Se quiser subir, tem que ganhar: Cruzeiro enfrenta o Goiás, em GO, nesta noite de feriado

Certamente, a comissão técnica estava ressaltando a importância desta partida. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Um campeonato de pontos corridos não possui finais, visto que todas as partidas têm o mesmo valor: três pontos. No entanto, para animar um elenco e ver que é possível sonhar, algumas vitórias podem acarretar uma recuperação em um torneio de 38 rodadas. E a partida desta noite deve ser tratada com esta importância pelo Cruzeiro. Mesmo em uma fase invicta, a Raposa vê o G-4 ainda mais distante e está somente dois pontos à frente do Z-4, ou seja, se tropeçar novamente, a briga cruzeirense será realmente para permanecer. Portanto, se quiser subir, tem que ganhar nesta noite.

Depois de mais de uma semana de folga, Cruzeiro e Goiás voltam a campo nesta noite de terça-feira, feriado de 07 de setembro, às 21:30. A partida acontecerá no Estádio da Serrinha, em Goiânia, e será válida pela 22ª rodada da Série B.

Mesmo sendo na noite de terça-feira, será possível ver a partida na “tv aberta”. O jogo entre a Raposa e o Esmeraldino, em Goiânia, será transmitido pela TV Globo em Goiás e em Minas Gerais. Além disso, o SporTV e o Premiere também irão televisionar o jogo.

Se quiser subir, tem que ganhar

O recado é simples: para arrancar na Série B, vencer nesta noite é crucial. O Cruzeiro fez um primeiro turno terrível e se recuperou apenas na reta final, já com a chegada de Vanderlei Luxemburgo. No entanto, pela quantidade de empates nesta boa sequência invicta e devido ao grande número de times à frente na equilibrada Série B, a Raposa ainda não deixou a parte de baixo da tabela.

Atualmente na 15ª posição, com 25 pontos, a Raposa está bem distante do seu sonho de voltar à elite do futebol brasileiro, porém, em um campeonato tão equilibrado e com as promessas de Luxa, se faz necessário discutir se o Cruzeiro irá conseguir ou não. Por isso, o jogo desta noite é quase uma final.

Se vencer esta partida que fecha a 22ª rodada – ou seja, todos os times já jogaram -, o time mineiro ganhará três posições e terminará a rodada com 28 pontos, no 12º lugar. Com isso, o time estaria “apenas” dez pontos atrás do Botafogo e Goiás, duas equipes dentro do G-4.

No entanto, em caso de empate, o Cruzeiro sobe apenas um degrau, chega à 14ª colocação e fica só três pontos à frente da zona do rebaixamento, ou seja, uma derrota na 23ª rodada poderia fazer o clube retornar à degola.

Para finalizar os possíveis cenários, se a Raposa perder, a situação se torna crítica porque a equipe ficaria só dois pontos à frente do Z-4 e estaria 13 pontos atrás do primeiro time dentro do G-4. Além disso, nesta possibilidade, o próprio Goiás, equipe que deixaria o 4º lugar e assumiria a vice-liderança com 41 pontos, abriria 16 tentos para o Cruzeiro, ou seja, uma diferença que vai além de cinco vitórias.

Os números e o momento

Após detalhar os possíveis cenários que “obrigam” o Cruzeiro a buscar a vitória, é necessário pontuar que ambos os times entram nesta partida em uma fase considerável de invencibilidade.

A última derrota cruzeirense aconteceu em 20 de julho, no antepenúltimo jogo de Mozart. Depois disso, o ex-técnico comandou a equipe em dois empates, deixou o clube, e Vanderlei Luxemburgo já esteve em seis partidas, sem nenhuma derrota. A grande questão é que a sequência de oito jogos sem perder possui apenas três triunfos, ou seja, o time mineiro segue empatando bastante e por isso não deixou a parte de baixo da tabela – inclusive, o último jogo, contra o CRB, terminou empatado em 0 a 0. Um ponto louvável do atual Cruzeiro é que a equipe não sofreu gols nas últimas três partidas.

Já o Goiás possui uma sequência invicta um pouco menor: são sete jogos seguidos sem perder, uma partida a menos que a Raposa. No entanto, o Esmeraldino conquistou mais pontos nesta série de jogos sem ser derrotado porque empatou menos: foram quatro vitórias e três empates desde o fim de julho, ou seja, o time goiano fez 15 pontos recentemente e, por isso, segue no G-4. Para dificultar para o Cruzeiro, o Goiás possui a melhor defesa do Campeonato com apenas 13 gols sofridos em 21 jogos, além de ser a equipe que menos perdeu: só três tropeços.

Em contrapartida aos bons números goianos, o Cruzeiro se apega à questão histórica para ir bem neste grande duelo. Em resumo, as equipes se enfrentaram em 56 oportunidades: a Raposa venceu 31 vezes, houve 11 empates e o Goiás triunfou em 14 confrontos. Porém, mesmo com a desvantagem histórica, as últimas duas partidas terminaram positivamente para o Esmeraldino: venceu em 2019 e empatou neste ano, no Mineirão, pelo 1º turno da Série B.

As escalações

Com uma grande folga para treinar e se recuperar fisicamente, o Cruzeiro contou com novidades nos últimos treinos. Lucas Ventura, o Nonoca, e Raúl Cáceres estavam lesionados e retornaram, estando à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo para a partida desta noite. Com o retorno de Cáceres, Rômulo tende a deixar a lateral e voltar ao meio-campo, ainda mais que Flávio está suspenso. No ataque, Marcelo Moreno está defendendo a Seleção Boliviana e será substituído por Rafael Sobis ou Thiago.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Eduardo Brock, Matheus Pereira; Adriano, Rômulo, Giovanni Piccolomo; Bruno José, Thiago (Rafael Sobis), Wellington Nem. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Já o Goiás não conta com nenhum desfalque e possui uma boa notícia em relação à última partida: Elvis volta ao time titular após cumprir suspensão. Por isso, o time de Marcelo Cabo, que venceu o Confiança por 2 a 1 na última rodada, há 12 dias, terá apenas esta mudança. Vale ressaltar alguns destaques do clube goiano: o próprio Elvis possui cinco assistências, Alef Manga marcou seis gols, Nicolas balançou as redes em cinco oportunidades, Tadeu segue em alto nível na meta do Goiás e Apodi é sempre um lateral que incomoda bastante.

Provável escalação: Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo, Hugo; Caio Vinícius, Rezende, Elvis; Diego, Nicolas, Alef Manga. Técnico: Marcelo Cabo.

Goiás x Cruzeiro

22ª rodada do Brasileirão Série B de 2021
07/09/2021, 21:30 horas, Estádio da Serrinha
Transmissão: Globo (GO e MG), SporTV e Premiere
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Braulio da Silva Machado (RS).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments