Desejando repetir a atuação do clássico, Cruzeiro enfrenta o América-RN nesta noite, em jogo que vale 1,7 milhões

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro está na sua melhor fase desde a reta final de 2019. Após ser rebaixado naquela fatídica temporada e ir muito mal em 2020, a Raposa está tentando se reerguer e vive um grande momento. Após quatro partidas sem sofrer gols, três triunfos seguidos e uma vitória sobre o badalado rival Atlético, o Cruzeiro entra em um jogo importantíssimo com muita confiança e com o desejo de repetir a atuação do clássico. A equipe azul celeste irá enfrentar o América-RN pela Copa do Brasil, em jogo que vale 1,7 milhões de reais. 

Nesta quarta, 14, às 21:30, o hexacampeão da Copa do Brasil – maior campeão -, Cruzeiro, enfrenta o América-RN na Arena das Dunas, estádio de Copa do Mundo localizado em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Este jogo é válido pela 2 ª fase da Copa do Brasil 2021.

A classificação

Diferentemente da fase inicial, o jogo pode ser definido nos pênaltis no 2° estágio da Copa do Brasil. América-RN e Cruzeiro irão jogar pela 2ª fase e quem vencer estará classificado. Se houver empate, haverá disputa de penalidades máximas, regra diferente da 1ª fase, onde o time melhor ranqueado se classificava com o empate – o Cruzeiro passou pelo São Raimundo-RR desta forma. Por isso, os jogadores devem ter muita atenção durante os 90 minutos para se classificar.

E a classificação para a 3ª fase pode render aos clubes mais uma quantia valiosa. O Cruzeiro já garantiu 2,5 milhões de reais pelas participações na 1ª e na 2ª fase, mas, principalmente devido à forte crise financeira, a Raposa precisa ir mais longe na Copa do Brasil deste ano. Se conseguir passar de fase frente ao América-RN, o time azul celeste garante mais 1,7 milhões. Veja aqui todas as premiações.

Além da premiação considerável, a chegada na 3ª fase pode ser importante para as equipes. A partir deste estágio da Copa do Brasil, os times que disputam a Libertadores são incluídos e o nível da competição sobe. É importante ressaltar que, mesmo sendo uma equipe gigante, o Cruzeiro não enfrenta um time de elite – fora os rivais mineiros, obviamente – desde o rebaixamento. Pelo tamanho da instituição, o Cruzeiro Esporte Clube, certamente, deseja voltar a disputar títulos e fases eliminatórias com os clubes mais tradicionais do futebol brasileiro.

Os números e o momento

Após eliminar o São Raimundo-RR sem convencer, o Cruzeiro teve alguns outros jogos ruins, mas a pausa de nove dias do futebol mineiro fez bem ao time de Felipe Conceição. A equipe mineira não sofreu gols após o retorno – o último tento sofrido foi em 21 de março-, venceu os três últimos jogos e vem de um importantíssimo triunfo sobre o rival Atlético. A vice-liderança do estadual deixa claro que o time está mais confiante e vencer o América-RN é crucial para as pretensões cruzeirenses.

Já o América-RN é líder do estadual, mas não vem em um grande momento. Após uma ótima fase, a pausa do Campeonato Potiguar fez mal à equipe e o Mecão perdeu a invencibilidade no último jogo, contra o Palmeira-RN. Além da falta de confiança após perder esta partida, o time jogou apenas este jogo nos últimos 30 dias, ou seja, pode faltar ritmo. Mesmo assim, depois de eliminar o Real Brasília, o América, time que joga a Série D do Campeonato Brasileiro, sonha em surpreender a tradicional Raposa e buscar a classificação.

O retrospecto do duelo é equilibrado, mas o Cruzeiro tem uma leve vantagem. Em sete jogos disputados, a equipe de Minas Gerais venceu três vezes, houve empate em duas oportunidades e o América-RN saiu de campo com a vitória em duas partidas. O último jogo dos times em Natal aconteceu pelo Brasileirão de 2007 e o Cruzeiro venceu por 2 a 1. Uma curiosidade é que estas sete partidas aconteceram somente pelo Brasileirão, ou seja, o duelo desta noite será o primeiro eliminatório entre os times.

As escalações

Para esta importante decisão, Felipe Conceição não terá grandes problemas. O técnico cruzeirense está mantendo uma escalação-base nos últimos jogos e as ideias estão dando certo, visto os resultados e a confiança da equipe azul celeste. Com a saída de Manoel, Weverton deve seguir como titular, visto que o zagueiro de 18 anos mostrou potencial. As únicas ausências da Raposa são alguns jogadores experientes que não atuaram pelo Cruzeiro em 2021: Ariel Cabral, Henrique e Léo.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Weverton, Ramon, Matheus Pereira; Adriano, Matheus Barbosa, Marcinho (Rômulo); Bruno José, Rafael Sobis, Airton. Técnico: Felipe Conceição.

Já o América-RN tem desfalques na defesa. O técnico Evaristo Piza não terá o defensor Flávio Boaventura à disposição e o treinador do time potiguar deve optar por Ian Carlo e Alisson Brand como dupla de zaga. Além da possível estreia do meio-campo Geovani, o América tem mais um destaque para a partida: Wallace Pernambucano. O centroavante marcou 19 gols na última temporada, já balançou as redes adversárias três vezes nesta temporada e, certamente, deseja mostrar serviço contra um grande clube como o Cruzeiro.

Provável escalação: Samuel; Éverton Silva, Ian Carlo, Alisson Brand, Peri; Felipe Guedes, Serginho, Romarinho; Caxito, Wallace Pernambucano, Geovani. Técnico: Evaristo Piza.

América-RN x Cruzeiro

2ª fase da Copa do Brasil de 2021
14/04/2021, 21:30 horas, Arena das Dunas
Transmissão: Globo Minas, SporTV 2 e Premiere
Árbitro: Jefferson Ferreira de Morais (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários