Domingo de clássico em BH! América e Cruzeiro se enfrentam na última rodada antes da paralisação

Marcelo Moreno, Messias e Matheus Cavichioli, remanescentes dos últimos clássicos. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

As partidas entre os times da capital de Minas Gerais sempre são os duelos mais esperados do estadual. O Campeonato Mineiro inclui algumas equipes com o orçamento inferior e, por isso, os clássicos dos gigantes são os melhores momentos da fase final. E, neste domingo, 21, América e Cruzeiro se enfrentam, colocando em disputa a vice-liderança do estadual. O jogo pode ser ainda mais marcante por se tratar da última partida das equipes antes da paralisação do Campeonato Mineiro.

Neste domingo, 21, às 16 horas, ou seja, no horário nobre do futebol brasileiro, o América recebe o Cruzeiro no Independência, em jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro de 2021. No último ano, as duas equipes estavam na Série B e se enfrentaram três vezes: cada time venceu um jogo e houve um empate. Muito equilíbrio!

O clássico de Belo Horizonte deve ficar marcado como um dos últimos jogos antes da paralisação do futebol mineiro. O Governo de Minas Gerais suspendeu todos os eventos esportivos por 15 dias e o decreto vigorará a partir da próxima segunda-feira, 22. A Federação Mineira de Futebol se impôs contra a situação, mas o Governo reafirmou que o futebol não será exceção durante a “onda roxa”. A situação da COVID-19 no Brasil é caótica. Se cuidem!

Os números e os momentos

Cumprindo as suas obrigações na fase inicial do Mineiro – permanecer entre os quatro primeiros colocados -, América e Cruzeiro duelam neste domingo, 21, e quem vencer o clássico irá assumir a vice-liderança do Campeonato Mineiro. Com a vitória do Athletic sobre o Pouso Alegre, as duas tradicionais equipes de Minas Gerais perderam uma posição. O Coelho está em 3º com nove pontos conquistados em quatro partidas, enquanto a Raposa está em 5º com sete tentos. Em caso de empate, o América assume a vice-liderança – se a Caldense não vencer o URT -, mas a vitória é a forma de permanecer caçando o líder Atlético.

Assim como o Galo, o América estava com 100% de aproveitamento até a 3ª rodada, mas no último jogo, o Coelho perdeu para a Caldense, em casa, e viu o time alvinegro desgarrar na liderança. Em cinco jogos na temporada, o América venceu quatro, mas fez apenas cinco gols, tendo assim uma média de um gol por jogo.

A história do Cruzeiro é parecida, já que a única derrota do time azul celeste na temporada também foi em casa e contra a Caldense, porém a Raposa vem de uma vitória. No último domingo, 14, os comandados de Felipe Conceição venceram o Athletic, em casa, e chegaram no G-4 do Campeonato Mineiro pela primeira vez. Assim como o América, o Cruzeiro fez apenas cinco gols na temporada de 2021.

No retrospecto geral, o Cruzeiro tem vantagem nos clássicos contra o América. Em 372 partidas disputadas, a Raposa venceu 158 vezes, houve empate em 112 oportunidades e 102 vitórias do Coelho. Em 2020, na fase inicial do Mineiro, os times empataram. Pela Série B, a equipe visitante em cada partida venceu o jogo, ou seja, uma vitória para cada lado.

O América

Com novas ambições, o América entrou na temporada de 2021 sonhando bastante, contudo, o futebol vistoso ainda não tomou conta do campo do Coelho. O time de Belo Horizonte não conseguiu encantar em nenhum dos cinco jogos iniciais, mesmo com um time que irá disputar a Série A nesta temporada.

Na última quinta-feira, o América enfrentou o Treze-PB, fora de casa, pela Copa do Brasil, e venceu por 1 a 0. A classificação para a 2ª fase foi importante, mas a notícia mais repercutida não foi esta. A ausência de Ademir deste confronto chamou a atenção. O camisa 10 do Coelho viajou à Paraíba normalmente e estava relacionado à partida, mas se recusou a ir ao estádio e ficou no Hotel.

O presidente do América, Alencar da Silva Júnior, disse que este fato foi uma “molecagem” e afirmou que Ademir será multado. Segundo o mandatário do Coelho, o jogador deve ter recebido uma ligação do empresário e falado sobre uma possível proposta, porém Ademir não falou nada ao clube e nenhuma proposta oficial chegou. Uma grande falta de respeito de um jogador talentoso. Segundo informações do GE.com, o Athletico-PR e o Palmeiras monitoram a situação do jogador.

Para o clássico, o treinador Lisca terá alguns problemas para escalar a equipe, pois são quatro jogadores lesionados e três atletas isolados por causa da COVID-19. Devido ao desentendimento, Ademir não deve ir a campo e Léo Passos deve o substituir. O outro grande desfalque é Zé Ricardo, volante titular que está lesionado. O ponto positivo é que o centroavante Ribamar foi regularizado e está à disposição de Lisca para enfrentar o Cruzeiro.

Provável escalação: Matheus Cavichioli; Joseph (Diego Ferreira), Messias, Anderson Jesus, João Paulo; Flávio (Sabino), Juninho, Alê; Léo Passos, Rodolfo, Leandro Carvalho. Técnico: Lisca.

O Cruzeiro

Tentando se reestruturar, o Cruzeiro teve melhores resultados do que atuações. Por exemplo, no último jogo, contra o Athletic, o time azul celeste não jogou tão bem, mas saiu com a vitória. A irregularidade existe e existirá, já que a Raposa está passando por uma profunda mudança de filosofia. Por isso, o trabalho de Felipe Conceição merece calma, tempo e, obviamente, críticas, como foi detalhado aqui no Bola Pra Frente.

O time mineiro teve a semana de folga e pôde treinar com ainda mais intensidade, questão importante para o processo de Felipe Conceição. O treinador está começando o trabalho e já está pressionado por uma parte da torcida. Para piorar a sua situação, o técnico do Cruzeiro segue sem seu grande destaque: Manoel teve uma lesão muscular e permanece fora. O volante Matheus Neris, titular nas primeiras partidas da temporada, também segue no Departamento Médico.

Sendo assim, a escalação do Cruzeiro deve ter algumas surpresas em relação à formação que venceu o Athletic no último domingo, segundo informações do jornalista Samuel Venâncio. Alan Ruschel e Jadson podem ganhar as vagas de Matheus Barbosa e Claudinho no meio-campo. Além disso, Felipe pode colocar nomes experientes, como Rafael Sobis, em campo, mas a provável escalação conta com apenas com estas duas mudanças: a entrada do volante Jadson e a utilização do lateral Ruschel como meia.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Eduardo Brock, Matheus Pereira; Adriano, Jadson (Matheus Barbosa), Alan Ruschel (Claudinho ou Marcinho); Airton, Marcelo Moreno, Felipe Augusto (Rafael Sobis). Técnico: Felipe Conceição.

América x Cruzeiro

5ª rodada do Campeonato Mineiro
21/03/2021, 16:00 horas, Mineirão
Transmissão: Globo Minas, SporTV 2 e Premiere
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.