Análise | Atleta com mais minutos na temporada, Igor Rabello está preparado para ser titular do Atlético?

Foto: Pedro Souza / Atlético

Por Pedro Bueno

O principal desejo de uma parte da torcida atleticana no mercado é a contratação de um zagueiro. As falhas da temporada passada e a falta de confiança em alguns nomes levam a uma parcela da massa do Galo a pedir um novo defensor. O Atlético entende que é uma posição que pode até precisar de uma peça, mas a Libertadores tende a começar em menos de um mês e o Galo não apresentou nenhuma novidade para a zaga.

A principal competição da temporada atleticana deve começar na semana do dia 20 de abril e o Galo pretende entrar com um time forte desde o primeiro momento. Devido à paralisação do Campeonato Mineiro, a qual foi motivada pelo momento caótico do coronavírus, o Atlético ficará dez dias apenas treinando e voltará a campo somente no próximo dia 1º de abril.

Portanto, o técnico Cuca terá treinamentos e alguns jogos do estadual para decidir sua dupla de defensores. O paraguaio Junior Alonso é o grande destaque do setor e domina o lado esquerdo. Porém, a outra vaga, pela direita, tem dois concorrentes: Igor Rabello e Réver.

O capitão da Libertadores está com 36 anos e apresenta algumas limitações físicas, principalmente na velocidade. Já Igor Rabello tem apenas 25 anos e começou a temporada muito bem. O defensor é o único atleta que atuou em todos os 450 minutos nesta nova temporada e marcou dois gols, além de dar uma assistência e atuar muito bem na parte defensiva – dois gols sofridos em cinco partidas. Rabello está preparado para ser titular do Atlético?

As temporadas

Igor Rabello da Costa, atleta que completa 26 anos no próximo mês, chegou no Atlético em 2019 e foi titular logo na sua primeira temporada. O jogador havia se destacado no Botafogo e o Atlético o contratou. Em meio a uma temporada muito irregular da equipe alvinegra, Igor teve altos e baixos e, mesmo como titular, não conseguiu adquirir muita confiança. Em 2020, o atleta viu Jorge Sampaoli escalar Réver e Alonso como titulares e ficou como opção no banco.

Porém, mesmo com a titularidade dos dois talentosos zagueiros, Igor Rabello lutou bastante por uma vaga no time e entrou em 24 das 38 partidas atleticanas no Brasileirão. Com ótimo vigor físico, Igor Rabello foi utilizado diversas vezes para suprir a ausência de Alonso, devido às convocações para a seleção paraguaia, e de Réver, por causa de algumas lesões do experiente zagueiro.

Mesmo atuando em 19 partidas como titular no Brasileirão, Igor Rabello não foi incluído no grupo de jogadores que ganhou alguns dias de folga no início da nova temporada e iniciou o seu 3º “ano” pelo Atlético já no estadual. Nas cinco partidas do Mineiro, Igor Rabello foi titular em todas, foi capitão da equipe em três oportunidades e se destacou bastante, um dos atletas que mais aproveitou este início de temporada com o time “alternativo”. 

Os números

Por causa da reformulação feita no plantel do Atlético, Igor Rabello é o 4º atleta do elenco com mais jogos com a camisa alvinegra, já que tem 104 partidas disputadas e fica atrás apenas do companheiro de zaga Gabriel e dos ídolos Diego Tardelli e Réver.

Além disso, Igor Rabello é o 2º atleta com mais tempo consecutivo de clube junto com Réver, Guga e Jair, já que eles chegaram no Atlético no início de 2019. O jogador do Galo com mais tempo consecutivo de clube é Nathan, meio-campista que chegou no meio de 2018.

Nas suas 104 partidas, Igor Rabello venceu 55 vezes, saiu de campo com o empate em 23 oportunidades e foi derrotado em 26 confrontos, ou seja, o zagueiro tem um bom aproveitamento de 60,2%.

Rabello fez 64 jogos na sua primeira temporada pelo Atlético, porém não marcou gols. Já em 2020, Igor fez três gols, sendo um deles no clássico frente ao Cruzeiro, em um belíssimo gol após cruzamento de Otero. Na atual temporada, Rabello já mostrou que está confiante e marcou dois gols de cabeça, além de dar uma assistência para Gabriel. 

A contratação de um zagueiro

O Atlético tem uma carência na defesa e isso ficou claro na última temporada. Pelo estilo de jogo de Jorge Sampaoli, os zagueiros ficaram muito expostos no último Brasileirão e, em várias oportunidades, os adversários exploraram a velocidade dos defensores. Atacando “nas costas” dos zagueiros, os rivais marcaram alguns gols no Atlético. Por isso, a contratação de um bom nome seria a saída.

No entanto, um reforço para a linha defensiva é algo escasso no mercado e o Atlético, certamente, está com dificuldade para encontrar o nome ideal. O limite de estrangeiros é um grande empecilho, já que são sete jogadores internacionais no elenco e o máximo para as competições brasileiras é cinco atletas por partida. Para encontrar uma opção para a defesa, alguns brasileiros como Jemerson e Maicon foram especulados, mas não houve propostas atleticanas.

Com a dificuldade do mercado e com confiança no atual grupo de zagueiros, o presidente Sérgio Coelho falou, em entrevista ao Superesportes, que está feliz com os atuais defensores. Segundo o presidente, se sair alguns dos zagueiros, o Atlético pode ir ao mercado.

“O Atlético tem grandes zagueiros, estamos felizes com eles. Mas é possível que um ou dois desses zagueiros saiam agora, por causa de propostas que podem vir. Já houve algumas consultas. Saindo um ou dois zagueiros, é preciso que a gente reforce”, disse Sérgio Coelho.

A disputa

Além de Igor Rabello, o Atlético conta com outros cinco zagueiros no time profissional. Júnior Alonso e Réver foram titulares na última temporada. Já o zagueiro Gabriel iniciou esta temporada ao lado de Rabello e fez boas partidas.

Bueno é um atleta que não atua desde 25 de novembro, no jogo contra o Botafogo, quando o Atlético estava sofrendo com surto de COVID-19. Com contrato de empréstimo até o meio do ano, Bueno deve deixar o Galo já que não conseguiu mostrar muita qualidade. Por último, o jovem Micael foi promovido ao time profissional e é um zagueiro canhoto que estará à disposição para substituir Alonso.

Portanto, a disputa existe por uma vaga, já que Cuca é acostumado a jogar com apenas dois zagueiros e o defensor pela esquerda tende a ser o paraguaio Junior Alonso. Por isso, Gabriel, Igor Rabello e Réver lutam por uma vaga. A competição é boa para o elenco atleticano, já que poderá contar com dois reservas com vontade de mostrar serviço em uma temporada com tantos jogos. Porém, para entrosar a equipe, Cuca deve resolver esta disputa e decidir quem será a dupla de zaga do Atlético.

Igor Rabello está preparado para ser titular do Atlético?

A resposta para esta pergunta é curta e simples: sim, Igor Rabello está preparado para ser titular do Atlético. O zagueiro mostrou isso em algumas partidas do último Brasileirão e, neste início de Mineiro, o atleta ganhou ainda mais confiança. A atuação de Rabello contra o Flamengo no último Brasileirão, na goleada por 4 a 0, foi digna de nota máxima e, com certeza, é a melhor exibição do atleta com a camisa atleticana. Naquela partida, Igor deixou claro que tem talento.

Alguns torcedores criticam o zagueiro por algumas jogadas que faltam garra ou força, porém comparar a sua capacidade física com o já veterano Réver é impossível. Mesmo com alguns pontos a serem melhorados, Rabello acrescenta mais ao time atleticano que o zagueiro Réver, ainda mais em um time que irá atacar bastante e a zaga deve ser mais esperta. Cuca ainda pode optar por três zagueiros, mas o seu esquema padrão conta com quatro jogadores na linha de defesa.

Portanto, Igor está preparado para ser titular e está no seu auge físico, já que tem 25 anos. Com vários pontos para evoluir, Igor pode ganhar entrosamento com Junior Alonso – na última temporada, os dois defensores jogavam juntos somente quando Réver estava ausente – e aproveitar da qualidade do companheiro.

É a melhor opção para o nível do elenco formado para a atual temporada? Talvez não seja, porém dentre as opções atuais do mercado e a possível valorização de Rabello, o melhor caminho para Cuca é deixar o capitão de 2013 no banco, auxiliando na liderança, e colocar Igor Rabello como zagueiro pela direita. O atleta tem qualidade, ganhou confiança neste início de temporada e merece a oportunidade. A massa atleticana, certamente, deseja que Igor Rabello aproveite as chances e conquiste troféus nesta temporada!  

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários