o Internacional, atual sétimo colocado. O Colorado está com 32 pontos em 21 jogos, 14 tentos atrás do líder Galo, e chegou, realmente, à briga por uma vaga direta à Libertadores de 2021.

A enorme coincidência entre os times é o ótimo momento dentro da competição de pontos corridos. Contando a grande goleada sobre o poderoso Flamengo no Maracanã, no início de agosto, o Inter venceu cinco das últimas sete partidas, tendo dois empates fora de casa entre estes cinco triunfos. A atual sequência do Colorado – 17 pontos nos últimos 21 – é o melhor desempenho neste recorte das últimas sete partidas entre todos os times do Brasileirão, deixando para atrás até o invicto Atlético.

O time mineiro não perde uma partida no Campeonato Brasileiro desde 27 de junho, ou seja, trata-se de 15 jogos seguidos sem um revés na competição. Porém, a sequência recente possui mais tropeços: são três empates nos últimos cinco jogos do Brasileirão. Mesmo assim, o momento atleticano é impressionante, visto que a derrota frente ao Bahia, pela Copa do Brasil, é a única nos últimos 24 jogos.

Os números

Além de um ótimo momento no Brasileirão, Atlético e Internacional chegam neste confronto da noite de sábado com muita confiança em alguns bons números. Vale destacar que na última rodada do torneio, o Galo empatou com o São Paulo por 0 a 0, em SP, enquanto o Colorado venceu o Bahia por 2 a 0, no Rio Grande do Sul.

O grande trunfo atleticano é a sua defesa. Para elucidar, é importante destacar o mês de setembro do time de Cuca: foram seis jogos decisivos e apenas um gol sofrido – o fatídico tento de Dudu que eliminou o Atlético frente ao Palmeiras na última terça-feira. Logo, o Galo não sofreu gols pelo Brasileirão no mês passado e possui a melhor defesa do campeonato com só 13 gols sofridos, ou seja, o Inter terá dificuldades para furar o bloqueio atleticano.

Já o Colorado sabe que irá enfrentar o melhor time e melhor mandante da competição, o Galo, equipe que venceu sete dos nove jogos em casa neste Brasileirão, mas o time gaúcho também conhece os seus bons números longe do RS. O Internacional é o quinto time que mais fez pontos longe de casa neste Brasileirão, estando à frente de clubes mais organizados como o Palmeiras e sendo derrotado apenas duas vezes em 11 jogos como visitante, isto é, o melhor mandante enfrentará um grande visitante.

Por fim, o retrospecto vai contra o favoritismo atleticano e indica uma vantagem colorada. Em 91 jogos, o Internacional venceu o rival mineiro em 38 oportunidades, houve 24 empates e o Atlético bateu o time gaúcho 29 vezes. Uma questão importante é que o Galo não vence o Inter em casa desde 2016, mas derrotou o rival nesta temporada por 1 a 0, no primeiro turno, no Beira-Rio. No Brasileirão de 2020, os times empataram por 2 a 2 no Mineirão.

As escalações

Após a eliminação frente ao Palmeiras, três nomes ganharam evidência dentro do Atlético: Hulk, Nathan Silva e Vargas. O artilheiro do Galo perdeu o pênalti no jogo da ida, passou em branco nas últimas três partidas e deve estar faminto por um gol. Já Nathan Silva é um zagueiro que está fazendo uma excelente temporada, mas falhou bastante no jogo contra o Palmeiras. Todos esperam que o defensor recupere a confiança e o bom futebol para ajudar o Atlético, visto que Nathan seguirá como titular ao lado de Junior Alonso. Por fim, Vargas marcou o gol atleticano frente ao Verdão, mas perdeu uma grande chance e foi cobrado por uma parte da torcida. Porém, infelizmente, o chileno lesionou o tornozelo e ficará fora de algumas partidas.

O atacante Eduardo Vargas se juntou a Diego Costa, outro atacante que está no departamento médico. No entanto, felizmente para os atleticanos, os dois tendem a ser as únicas baixas do Galo na partida, visto que Keno deve voltar a ficar à disposição no banco de reservas. Logo, a equipe de Cuca deve entrar com uma escalação semelhante, com apenas a entrada de Savarino no lugar de Vargas.

Provável escalação: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair, Zaracho e Nacho Fernández; Savarino e Hulk.

Já o Internacional, equipe que teve a semana cheia apenas de treinamentos, terá reforços nas alas. Os laterais Saravia e Moisés devem voltar ao time titular. O restante da equipe tende a ser idêntico à escalação que venceu o Bahia na última rodada. Logo, o Atlético deve ter atenção nas bolas paradas – origem dos dois gols no último jogo – e ao fortíssimo quarteto de ataque: Edenílson, Patrick, Taison e Yuri Alberto, atletas velozes e qualificados treinados pelo ex-técnico do Galo, Diego Aguirre.

Provável escalação: Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso e Rodrigo Dourado; Edenílson, Taison e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Atlético x Internacional

23ª rodada do Brasileirão Série A de 2021
02/10/2021, 21:00 horas, Mineirão
Transmissão: SporTV (menos MG) e Premiere
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments