Após exatamente 400 dias, hoje tem clássico mineiro! Veja como Cruzeiro e Atlético irão se enfrentar nesta tarde

Foto: Bruno Cantini / Atlético

Em 07 de março de 2020, os torcedores de Atlético e Cruzeiro tiveram o prazer de ver o clássico de Minas Gerais pela última vez. Naquele tempo, a torcida ainda comparecia ao Mineirão – último jogo com torcida – e o mundo ainda estava “normal”. Na semana seguinte, o coronavírus se tornou o principal assunto e a situação de todos mudou completamente. 400 dias depois, em um mundo com tanta tragédia, os mineiros merecem um momento de alegria: hoje tem clássico mineiro!

Neste domingo, 11, às 16 horas, o Cruzeiro recebe o Atlético no Mineirão. O jogo é válido pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro de 2020 e terá transmissão da TV Globo Minas, visto que o clássico está marcado para o horário nobre da televisão brasileira.

A rivalidade

As duas maiores equipes de Minas Gerais. Dois dos maiores clubes do Brasil. Multicampeões e times que contam com torcidas apaixonadas. Atlético e Cruzeiro são rivais que têm uma história interligada e se completam em muitos assuntos. Galo e Raposa andam em caminhos diferentes, mas “bebem da mesma água”: o amor do torcedor mineiro pelo futebol. O Blog fez uma matéria sobre estas particularidades do clássico, além de algumas estatísticas, polêmicas e capítulos históricos. Confira!

E esta rivalidade histórica chega em uma marca emblemática: 100 anos do primeiro clássico. O confronto inaugural deste duelo aconteceu em 17 de abril de 1921 e a Raposa venceu por 3 a 0 no Estádio Prado Mineiro. Portanto, no próximo sábado, 17, o clássico completará 100 anos, em mais um lindo marco para o tão importante duelo entre as equipes de Minas Gerais. 

Um ponto importante da rivalidade é o retrospecto. Como destacado e melhor detalhado aqui, o Atlético tem vantagem, mas com os números sendo divergentes. E, para a infelicidade dos cruzeirenses, o histórico recente também é favorável ao lado alvinegro de Belo Horizonte. O Galo venceu três dos últimos quatro confrontos, sendo a última vitória do Cruzeiro em julho de 2019, ou seja, o Atlético está há quatro jogos invictos. Além disso, nos últimos dez duelos, a equipe alvinegra ganhou quatro vezes, houve quatro empates e a Raposa venceu em apenas duas oportunidades. 

Os números e o momento

O confronto da 9ª rodada do Campeonato Mineiro pode ficar marcado por uma consolidação do Cruzeiro no G-4 ou uma vantagem ainda maior do Atlético no 1º lugar, podendo até se garantir na liderança da fase inicial do estadual.

Com 21 pontos conquistados em 24 disputados, o Atlético é líder do estadual desde a primeira rodada e coloca em campo o seu favoritismo. Na última partida, o Galo venceu o Pouso Alegre por 1 a 0, em uma apresentação sem tanto brilho. Já o Cruzeiro está na 3ª posição com 14 pontos e quer continuar no grupo de classificação para a fase final do Mineiro. Na última rodada, a equipe de Felipe Conceição venceu o Coimbra por 2 a 0. 

Se vencer e o América tropeçar, o Atlético irá se garantir na 1ª colocação da fase inicial do Mineiro com duas rodadas de antecedência, podendo rodar ainda mais os seus jogadores nas partidas finais desta 1ª fase. Já o Cruzeiro, pode alcançar a vice-liderança e ficar apenas quatro pontos do Galo, em caso de vitória. Porém, uma derrota poderia acarretar uma saída do G-4, grande objetivo da Raposa na competição.

A grande diferença entre as equipes, além do investimento e elenco, obviamente, são os números de gols feitos neste Mineiro. O Atlético marcou 20 gols em oito jogos e é, com boa vantagem, o melhor ataque do estadual. Em contrapartida, o Cruzeiro fez apenas sete gols em oito partidas e tem média abaixo de um gol por jogo. Felizmente para a torcida azul celeste, o time de Felipe Conceição tem a melhor defesa da competição e sofreu apenas três gols no Mineiro.

As escalações

Cruzeiro

O Cruzeiro de Felipe Conceição teve apenas um desfalque diferente no último jogo contra o Coimbra: Manoel estava suspenso e o jovem zagueiro Weverton o substituiu. Teoricamente, o bom defensor da Raposa retornaria neste jogo e as ausências do Cruzeiro seriam apenas Ariel Cabral, Henrique e Léo, jogadores que não atuam há muito tempo. Porém, neste sábado, 10, o zagueiro Manoel pediu para deixar a equipe azul celeste e não irá entrar em campo no clássico. Por isso, Eduardo Brock e Weverton brigam por uma vaga. 

Outras duas brigas mexem com a cabeça de Conceição. Rômulo disputa com Marcinho uma vaga no meio-campo, enquanto na ponta, Airton não foi muito bem no último jogo e vê a sombra de Felipe Augusto e William Pottker, autores dos gols do último triunfo.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Weverton (Eduardo Brock), Matheus Pereira; Adriano, Matheus Barbosa, Rômulo (Marcinho); Bruno José, Rafael Sobis, Felipe Augusto (Airton ou William Pottker). Técnico: Felipe Conceição.

Atlético

Já o Galo de Cuca, poupou alguns jogadores na última rodada e tende a vir para o clássico com força máxima. Por exemplo, o argentino Nacho Fernández sequer foi relacionado para o jogo contra o Pouso Alegre e voltará à armação do time. Mesmo assim, Cuca tem dúvidas na defesa – Igor Rabello ou Réver – e na ponta-direita, já que Hulk é o nome mais badalado, mas Savarino está melhor e mais preparado para o jogo deste domingo.

Devido às lesões, Diego Tardelli e Jair não devem ser relacionados. O atacante e ídolo alviengro é um dos maiores artilheiros do clássico e tem ótimas recordações contra a Raposa, mas não conseguirá entrar em campo neste domingo.

Provável escalação: Éverson; Guga, Réver (Igor Rabello), Alonso, Arana; Allan, Zaracho, Nacho Fernández; Savarino (Hulk), Eduardo Vargas, Keno. Técnico: Cuca.

Cruzeiro x Atlético

9ª rodada do Campeonato Mineiro
11/04/2021, 16:00 horas, Mineirão
Transmissão: Globo Minas, SporTV e Premiere
Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.