O jogo mais esperado do dia! Cruzeiro e Confiança duelam na estreia da Série B em busca de um objetivo: o acesso

Até Felipe Conceição sabe da importância deste jogo. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Dois times em busca de um grande objetivo. Duas equipes azuis que desejam coroar o sábado de muitos torcedores com uma vitória. Um jogo esperado há semanas. Não. Não trata-se da final da Champions League entre Chelsea e Manchester City, mas sim da estreia da Série B entre Cruzeiro e Confiança. O time mineiro e o clube sergipano fizeram campanhas medianas na última 2ª divisão e, certamente, irão estrear com muita vontade de iniciar a complicada competição com o “pé direito”. É certo que este jogo é o mais esperado do dia!

Neste sábado, 29, Confiança e Cruzeiro duelam na Arena Batistão, em Aracaju, no Sergipe. O jogo é válido pela 1ª rodada da Série B, ou seja, será o capítulo inicial de uma trama que irá até o fim de 2021 com 38 batalhas. Certamente, o Dragão e a Raposa desejam iniciar essa competição com três pontos.

O momento

A grande coincidência é que os rivais deste sábado não entram em campo há 20 dias e foram eliminados na mesma fase do estadual. Não conseguindo alcançar a final dos campeonatos locais, Cruzeiro e Confiança chegam mais pressionados pelas suas torcidas, visto que o acesso à Série A é a grande ambição dos seus torcedores.

O Cruzeiro jogou pela última vez em 09 de maio pelo Campeonato Mineiro, quando perdeu por 3 a 1 para o América, placar que acarretou a eliminação. O time passou 20 dias apenas treinando e acompanhou a final do estadual entre o Coelho e o Atlético. Em meio a esta intertemporada, vários fatores extracampo, como a saída do diretor de futebol, podem ter sido prejudiciais ao time que já não vivia grande momento. Desde a partida contra o Pouso Alegre, em 18 de abril, a Raposa fez quatro jogos, perdeu três e venceu apenas o Patrocinense, equipe que não tinha objetivos no Mineiro na oportunidade.

Já o Confiança não teve um bom início de temporada e, até por isso, trocou de treinador: Rodrigo Santana, ex-técnico do Atlético e do URT, assumiu a equipe no lugar de Daniel Paulista. O técnico aproveitou os 21 dias que o Dragão ficou sem jogar para treinar bastante, já que o time ficou fora da final do Campeonato Sergipano após perder para o Sergipe na semifinal, eliminação que gerou a demissão de Daniel Paulista. A última partida do time, em 08 de maio, foi justamente uma derrota para o rival Sergipe, em casa.

Os números

Mesmo com as eliminações precoces e indesejadas pelos torcedores, os rivais desta estreia da Série B tiveram alguns bons números na atual temporada.

O Cruzeiro ostentou o feito de ter a melhor defesa da fase inicial do Mineiro, quando segurou o ataque do rival Atlético e sofreu apenas quatro gols em 11 jogos. No entanto, os cinco gols sofridos nas partidas da semifinal contra o América causaram contestações dos torcedores cruzeirenses. Em resumo, o time fez 15 jogos na temporada 2021, venceu sete partidas, houve três empates e perdeu em cinco oportunidades, ou seja, aproveitamento de 53,3%.

O mandante da partida não está em uma temporada tão boa e a colocação na Copa do Nordeste evidencia isso: a equipe ficou em 6º no grupo de oito equipes, ou seja, sequer se classificou para a fase final do regional – venceu apenas um jogo na competição. Além disso, o Confiança foi eliminado da Copa do Brasil após perder para o 4 de Julho, time do Piauí. Mesmo assim, o torcedor do Dragão tem um número para ficar “feliz”: a equipe sofreu somente três gols nas últimas seis partidas. Resumindo, em 21 jogos, o Confiança venceu oito duelos, empatou em oito oportunidades e perdeu cinco vezes, ou seja, aproveitamento de 50,7%.

O histórico do confronto é bem curto, mas ligeiramente favorável ao Cruzeiro. Em quatro duelos, a Raposa venceu dois jogos, houve um empate e o Confiança ganhou uma partida. A questão é que os dois triunfos cruzeirenses aconteceram em 1976, pelo Brasileirão, enquanto o empate e a vitória do Dragão ocorreram na Série B de 2020.

As escalações

O Cruzeiro viajou para Aracaju e, logo na lista de relacionados, Felipe Conceição surpreendeu a todos. O treinador sequer relacionou Claudinho, Eduardo Brock e Marcinho, enquanto optou por Marco Antônio e Paulo, crias da base que contaram com apoio da torcida após a informação que ambos iriam sair por empréstimo. Os jovens não devem ser titulares, mas é um indício importante para a sequência deles na Raposa.

A escalação do técnico Felipe Conceição deve contar com apenas uma mudança: Joseph irá assumir a titularidade no lugar de Weverton e realizará a sua estreia com a camisa cruzeirense. Além do defensor, o outro reforço que chegou nesta “intertemporada” foi o volante Flávio. A cria do América também foi relacionada e briga com Adriano e Matheus Barbosa por uma vaga no meio-campo. Aparentemente, Flávio iniciará no banco.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Joseph, Ramon, Matheus Pereira; Adriano, Matheus Barbosa, Rômulo; Bruno José, Rafael Sóbis, Airton. Técnico: Felipe Conceição.

Já o Confiança contará com a estreia do treinador Rodrigo Santana. O ex-técnico do Atlético treinou a equipe nas últimas semanas, perdeu alguns jogadores – por exemplo, Bruninho, cria do Galo – e recebeu seis reforços. A tendência é que o técnico mantenha a formação-base do time, a qual conta com Neto Berola, jogador que também tem passagem (vitoriosa, por sinal) pelo Atlético, rival do Cruzeiro.

Provável escalação: Rafael Santos; Caíque Sá, Victor Sallinas, Bareiro, João Paulo; Bruno Sena, Rafael Vila; Marcelinho, Álvaro, Neto Berola; Cristiano. Técnico: Rodrigo Santana.

Confiança x Cruzeiro

1ª rodada do Brasileirão Série B de 2021
29/05/2021, 16:30 horas, Arena Batistão
Transmissão: Premiere
Árbitro: André Rodrigo Rocha (TO)
Assistentes: Cipriano da Silva Sousa (TO) e Samuel Smith Nobrega Silva (TO).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
leo pardense

hoje é dia de dar gargalhadas das marias

Luiz Costa

Temporada passada foi mediana pra rapozinha?
O timinho quase caiu!!! Era ‘maria soca tudo’ de todos os times do campeonato!!!
Quase foi uma tragédia de 3a divisão e o reporter escreve que foi mediana. Só engana a débil inteligência dos azulinos!

Álvaro Moreira

Tenho confiança de que as marias arrombadas vão continuar se ferrando na B!!! Já tomando naba de 3 X 1

ivan junior

Tenho Confiança que o Despejado EC vai passar mais um ano na série B.