Com mudanças no time titular, Cruzeiro enfrenta o Goiás na estreia de Mozart

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

A semana não foi nada tranquila para os torcedores cruzeirenses. No domingo passado, 06, o Cruzeiro duelou com o CRB no Mineirão: perdeu por 4 a 3, em um jogo maluco. Na quarta-feira, 09, a Raposa foi a Juazeiro jogar a Copa do Brasil: derrotada no tempo normal e nos pênaltis. Depois desses desastrosos resultados, principalmente ao levar em consideração que o time foi eliminado na competição de mata-mata, a diretoria azul celeste resolveu trocar o treinador: Felipe Conceição deu lugar ao ex-técnico do CSA, Mozart.

Neste sábado,12 de junho, o Cruzeiro enfrenta o Guarani no Mineirão. O jogo, que acontecerá às 21 horas, será válido pela 3ª rodada do Brasileirão Série B. Com mais um jogo em Belo Horizonte, a Raposa só tem uma missão: vencer.

Os números e o momento

O pior time no início de Série B e uma equipe que já está disputando na parte de cima da tabela. Este é o cenário do encontro entre o 20º colocado, Cruzeiro, e o dono do 5º lugar, Goiás.

O Cruzeiro ostenta o terrível momento: são três derrotas consecutivas e, em um recorte maior, desde 18 de abril, a equipe mineira perdeu seis de oito jogos. Se estes números não condizem com o tamanho do clube azul celeste, a quantidade de gols sofridos é ainda mais impactante: levou sete gols em duas partidas de Série B, um número inimaginável para a Raposa, time que teve uma defesa tão forte nas últimas temporadas. É certo que os atletas querem mudar esse momento ruim.

Já o Goiás entrará em campo motivado pelo bom início na 2ª divisão. Após ser rebaixado na última temporada, o time goiano tem como missão o retorno à Série A e o começo da caminhada foi positivo. Na estreia, o time de Pintado apenas empatou sem gols com o Sampaio Corrêa, mas, na última rodada, o Esmeraldino venceu o Confiança por 2 a 0. Portanto, além dos quatro pontos em seis jogos, o Goiás sequer sofreu gols neste Campeonato Brasileiro da Série B.

Enquanto o momento é um grande ponto negativo para o Cruzeiro, o retrospecto é amplamente favorável para a equipe do sudeste. Em 51 jogos, a Raposa venceu 28 partidas, houve nove empates e o Goiás ganhou 14 vezes. Como mandante, o time de Belo Horizonte venceu 19 dos 25 duelos, ou seja, tem amplo domínio.

Mais experiência em campo

O técnico Mozart chegou no dia anterior ao jogo, comandou apenas os treinos de sexta-feira e já irá para uma importante partida na sua estreia como treinador. Curiosamente – e infelizmente para os torcedores -, Mozart irá começar o seu trabalho sem contar com um dos principais jogadores da equipe cruzeirense e sem uma promessa da base.

O lateral-direito Raúl Cáceres e o meio-campista Marco Antônio testaram positivo para o coronavírus e estão isolados. Assim como todos, o Blog Bola Pra Frente deseja uma boa recuperação para os jogadores que, aparentemente, estão assintomáticos.

Por isso, o técnico recém-chegado terá que fazer mudanças defensivas e uma troca tem como intenção dar experiência ao time mineiro. Para a vaga de Raúl Cáceres, o Cruzeiro também não conta com Klebinho, e, por isso, Joseph será remanejado para a ala.

Como o ex-defensor do América estava sendo titular na Série B, a tendência era que o jovem Weverton entrasse na zaga, como foi nos jogos pela Copa do Brasil. No entanto, segundo informações do jornalista Samuel Venâncio, Mozart tende a atuar com Eduardo Brock ao lado de Ramon, dando mais experiência à defesa.

As escalações

Além destas questões defensivas, o técnico Mozart ainda possui algumas dúvidas nos onze iniciais. À frente da zaga, Matheus Neris e Adriano disputam a vaga de 1º volante. Um pouco adiante, ao lado de Rômulo, Matheus Barbosa é opção, mas Rafael Sobis também deve brigar pela vaga atrás do trio de atacantes.

Provável escalação: Fábio; Joseph, Eduardo Brock, Ramon, Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Rômulo, Rafael Sobis (Mattheus Barbosa); Airton, Bissoli, Bruno José. Técnico: Mozart.

Já o Goiás do ex-jogador Pintado chega nesta grande partida com força máxima. Com os mesmos desfalques do início de Série B – Albano, Everton Brito e Iago Mendonça seguem fora -, o Esmeraldino não precisará alterar nenhuma peça dos onze iniciais que venceram o Confiança no último final de semana. Além do ótimo goleiro Tadeu e o interminável lateral-direito Apodi, o Goiás conta com uma ótima dupla de ataque: Alef Manga e Bruno Mezenga prometem muito gols na 2ª divisão.

Provável escalação: Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo, Hugo; Breno, Caio Vinicius, DIeguinho, Elvis; Alef Manga, Bruno Mezenga. Técnico: Pintado.

Cruzeiro x Goiás

3ª rodada do Brasileirão Série B de 2021
12/06/2021, 21:00 horas, Mineirão
Transmissão: Premiere
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (RO).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments