Curtas | Data do retorno do Mineiro, peso do Hulk, camisa 10 processando a Raposa e muito mais. Resumo semanal de Atlético e Cruzeiro

Foto : Cristiane Mattos / FMF

O blog Bola Pra Frente traz um resumo semanal das notícias dos gigantes mineiros, com informações rápidas, pontuais e que deixam o torcedor atualizado sobre Atlético e Cruzeiro.

Data do retorno do Mineiro

Após uma reunião nesta segunda, 22, a Federação Mineira de Futebol anunciou que teve seu pedido aceito e o futebol mineiro irá retornar no dia 1º de abril, ou seja, a pausa do estadual será de apenas 10 dias. Com isso, os jogos já foram remanejados e a 6ª rodada do Mineiro irá acontecer no 1º dia do próximo mês. Sendo assim, o tão esperado clássico entre Cruzeiro e Atlético será disputado no final de semana do dia 11 de abril. Nesta data completará exatamente 400 dias de intervalo entre os clássicos, um longo hiato de confrontos entre os dois maiores times de Minas Gerais. 

Atlético

Sexta-feira foi dia de tango argentino

O Atlético jogou na última sexta, 19, às 17:30, no Mineirão, contra o Coimbra. O horário foi inusitado, porém o resultado foi o imaginado: o Galo venceu o time de Contagem por 3 a 0. E a noite de sexta-feira ficou marcada por um baile do estreante da noite. Nacho Fernández foi escalado pelo reestreante técnico Cuca e teve uma bela atuação. O camisa 26 fez um gol, deu uma assistência e sofreu o pênalti do terceiro gol, ou seja, Nacho participou dos três gols do Galo na partida. A equipe de Belo Horizonte segue com 100% de aproveitamento e lidera o Campeonato Mineiro.

Ausências da última partida

O jogo contra o Coimbra foi muito esperado pelos torcedores porque o Atlético contou pela primeira vez com os principais jogadores da última temporada. Dentre o grupo de 14 atletas que estavam em uma mini-férias, apenas quatro jogadores não foram relacionados: Alan Franco, Guilherme Arana, Réver e Savarino. A esposa de Arana estava com sintomas de COVID-19 na sexta-feira e o Atlético preferiu manter o atleta isolado. Porém, nesta segunda, 22, o jogador testou negativo e treinou normalmente. Réver ficou fora devido a questões físicas, mas também está treinando . Os estrangeiros Franco e Savarino não jogaram porque tiveram dificuldade em voltar ao Brasil e ainda estão aprimorando a parte física. 

Novo treinador na área

Na última terça, 16, o Atlético apresentou o seu novo treinador: Alexi Stival. Campeão da Libertadores de 2013, Cuca retornou ao Galo após sete anos e já até estreou. Na última sexta, 19, contra o Coimbra, o time alvinegro venceu por 3 a 0, dando um início à 2ª passagem de Cuca no Atlético. A sua apresentação aconteceu na Arena MRV e ele aproveitou para tentar deixar o Caso de Berna “no passado”, pois, segundo Cuca, ele já disse o que tinha para dizer e “vida que segue”. Cuca ainda fez questão de falar sobre a situação de saúde da sua mãe e justificar o seu atraso na apresentação. Todos esperam que Dona Nilde esteja melhor a cada dia!

Peso de Hulk

Quanto tempo você leva para perder 5 quilos? Para algumas pessoas, este processo pode levar meses ou semanas, mas o impressionante caso de Hulk chamou a atenção da imprensa mundial. Segundo Roberto Chiari, fisiologista do Atlético, Hulk perde até cinco quilos em 90 minutos, mas, felizmente, recupera com rapidez. Esta perda acentuada de peso acontece após uma partida, onde Hulk transpira bastante e os preparadores físicos devem ficar atentos, pois, em cada parada do jogador, eles entregam um isotônico ou água para o camisa 7 não se desidratar. Esta transpiração não é um problema quando há acompanhamento de fisiologistas, como o Atlético tem. Porém, é muito curioso cinco quilos irem embora após 90 minutos. 

O Atlético precisa de Edenílson?

O volante do Internacional foi um dos grandes destaques da última temporada. Com 31 anos, Edenílson esteve presente nas principais seleções do Campeonato Brasileiro de 2020 e quase conquistou a competição. Observando isso, o Atlético demonstrou interesse em contratar o jogador. Como dito aqui, o jogador confirmou que o diretor de futebol do Galo, Rodrigo Caetano, conversou informalmente com o atleta, mas a proposta deve ser feita ao Internacional. No entanto, o Atlético realmente carece de um jogador como Edenílson? Leia e deixe a sua opinião.

Extinção do time de transição e saída de Zago

Em uma medida já esperada, o Atlético encerrou o time de transição e, consequentemente, colocou ponto final na passagem do talentoso Leandro Zago. O treinador estava no Atlético desde 2018 e aparenta ser muito capacitado. Porém, a sua saída foi o melhor caminho devido aos altos custos e a baixa quantidade de jogos deste time, visto que, por causa da pandemia, os jogadores não disputaram nenhuma competição e ficaram apenas treinando. Por isso, a nova diretoria entendeu que não havia motivos plausíveis para manter o time de transição. Com a extinção, Zago busca um novo clube e Leonardo Silva deve ser remanejado para outra função administrativa. 

