Curtas‌ ‌|‌ Data da estreia de Diego Costa, milhões para Maicon Bolt, Raposa acerta uma folha salarial, prejuízo cruzeirense como mandante e‌ ‌muito‌ ‌mais.‌ ‌Resumo‌ ‌semanal‌ ‌de‌ ‌Atlético‌ ‌e‌ ‌Cruzeiro‌ ‌

Diego Costa olhando para Cuca, treinador que pode promover a estreia do atleta já neste fim de semana. Foto: Pedro Souza / Atlético

O‌ ‌blog‌ ‌Bola‌ ‌Pra‌ ‌Frente‌ ‌traz‌ ‌um‌ ‌resumo‌ ‌semanal‌ ‌das‌ ‌notícias‌ ‌dos‌ ‌gigantes‌ ‌mineiros,‌ ‌com‌ ‌informações‌ ‌rápidas,‌ ‌pontuais‌ ‌e‌ ‌que‌ ‌deixam‌ ‌o‌ ‌torcedor‌ ‌atualizado‌ ‌sobre‌ ‌Atlético‌ ‌e‌ ‌Cruzeiro.‌

Atlético

Empate no Brasileirão

O mais curioso do resultado do duelo entre Atlético e Fluminense, na última segunda-feira, 23, é que foi ruim e bom ao mesmo tempo. O Galo empatou por 1 a 1 em São Januário e abriu seis pontos de vantagem na liderança do Brasileirão. A grande questão é que o torcedor queria a 10ª vitória seguida no Campeonato Brasileiro, alcançando assim o recorde máximo na competição desde o início dos pontos corridos. Por isso, o resultado foi ruim. No entanto, levando em consideração a dificuldade da partida e o gol de Eduardo Sasha já nos minutos finais, o empate foi bastante importante, ainda mais ao analisar a classificação, visto que o Palmeiras tropeçou e o Galo aumentou a sua vantagem na liderança. 

Vitória na Copa do Brasil

Em contrapartida ao empate “bom e ruim” da segunda-feira, o Atlético vingou e bateu o Fluminense pela Copa do Brasil. As equipes se enfrentaram no mesmo estado e na mesma semana, mas a diferente competição motivou o time mineiro: o Galo venceu por 2 a 1 na quinta-feira, 26, e abriu uma vantagem considerável no confronto. Os responsáveis pela vitória atleticana foram os dois craques do time: Hulk e Nacho Fernández chamaram a responsabilidade, marcaram os gols e mostraram, novamente, que são decisivos.

Federico Javier Matías Zaracho

Um nome longo de um jogador único. Federico Javier Matías Zaracho foi um dos melhores jogadores em campo contra o Fluminense, mesmo sem marcar nenhum gol. O meio-campista argentino mostra cada dia mais a sua onipresença, intensidade e inteligência. Com 23 anos, Zaracho é um dos grandes nomes do forte time atleticano e o Blog fez uma análise do “destaque invisível” do Atlético. Confira!

Everson e Hulk convocados

O torcedor atleticano pode fazer uma afirmação nos próximos dias: o Galo é quase uma seleção. Obviamente, o torcedor tentará enaltecer o seu clube, porém a afirmação faz sentido, visto que sete atletas foram convocados para as seleções profissionais. Este número foi alcançado nesta sexta-feira, 28, quando o técnico Tite convocou o goleiro Everson e o atacante Hulk, destaques do Atlético. Sendo assim, os brasileiros se juntaram aos jogadores já convocados: o paraguaio Junior Alonso, o chileno Eduardo Vargas, o venezuelano Savarino, o equatoriano Alan Franco e o brasileiro Guilherme Arana. É necessário destacar que estes jogadores atuarão em três partidas pelas suas seleções, nos dias 01, 05 e 09 de setembro, mas não desfalcarão o Atlético, visto que a CBF adiou as partidas. Logo, estes atletas irão enfrentar o Red Bull Bragantino no domingo, 29, se apresentarão à seleção depois e voltarão para a próxima partida atleticana, em 12 de setembro, contra o Fortaleza.

Diego Costa e Mariano

Além de contar com os convocados, visto que eles se apresentarão às suas seleções só depois da partida frente ao Red Bull Bragantino, o técnico Cuca contará com dois importantes reforços na próxima partida. O lateral-direito Mariano estava lesionado e se encontrou com o time na preparação para o jogo que será disputado em Bragança Paulista. O outro reforço é o mais esperado: Diego Costa se juntou à delegação e será relacionado para a partida frente ao Red Bull Bragantino, neste domingo, 29, às 20:30, ou seja, o novo camisa 19 do Atlético pode estrear com o manto alvinegro neste fim de semana. Será que Diego Costa marca um gol logo na estreia?

Torcida no estádio

Há 10 dias, o atleticano conseguiu se satisfazer e voltou às arquibancadas para apoiar o seu clube. A partida foi emblemática: o Atlético derrotou o River Plate por 3 a 0 e se classificou para a semifinal da Libertadores. Porém, a presença de pouco mais de 17 mil pessoas, segundo postagens do Mineirão, acabou preocupando a sociedade. Por causa da aglomeração indevida antes e durante a partida, e o mau uso da máscara, a Prefeitura de Belo Horizonte proibiu jogos na cidade até o protocolo ser revisado. Aparentemente, esta medida foi tomada com a intenção de educar os torcedores, tanto que a chance é muito grande de que o próximo jogo da Libertadores, frente ao Palmeiras, conte com torcedores. Até por isso, o Blog fez uma análise sobre a volta da torcida. Confira!

Valores milionários para Maicon Bolt

Na última sexta-feira, 27, o Atlético oficializou um importante acordo com um ex-jogador que não deixou saudades, segundo boa parte da torcida. O ponta Maicon Bolt passou pelo clube entre 2019 e 2020, não fez boas partidas – foram 28 jogos e dois gols – e processou o Atlético depois da rescisão do seu contrato. Com um pedido do atleta girando em torno de 21 milhões de reais, o clube mineiro foi condenado a pagar 14 milhões de reais por causa da quebra de contrato e outros vencimentos atrasados, porém, nesta sexta, a diretoria atleticana e os representantes do atleta fizeram um importante acordo. O negócio entre as duas partes foi bastante comemorado pela cúpula do Atlético, visto que o pacto indica que o Galo terá que pagar “apenas” 7,5 milhões de reais em 35 parcelas para Maicon Bolt, ou seja, o time mineiro conseguiu reduzir quase para metade dos 14 milhões que havia sido condenado. Mesmo assim, como é possível fazer uma conta rápida, o time mineiro irá pagar mais de 200 mil reais por mês para Maicon Bolt nos próximos três anos.

Cruzeiro

Folga cruzeirense

O cruzeirense, infelizmente, segundo boa parte dos torcedores, não viu nenhuma partida do clube na última semana. Depois de vencer o Confiança na sexta-feira da semana passada, no dia 20, e dar continuidade ao ótimo momento – são sete jogos invictos e duas vitórias consecutivas -, o Cruzeiro teve uma longa folga durante esta semana. O time mineiro só volta a campo neste domingo, 29, às 16 horas, contra o CRB, em Maceió.

Ausência de Moreno

Como dito anteriormente, o torcedor da Raposa ficou uma semana completa sem ver o seu clube em campo. Além da falta de partidas, o cruzeirense também se frustrou com uma notícia que impactará o próximo confronto. O artilheiro da equipe, Marcelo Moreno, foi convocado pela Seleção Boliviana e terá que se apresentar antes da partida contra o CRB. Ou seja, por causa das Eliminatórias, o Cruzeiro não contará com o seu camisa 9 contra a equipe alagoana, diante do Goiás, e ele é dúvida para enfrentar a Ponte Preta, em 11 de setembro.

Torcida no estádio e o prejuízo

A volta da torcida ao Mineirão para apoiar o Cruzeiro foi muito bonita, visto que os apaixonados torcedores estavam com saudades de apoiar o clube. Porém, duas notícias ruins surgiram após a partida. A primeira foi a aglomeração desnecessária feita pela torcida, visto que alguns setores estavam vazios e o outros estavam com a presença de muitos torcedores, que, além de estarem aglomerados, estavam sem máscara. A outra notícia ruim foi o prejuízo: com apenas 4730 torcedores no estádio, a venda de ingressos resultou em 234 mil reais e deu um prejuízo de mais de 130 mil reais, visto que as despesas se aproximaram de 370 mil reais. Portanto, mesmo em uma grave crise financeira, o Cruzeiro não conseguiu aproveitar o retorno da sua torcida no âmbito financeiro e teve um prejuízo.

Proibição em BH e provável nova casa

A última partida do Cruzeiro ficou marcada pela volta da torcida. Porém, logo após o jogo, a Prefeitura de Belo Horizonte proibiu partidas com público por causa das indevidas aglomerações. O Blog até analisou esta volta da torcida e opinou sobre quão precoce foi o retorno dos apaixonados torcedores. Porém, mesmo com a proibição, o Cruzeiro deve contar com a torcida no próximo jogo em casa, em 11 de setembro, contra a Ponte Preta. Depois de investir na recuperação do gramado da Arena do Jacaré, a Raposa seguiu agindo para contar com torcedore em Sete Lagoas: a diretoria do time mineiro conseguiu a liberação de 30% dos torcedores na Arena do Jacaré – 3900 pessoas – e está tentando uma liminar do STJD para atuar fora de Belo Horizonte – em breve, a equipe deve receber uma resposta e a tendência é que seja positiva.

Raposa acerta uma folha salarial

Após a chegada de Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro está empenhado em conseguir acertar a sua parte salarial, o que deveria ser uma obrigação dos clubes de futebol, mas, infelizmente, não é a realidade. A exigência de Luxa foi o pagamento dos salários e a Raposa acertou com os jogadores. No entanto, houve um mal-estar dentro da equipe, visto que alguns funcionários mais básicos estavam com débitos com a equipe. Por isso e na tentativa de organizar esta bagunça financeira, o Cruzeiro quitou, nesta sexta-feira, 27, segundo a Rádio Itatiaia, uma folha salarial dos funcionários do administrativo, do time feminino e das categorias de base. Com isso, os servidores mais básicos, aqueles que ganham bem menos em relação aos jogadores, felizmente receberam a quantia mensal, porém ainda existem pendências que o clube deve acertar.

O alívio da dívida

Enfim, o torcedor da Raposa pode se sentir mais tranquilo em relação à mais danosa dívida do clube: o processo judicial do Al Wahda por causa do empréstimo do volante Denílson em 2016. Este processo fez com que o Cruzeiro perdesse seis pontos no início da Série B de 2020 e, caso não fosse quitada neste ano, poderia acarretar um dramático rebaixamento para a Série C. Na tentativa de organizar a sua parte financeira, o Cruzeiro anunciou na sexta-feira da última semana, no dia 20, o pagamento da dívida, visto que o clube conseguiu vender o imóvel Campestre II, avaliado em 13 e 14 milhões de reais, segundo a Rádio Itatiaia. Após o pagamento, o cruzeirense ficou ansioso por uma notícia que foi divulgada, finalmente, nesta quinta, 26: o Al Wahda pediu o encerramento do processo e colocou um ponto final nesta longa e terrível história da instituição Cruzeiro Esporte Clube.

A integração da base no profissional

Na tentativa de descobrir bons nomes internamente, já que o Cruzeiro não pode fazer contratações, Vanderlei Luxemburgo deu indícios que pode utilizar alguns jogadores da base nas próximas partidas. O atacante Vitor Leque, artilheiro da base, e Riquelmy, atleta que atualmente joga como lateral-direito, não viajaram com o time sub-20, segundo a informação do jornalista Samuel Venâncio. Por isso, existe uma possibilidade que os jovens sejam aproveitados por Luxa nas próximas partidas, pois eles estão treinando com o time profissional. Boa sorte aos jovens!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments