Curtas | A saída de Manoel, Raposa interessada em um colombiano, datas dos jogos da Libertadores, mais um estrangeiro no Galo e muito mais. Resumo semanal de Cruzeiro e Atlético

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O blog Bola Pra Frente traz um resumo semanal das notícias dos gigantes mineiros, com informações rápidas, pontuais e que deixam o torcedor atualizado sobre Cruzeiro e Atlético.

Cruzeiro

Três pontos para dar confiança

Na última quarta-feira, 07, o Cruzeiro entrou em campo contra o Coimbra e venceu a modesta equipe de Contagem por 2 a 0. Os gols de William Pottker e Felipe Augusto foram marcados na reta final da 2ª etapa e ambos foram originados por bons lançamentos de Weverton e Rômulo, respectivamente. Com a vitória, a Raposa conseguiu entrar no G-4 e ganhou confiança para a sequência difícil.

A imagem do Cruzeiro resplandece

A Raposa mostrou que, mesmo em uma tremenda crise, o time pode ser muito competitivo e venceu o clássico frente ao Atlético. No último domingo, o Cruzeiro enfrentou o Galo no Mineirão e a equipe azul celeste bateu o time alvinegro por 1 a 0, graças ao gol de Airton, o qual foi marcado no início do 2º tempo. O placar e o bom desempenho surpreendeu até os próprios torcedores, visto que o time tem um elenco, investimento e objetivos inferiores que o seu rival, mas os jogadores se superaram e bateram o Atlético no importante clássico. Além disso, o Cruzeiro assumiu a vice-liderança do Mineiro.  

100 anos de clássico

O confronto do último final de semana marcou mais um importante capítulo da história do clássico mineiro. Surpreendentemente, o Cruzeiro venceu o Atlético por 1 a 0, mesmo com um elenco bem inferior. O jogo foi ainda mais importante porque, no próximo sábado, 17, irá completar 100 anos do primeiro jogo entre as equipes e, portanto, o clássico chegará a uma marca centenária. Dentre esta linda rivalidade, discussões, polêmicas e diálogos chamam a atenção. O Blog listou alguns destes pontos: 6 a 1 ou 9 a 2, ter mais taças ou ganhar um título importante sobre o rival? Veja!

Saída de Manoel

O Cruzeiro teve uma baixa importante para o clássico de última hora. O zagueiro Manoel treinou normalmente até o sábado, mas, no dia 10, o defensor procurou a diretoria e pediu para não atuar no jogo contra o Atlético. Segundo Manoel, ele não estava focado na partida pois estava negociando com outra equipe. Desta maneira, o atleta não irá vestir mais a camisa do Cruzeiro, pois o seu contrato se encerraria no mês de junho, já foi publicada a rescisão do vínculo no BID e ele está com negociações adiantadas com o Fluminense. Ao divulgar uma nota oficial sobre o assunto, o Cruzeiro fez questão de ressaltar que os salários oferecidos estão fora da realidade cruzeirense e, por causa desta questão, Manoel não jogará mais pela Raposa.

Caso Cacá

Outra notícia envolvendo os zagueiros do Cruzeiro da última temporada repercutiu muito nos bastidores. Segundo informações do Ge.com, o zagueiro Cacá entrou com um processo na Justiça do Trabalho requerendo parte dos salários atrasados e verbas rescisórias do acordo feito com o Cruzeiro. O zagueiro deixou claro em manifestações nas redes sociais que não queria levar o caso à Justiça, porém não havia outro caminho para ele receber o que é direito dele. A primeira audiência está marcada para 27 de abril.

Colombiano chegando?

Nesta última segunda, 12, um estrangeiro foi ventilado nos bastidores do Cruzeiro: Yeison Guzmán. Buscando nomes ofensivos, a Raposa está interessada em contratar o meio-campista de 23 anos que joga na sua terra natal, pelo Envigado, equipe colombiana. O interesse existe por parte de André Mazzuco, diretor de futebol da Raposa, que tentou contratar o jogador para o Vasco quando trabalhava lá. Porém, a crise financeira é um empecilho. Segundo informações da Rádio VBar Caracol, da Colômbia, o negócio gira em torno de 2 milhões de dólares (11,4 milhões de reais), um valor fora da realidade cruzeirense. Além disso, o agente do jogador disse que é muito difícil o negócio acontecer porque o jogador não deseja ir para um time que não paga salários em dia.

Ex-lateral Jonathan tem espaço no elenco?

O lateral-direito Jonathan deu uma entrevista exclusiva ao Ge.com e falou sobre o seu carinho pela Raposa. O jogador de 35 anos esteve na Toca entre 2004 e 2010 e fez mais de 200 jogos com a camisa azul celeste. Jonathan está livre no mercado desde o final do Brasileirão e ainda está pensando no seu futuro. As incertezas do atual momento pandêmico são problemas para ele assinar com algum time e ele está pensando. Segundo o lateral, ele tem um carinho enorme pelo Cruzeiro, mas não houve sondagem da diretoria e sim apenas uma conversa entre o seu representante e a equipe mineira. Não houve proposta, porém, o torcedor cruzeirense acredita que Jonathan tem espaço neste elenco? Deixe a sua opinião.

De volta ao Mineirão

Por causa da parte financeira, o Cruzeiro trocou de casa no final da última temporada. A equipe azul celeste mandou os seus últimos cinco jogos como mandante no Independência, porém, no Campeonato Mineiro de 2021, a Raposa havia retornado para o Gigante da Pampulha. E, na última semana, o Ge.com confirmou que o Cruzeiro irá mandar todas as suas partidas do estadual no Mineirão. Existe a possibilidade de permanecer no maior estádio de Belo Horizonte para a Série B deste ano, porém ainda não houve negociações sobre isso.

Atlético

Vitória protocolar

Sem alguns titulares, o Atlético não fez uma grande partida na última quarta-feira, 07, mas venceu o Pouso Alegre por 1 a 0 e conseguiu se isolar na liderança do Campeonato Mineiro. O time de Cuca não contou com Nacho Fernández e entrou em campo com uma escalação diferente, já que Eduardo Sasha estava jogando ao lado de Eduardo Vargas, em um 4-2-4. E quem balançou as redes foi o atacante chileno. Em cruzamento de Keno, Vargas cabeceou e fez o único gol de um jogo bem ruim.

Derrota inesperada

Uma derrota inesperada no clássico, contudo, muito justa por causa do nível de atuação das equipes. O Atlético esteve desligado durante os 90 minutos e a desorganização fez com que Fábio trabalhasse apenas uma vez. Enquanto isso, o Cruzeiro pressionava, mostrava muita raça e conseguiu marcar o seu gol aos 17 do 2º tempo, com Airton. Por isso, o tradicional clássico mineiro ficou marcado pelo placar de 1 a 0 para a Raposa sobre o Galo. O time alvinegro segue isolado na liderança, quatro pontos à frente do Cruzeiro.

100 anos do clássico

O resultado do último final de semana não foi o placar esperado pelos atleticanos, porém o clássico ganhou mais um importante capítulo após a vitória cruzeirense. E, curiosamente, o duelo dos maiores times de Minas Gerais está chegando em um número especial: no próximo sábado, 17, o clássico irá completar 100 anos da primeira partida e esta marca é emblemática para uma rivalidade tão linda. Dentre estes 100 anos, discussões, polêmicas e diálogos chamam a atenção. O Blog listou alguns destes pontos: 6 a 1 ou 9 a 2, ter mais taças ou ganhar um título importante sobre o rival? Veja!

Menos balão e mais organização

Após o clássico perdido, os atleticanos reclamaram bastante – com muita justiça – da atuação da equipe alvinegra. O Galo jogou muito mal e não mostrou o talento esperado. E um dos pontos principais que deve ser criticado é a quantidade exagerada de lançamentos na partida. Por isso, o time recebeu o recado depois do clássico: deve dar menos o balão e ter mais organização. Veja a crítica aqui e confira alguns números curiosos!

Tchê Tchê anunciado

No início da semana, precisamente na terça-feira, 06 de abril, o Atlético anunciou a chegada do volante Tchê Tchê. Como adiantado no último “Curtas”, o atleta chegou na Cidade do Galo emprestado pelo São Paulo e permanecerá em Minas Gerais até o fim de maio de 2022. O Atlético tem a opção de compra e o torcedor atleticano pode encontrar mais detalhes financeiros e esportivos desta contratação aqui!

Atacante estrangeiro na área

Seguindo com o modelo de captação implementado por Júnior Chávare – um método agressivo em busca de jovens de outras equipes para vir para a base -, o Atlético reforçou o seu time sub-20 com um jogador estrangeiro. Segundo o Ge.com, o atacante Diego Acosta deve ser anunciado nos próximos dias. O atleta tem 18 anos, tem passagens pela seleção de base paraguaia e chega sem custos no Atlético após deixar o Libertad, equipe tradicional do Paraguai.

Sorteio dos grupos da Libertadores

Na última sexta-feira, 09, o Atlético não entrou em campo, mas a torcida alvinegra, certamente, ficou bem tensa ao assistir o sorteio da Copa Libertadores da América de 2021. Neste sorteio, realizado em Luque, no Paraguai, ficou definido quais serão as equipes que o Atlético irá enfrentar na 1ª fase da competição continental. A tensão da torcida passava justamente pela possibilidade de enfrentar grupos complicados, os quais poderiam contar com Boca Juniors ou River Plate. Porém, o Atlético foi sorteado para enfrentar o Cerro Porteño, América de Cali e Deportivo La Guaira. Veja aqui o retrospecto contra estas equipes!

As datas dos jogos da Libertadores

O grupo H ficou definido na última sexta-feira, 09, e a CONMEBOL divulgou, nesta segunda-feira, 12, as datas dos confrontos do Atlético na Libertadores 2021. O time jogará os seis jogos desta primeira fase em um intervalo de seis semanas, ou seja, um jogo por semana a partir da próxima semana. As datas dos confrontos são:

  • 21/4 (quarta) – Deportivo La Guaira (VEN) x Atlético – 19 horas
  • 27/4 (terça) – Atlético x América de Cali (COL) – 21:30
  • 04/05 (terça) – Atlético x Cerro Porteño (PAR) – 19:15
  • 13/5 (quinta) – América de Cali (COL) x Atlético – 21 horas
  • 19/5 (quarta) – Cerro Porteño (PAR) x Atlético – 21 horas
  • 25/5 (terça) – Atlético x Deportivo La Guaira (VEN) – 20:30

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.