O longo elenco atleticano

O Atlético tem muitos jogadores disponíveis no elenco e, por isso, emprestou vários atletas e promoveu o retorno de seis promessas para a base. O lateral esquerdo Matheus Lima, o volante Rubens, os meio-campistas Giovani, Júlio César e Luiz Filipe e  o centroavante Felipe Felício participaram das primeiras partidas deste Mineiro, mas voltaram ao time sub-20, pois estes atletas têm idade para permanecer nas categorias de base. Além destes jogadores remanejados do elenco, o Atlético possui 23 atletas emprestados por vários lugares do mundo. Confira aqui detalhes destes profissionais cedidos!

Cruzeiro

Derrota no clássico

O Cruzeiro entrou em campo com o intuito de se aproximar ainda mais da liderança e impor um futebol vistoso, questão muito cobrada pela torcida nas últimas partidas. Porém, o clássico contra o América colocou a Raposa em uma crise, pois o time foi muito mal. O Coelho venceu por 1 a 0 graças a um gol irregular de Joseph, mas chegou muito próximo de aumentar a vantagem. O time americano acertou uma bola no travessão, perdeu pênalti e encontrou um Cruzeiro perdido. A título de exemplo, a Raposa finalizou pela primeira vez na partida aos 42 do 1º tempo e só acertou o gol uma vez durante todo o jogo. Veja a análise da partida aqui!

Mudança de Filosofia

É unânime que o Cruzeiro não está jogando bem e precisa de ajustes urgentes. Porém, a situação atual não é terra arrasada. A equipe azul celeste está passando por uma brusca mudança de estilo de jogo e isso, certamente, interfere no rendimento de alguns jogadores. Por isso, o Blog Bola Pra Frente produziu uma análise destacando que o trabalho de Felipe Conceição merece tempo, calma e, obviamente, críticas, pois existem vários problemas nas atuações. Leia!

A triste situação de Zé Eduardo

O jovem atacante cruzeirense foi afastado em 21 de fevereiro por causa de alterações cardíacas e o departamento médico da equipe indicou que Zé Eduardo ficasse afastado por um mês. Depois de quase um mês de repouso, o jogador de 21 anos passou por novos exames na Toca da Raposa e os resultados dos testes mostraram que houve uma evolução positiva no quadro cardíaco de Zé Eduardo, porém não houve resolução completa da situação. Logo, por precaução, o corpo médico do Cruzeiro indicou mais repouso por um período para que o atleta se recupere. Força, Zé Eduardo!

Caso Sassá

Nesta segunda-feira, 22, foi noticiado que o Cruzeiro teve uma decisão favorável na Justiça. O Ge.com trouxe a informação que a empresa FK Sports Agenciamento cobrou pouco mais de 300 mil reais por direitos de imagem de Sassá, atacante que ainda pertence ao Cruzeiro e está emprestado em Portugal. Na ação movida pela empresa, a FK Sports pede o bloqueio dos valores da venda de Orejuela, a fim que este montante seja usado para pagar esta dívida. Porém, a Justiça decidiu que não irá bloquear a quantia e a empresa perdeu a causa. Como Sassá não é mais representado pela FK Sports, o jogador se pronunciou em uma rede social dizendo que é uma ação da empresa sobre o clube e ele não tem ligação com este processo.

Camisa 10 processando a Raposa

Na última terça-feira, 16, o meio-campista Régis entrou com um processo contra o Cruzeiro pedindo 577 mil reais ao time mineiro. O jogador que usou a camisa 10 na última temporada não deixou saudades e saiu da Raposa no 1º dia de 2021. Os representantes do atleta entraram com uma ação na 43ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte e o Cruzeiro tem 15 dias para apresentar uma defesa. Este é mais um dos diversos processos trabalhistas que o Cruzeiro está inserido na Justiça. Em relação aos atletas que estiveram em campo na última temporada, este processo de Régis é a terceira ação, já que Jadsom Silva e Zé Eduardo também processaram a equipe. Felizmente, o Cruzeiro resolveu as duas questões anteriores.

Salário pago

Com “apenas” 12 dias de atraso, o Cruzeiro cumpriu as obrigações referentes ao mês de fevereiro. A Rádio Itatiaia trouxe a informação que a Raposa acertou toda a folha salarial do mês passado no último dia 17 e está com todos os vencimentos de 2021 acertados. Porém, a equipe ainda deve duas folhas e meia para os jogadores referente a 2020, pois o clube não acertou a folha de dezembro, a metade de outubro e o 13º salário dos jogadores. Para o administrativo – time feminino, base e funcionários em geral – o time mineiro precisa quitar o 13º e alguns valores menores de outros meses.

A curiosa demissão do roupeiro

Na última quarta-feira, o roupeiro Geraldinho Barros que estava no Cruzeiro desde 1980 foi demitido. Ele era um dos funcionários mais antigos da Raposa e esteve presente em várias gerações. A informação é do UOL. Geraldinho disse que o Cruzeiro o informou por meio do gerente de futebol Pedro Moreira e do diretor de futebol André Mazzuco que ele seria demitido por “corte de gastos”. Certamente, o roupeiro não tinha um alto salário e a demissão de um funcionário, em meio a uma pandemia, com 40 anos de clube fez com que alguns torcedores reclamassem. Os cortes precisavam começar justamente com um funcionário histórico?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.