O que o já classificado Atlético disputa na Libertadores e quando será possível poupar os titulares?

Patch da Conmebol Libertadores, a ambição atleticana. Foto: Pedro Souza / Atlético

O representante de Minas Gerais na Libertadores de 2021 se garantiu no mata-mata com duas rodadas de antecedência. O Clube Atlético Mineiro chegou ao 10º ponto na competição continental, abriu uma vantagem de sete tentos para o 3º colocado, se garantiu na fase final e está mais próximo da “Glória Eterna”.

Líder do grupo H, o time de Cuca está em ótima fase e venceu as três últimas partidas na Libertadores, ou seja, tropeçou apenas na estreia, em um jogo ruim do time contra o Deportivo La Guaira. Por isso, faltam dois jogos para o Atlético terminar a fase de grupos e, mesmo classificado, o time mineiro tem objetivos a serem cumpridos.

Duas importantes questões devem ser disputadas pelo Galo nestas rodadas restantes da Libertadores, mas, em meio a um calendário tão apertado, quando será possível poupar os titulares? O Blog Bola Pra Frente elencou o que o Atlético ainda disputará nesta reta final da fase de grupos e o que é necessário fazer para descansar os principais atletas.

Duas disputas

Ao fim da 4ª rodada, o Atlético tem 10 pontos e é líder do grupo H. O Cerro Porteño-PAR está em 2º, com sete tentos, seguido do Deportivo La Guaira-VEN com três e o América de Cali com apenas um ponto conquistado na atual edição da Libertadores. Faltando duas partidas nesta fase inicial, o Galo está classificado e o América está, praticamente, eliminado.

Em meio à classificação, o time de Cuca ainda tem duas importantes disputas no grupo H. A primeira é bem clara: ser líder do grupo para enfrentar 2º colocados nas oitavas, adversários que, teoricamente, serão mais fracos. Para se garantir, sem correr riscos, o Atlético tem que vencer o Cerro na próxima partida. Em caso de empate com a equipe paraguaia, o Galo irá praticamente assegurar a liderança, já que o Cerro teria que tirar o saldo já adquirido pelo Atlético na última rodada – além disso, o time alvinegro teria que ser derrotado pelo La Guaira, em casa. Se perder, a última rodada, com jogos simultâneos, será importantíssima para Cerro e Galo brigarem pela liderança.

Além de ser líder do grupo, outro objetivo paira sobre a Cidade do Galo. Se conseguir garantir a 1ª colocação, o Atlético deve brigar pela melhor posição geral na fase inicial da Libertadores. Ser o melhor time da fase de grupos garante ao time a possibilidade de decidir em casa todos os duelos de mata-mata. Mesmo sem torcida, jogar em Belo Horizonte pode ser importante para o Galo pelo deslocamento e cansaço. Se não conseguir a 1ª colocação geral, tentar ficar em 2º ou 3º pode ser um ótimo caminho para jogar em casa as primeiras decisões da fase final da competição continental.

Atualmente, o Palmeiras é o melhor time da fase de grupos com 12 pontos conquistados e o Galo tem a segunda melhor campanha, com 10 tentos e 7 gols de saldo. Este último critério deixa o Flamengo atrás do Atlético, visto que o time carioca também tem 10 pontos, mas apenas cinco gols de saldo. Sendo assim, a equipe mineira deve vencer os seus jogos restantes e torcer contra o Palmeiras para conseguir a 1ª posição geral.

Poupar o time titular

O Atlético teve apenas uma semana livre, com muitos treinamentos, nos últimos 50 dias. Desde o início de maio, o Galo está em uma intensa rotina de jogos e o calendário irá seguir apertado.

Com o início do Brasileirão e a entrada na Copa do Brasil, o Atlético já tem marcado jogos na quarta e domingo até o início de julho, ou seja, o time de Cuca ficará três meses sem uma semana para descansar os jogadores. Sendo assim, os principais atletas e participantes do time titular devem ganhar descanso e o forte elenco atleticano será testado em algumas oportunidades.

E neste ponto entra a importância de vencer ou pelo menos empatar contra o Cerro Porteño na próxima quarta-feira, 19, às 21:00, no Paraguai. Caso não perca para o rival, o time mineiro ficará em uma ótima condição para garantir o principal objetivo: a liderança do grupo H. Desta maneira, o Atlético iria depender apenas de si no último jogo da fase de grupos.

E a partida final tende a não ser tão complicada para o Atlético. O Galo enfrenta o Deportivo La Guaira-VEN, em casa, em um possível jogo que a classificação do time venezuelano esteja impossível de acontecer. Portanto, o Galo poderia enviar para campo uma equipe reserva em meio ao fim do Mineiro e o início do importantíssimo Campeonato Brasileiro.

Por isso, para descansar os titulares na última rodada com certa tranquilidade, o Galo, mesmo classificado, deverá vencer o Cerro Porteño, no Paraguai. Ainda haverá muitas batalhas em busca da “Glória Eterna”!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments