O maior campeão de volta à competição: Cruzeiro estreia na Copa do Brasil nesta quinta

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O hexacampeão estará em campo pela Copa do Brasil e um jogo com o manto celeste nesta competição nunca é uma partida normal. Por estar na Série B, o Cruzeiro entrará na fase inicial da competição de mata-mata, mas, felizmente para o clube, poderá arrecadar o máximo de premiação da milionária Copa do Brasil: a premiação está detalhada aqui. Se classificar nesta 1ª fase, o time mineiro já garantirá 2,5 milhões de reais. 

Nesta quinta, às 19:15, o Cruzeiro irá jogar contra o São Raimundo em Boa Vista, Roraima. O jogo acontecerá no Estádio Canarinho e será válido pela 1ª fase da Copa do Brasil 2021. A Raposa, por ser visitante, se classifica com qualquer vitória ou empate. Já o Mundão precisa vencer a tradicional equipe mineira para chegar na 2ª fase.

A história do Cruzeiro

A camisa mais pesada da competição. Um escudo que impõe respeito em qualquer torneio, principalmente na Copa do Brasil. O Cruzeiro Esporte Clube, mesmo em crise, é um clube que merece respeito e o time de Felipe Conceição vê a competição como uma possibilidade de arrecadar mais verba – principal ponto da crise cruzeirense -, além da questão esportiva de voltar a enfrentar grandes equipes. 

A história do Cruzeiro é muito rica e incomparável. O time mineiro é o único clube que venceu a Copa do Brasil seis vezes: 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018 – sendo estas duas conquistas o único bicampeonato do torneio. Além destas conquistas, o Cruzeiro foi vice-campeão em duas outras oportunidades e foi eliminado nas semifinais três vezes.

Na última temporada, a Raposa decepcionou e perdeu em casa para o CRB, sendo eliminado na 3ª fase da competição de mata-mata. Anteriormente, em 2016 e em 2019, o time foi desclassificado nas semifinais, após perder para Grêmio e Internacional, respectivamente. Em 2017 e 2018, a equipe azul celeste foi campeã. Ou seja, a única campanha ruim do time mineiro foi na última temporada. Certamente, a equipe mineira deseja retornar aos trilhos dos bons desempenhos na Copa do Brasil.

O jogo anterior entre os times

Curiosamente, na 1ª fase da última Copa do Brasil, o time de Minas Gerais enfrentou a equipe de Roraima e protagonizaram o único confronto entre os clubes na história. Por isso, o retrospecto geral marca apenas um empate de 2 a 2 que aconteceu em 13 de fevereiro de 2020.

O São Raimundo entrou em campo com muita vontade e, no minuto 25, o zagueiro Vera Cruz abriu o placar. O gol foi ilegal, mas esta 1ª fase não contava – e, mesmo em 2021, segue sem contar – com o VAR. O time de Roraima quase ampliou, mas o zagueiro Edu empatou para o Cruzeiro aos 33. Logo no início da 2ª etapa, no minuto 04, Alexandre Jesus virou para a Raposa. Porém, mesmo com a vantagem cruzeirense, o Mundão deu trabalho: empatou aos 19, teve boas chances depois do empate e pressionou o Cruzeiro. 

Fim de papo e um empate de 2 a 2 no placar. Visto que o regulamento da Copa do Brasil dá a vantagem do empate para o time visitante, o Cruzeiro se classificou sem vencer o São Raimundo. Ironicamente, apenas três jogadores da Raposa que entraram em campo permanecem no time e somente Adriano e Fábio devem ser titulares. O time mineiro terá a vantagem do empate novamente, mas, desta vez, o Cruzeiro deseja vencer e convencer na partida disputada no estado nortista.  

As escalações

O Cruzeiro de Felipe Conceição entra em campo confiante após uma boa vitória contra o URT, mas os problemas defensivos podem abalar esta segurança cruzeirense. O time perdeu três zagueiros de uma partida para outra: Manoel está com um desconforto muscular – o Blog falou sobre o atleta aqui -, Paulo foi liberado para resolver questões pessoais e o jovem Weverton está com COVID-19. Por isso, o técnico irá promover a estreia do zagueiro Eduardo Brock, um dos sete reforços deste ano. 

No meio-campo, mesmo com o gol marcado na última partida, Marcinho deve ficar no banco de reservas. Claudinho fez um grande jogo, deu assistência e merece ter sequência pela primeira vez com a camisa azul celeste. As grandes dúvidas de Conceição são as pontas: Airton, Bruno José, Felipe Augusto e William Pottker brigam por duas vagas. Pelas atuações recentes, Airton e Bruno José têm vantagem, porém Pottker é um dos “medalhões” do time mineiro. Após atuações ruins e uma expulsão desnecessária, Felipe Augusto corre por fora.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Eduardo Brock, Ramon, Alan Ruschel; Adriano, Matheus Barbosa, Claudinho; Airton, Rafael Sobis, Bruno José (William Pottker). Técnico: Felipe Conceição.

Para enfrentar esse time do Cruzeiro, o São Raimundo será treinado pelo interino Beto Vieira, já que o técnico da equipe, Chiquinho Viana, está internado com a COVID-19. O Mundão fez apenas uma partida neste ano e perdeu para o Galvez, equipe do Acre, pela Copa Verde. Mesmo com falta de ritmo, o São Raimundo quer surpreender o Cruzeiro e, inclusive, o zagueiro Vera Cruz, autor do 1º gol da última partida, estará em campo novamente. 

Provável escalação: André Regly; Carlinhos, Vera Cruz, Selson, Maia; Juca Maranhão, Belão; Tavinho, Ygor; Romário, Eric Pereira. Técnico: Beto Vieira.

São Raimundo x Cruzeiro

1ª fase da Copa do Brasil de 2021
11/03/2021,19:15 horas, Estádio Canarinho
Transmissão: SporTV
Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.