Rivalidade histórica, favoritismo e vários craques: nesta quarta, Atlético e Flamengo protagonizam um grande jogo no Mineirão

Ele está de volta: Junior Alonso deve ser titular nesta noite. Foto: Pedro Souza / Atlético

A maior rivalidade interestadual entrará em campo nesta noite, no dia 07 de julho de 2021. Atlético e Flamengo nunca protagonizarão um jogo comum. O duelo é tratado como um dos maiores clássicos do Brasil por toda a história interligada entre os times. E a partida ganhou ainda mais evidência nas últimas temporadas, visto que Atlético e Flamengo chegaram nos últimos anos como favoritos ao título do Brasileirão. Com vários craques em campo, o clássico entre o time alvinegro e o rubro-negro será especial. Infelizmente, as apaixonadas torcidas seguem fora das arquibancadas e não poderão acompanhar mais um histórico duelo.

Nesta quarta-feira, 07, às 19 horas, o Atlético recebe o Flamengo no Mineirão para um importante duelo do Brasileirão. O jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2021 terá transmissão exclusiva do Premiere.

Rivalidade histórica, favoritismo e craques

A rivalidade entre Atlético e Flamengo dispensa adjetivos. Marcados pelos emblemáticos e polêmicos duelos da década de 80, onde o time carioca contava com Zico e a equipe mineira com Reinaldo, os clubes estiveram interligados pelos últimos 40 anos. Grandes jogos como em 2016, por exemplo, podem até ter definido o Brasileirão: 2 a 2 no Mineirão, onde o Palmeiras aproveitou e deixou os rivais para trás. Em 2020, o Atlético venceu as duas partidas – 5 a 0 no agregado -, mas, mesmo assim, o rival conseguiu ser campeão brasileiro. Portanto, Galo e Flamengo é, sempre, um campeonato à parte.

Outro exemplo importante evidencia que a rivalidade se sustentou até quando os times estavam em baixa: em 2004, quando ambas as equipes estavam mal, o Atlético goleou o rival por 6 a 1. Portanto, não seria agora, em um momento que os dois clubes estão muito bem, que a rivalidade iria perder a força.

Atlético e Flamengo são favoritos aos títulos que disputam: Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. Os rivais ainda não se enfrentaram neste ano, mas é possível que este confronto aconteça mais algumas vezes pelas outras competições. Grandes times, grandes objetivos e possíveis grandes clássicos ainda nesta temporada.

E este favoritismo dos rivais pode ser justificado pelos craques das equipes. Após passar uma temporada sem títulos, o Atlético buscou um reforço com história no futebol internacional e na seleção brasileira: Hulk é o destaque atleticano e enfrentará o Flamengo pela 1ª vez na carreira. Por outro lado, o Flamengo é fatal desde 2019 e contará com um ataque fortíssimo: Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro.

Os números e o momento

Atlético e Flamengo são favoritos, ostentam grandes elencos e estão fortes nas três competições que disputam, porém chegam nesta partida pressionados por razões diferentes. O Flamengo não consegue engatar uma sequência de triunfos e perdeu um clássico na última rodada. Com isso, Rogério Ceni está pressionado por uma parte da torcida. Já o Atlético venceu os últimos dois jogos, entrou no G-4, mas as atuações são decepcionantes e o time perdeu Nacho Fernández.

O Galo teve uma sequência ruim de resultados, duas semanas atrás, porém conseguiu se recuperar e voltou a vencer. Após conquistar um ponto em três jogos em meio ao surto de COVID-19, o time mineiro bateu o Atlético-GO por 4 a 1, em uma grande atuação, e o Cuiabá por 1 a 0, em uma partida muito ruim da equipe de Cuca. Neste momento, o Atlético está em 4º, com 16 pontos, e tem como missão se assegurar no G-4, visto que pode ganhar apenas a posição do Palmeiras, mas o time paulista tem que perder para o Grêmio, em casa. Vencer, vencer, vencer, este é o ideal do Atlético na partida para se distanciar até mesmo do próprio Flamengo e para não dar brechas para os adversários colarem no grupo dos quatro primeiros.

Já o Flamengo está pressionado pela sua colocação na tabela. É sabido que o time rubro-negro tem dois jogos a menos, porém a 10ª colocação e a irregularidade são questões inaceitáveis no time carioca: em sete partidas, o Flamengo somou 12 pontos – quatro vitórias e três derrotas. Além disso, o time está alternando entre uma vitória e uma derrota há cinco partidas: perdeu para o RB Bragantino, venceu o Fortaleza, foi derrotado pelo Juventude, bateu o Cuiabá e, na última rodada, perdeu para o rival Fluminense por 1 a 0, como mandante.

O clássico ainda reserva números incríveis no retrospecto: os times se encontraram em 66 oportunidades no Brasileirão e o time mineiro tem uma vitória de vantagem. Em resumo, o Galo bateu o rival 26 vezes, houve 15 empates e o Flamengo venceu o clássico em 25 partidas. Esta liderança no histórico entre as equipes no Campeonato Brasileiro foi alcançado após a última temporada, onde o Atlético venceu o time rubro-negro em duas oportunidades: 1 a 0 no Maracanã e 4 a 0 no Mineirão, em novembro de 2020, ainda sob comando de Jorge Sampaoli.

As escalações

Infelizmente para os atleticanos, Cuca terá um grande desfalque nesta partida crucial: Nacho Fernández está fora por uma lesão na coxa esquerda e o seu grande companheiro Hulk terá ainda mais responsabilidades – o camisa 7 deseja marcar gols no dia 7 do mês 7. Em contrapartida, o restante da escalação atleticana indica novidades positivas: o zagueiro Junior Alonso e o atacante Eduardo Vargas retornaram da Copa América e devem ganhar as vagas de Réver e de Nacho Fernández – Vargas seria deslocado para a esquerda e Tchê Tchê e Zaracho formariam o meio-campo. Hyoran e Marrony também brigam por uma vaga ofensiva no time atleticano. Além de Nacho, o Atlético segue com as ausências de Dodô, Keno, Rafael e Alan Franco, que se reapresentará nesta quinta-feira.

Provável escalação: Everson; Mariano, Igor Rabello, Alonso, Arana; Allan (Jair), Tchê Tchê, Zaracho; Savarino, Hulk, Vargas (Hyoran ou Marrony). Técnico: Cuca.

Por outro lado, o Flamengo também sofre com desfalques: Gabriel Barbosa, o Gabigol, e Everton Ribeiro continuam disputando a Copa América pela seleção brasileira e estão fora. Além dos dois selecionáveis, Vitinho está suspenso e Diego está lesionado. Porém, assim como o Atlético, o time treinado por Rogério Ceni ganhou reforços da competição continental: Isla e Arrascaeta retornaram e devem ser titulares. O uruguaio Arrascaeta tem boas lembranças em duelos frente ao Atlético, visto que atuou pelo Cruzeiro durante algumas temporadas e foi algoz do time alvinegro.

Provável escalação: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique, Filipe Luís; Willian Arão, João Gomes; Michael, Arrascaeta; Bruno Henrique, Pedro. Técnico: Rogério Ceni.

Atlético x Flamengo

10ª rodada do Brasileirão Série A de 2021
07/07/2021, 19:00 horas, Mineirão
Transmissão: Premiere
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Bruno Boschilia (PR).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments