Com a volta do artilheiro, Atlético duela com o Sport, em partida que pode garantir o objetivo de um dos times

Foto: Pedro Souza / Atlético

A penúltima rodada não é um simples jogo. A reta final de uma competição de pontos corridos é sempre turbulenta. O Brasileirão tem o charme de deixar diversas decisões para as últimas partidas. E isso fica evidente no duelo entre Sport e Atlético neste domingo. A equipe pernambucana deseja encerrar, de vez, com a chance de ser rebaixada e almeja a vaga para a Sul-Americana, enquanto o Galo quer se garantir na fase de grupos da Libertadores 2021. Um jogo importantíssimo, onde a equipe mineira com a volta de Keno.

Neste domingo, 21, o Atlético enfrenta o Sport na Ilha do Retiro, casa do time pernambucano. A partida, que será disputada no horário nobre do futebol no domingo – às 16 horas – é válida pela 37ª rodada do Brasileirão e será a última partida destes times em um final de semana na temporada 2020. No 1º turno, as equipes protagonizaram um empate sem graça e sem gols no Mineirão.

A importância da partida

O jogo tem muita importância para ambas as equipes e pode garantir o objetivo de um dos times. O Sport está tentando fugir do rebaixamento e almeja uma vaga na próxima Sul-Americana. Já o Atlético quer se classificar diretamente para a próxima Libertadores, já que o título é impossível.

O Leão da Ilha é o 14º colocado e tem 42 pontos. Suas chances de rebaixamento são remotas, mas, para deixar qualquer risco de lado, o Sport precisa pontuar na partida deste domingo. Mas, se conseguir vencer, o time pernambucano irá se livrar do rebaixamento e se garantir na próxima Sul-Americana.

Já o Galo é o 4º colocado, tem 62 pontos e quer vencer para buscar o seu atual objetivo: se classificar para a fase de grupos da próxima Libertadores, já que o título é impossível. Com uma vitória, o Atlético abriria cinco pontos para o Fluminense – primeiro rival fora do G-4 – e se tranquilizaria, mesmo sem se garantir.

O momento e os números

As duas equipes chegam na partida desta tarde após empatar em casa na última rodada. O time mineiro empatou por 1 a 1 com o Bahia, no Mineirão, no sábado, 13. O placar foi ruim para o Galo, já que o time de Jorge Sampaoli perdeu pontos e ficou sem chances de alcançar o líder Internacional. Pelo lado pernambucano, o Sport empatou por 0 a 0 com o Red Bull Bragantino e prolongou a angústia, pois, se tivesse vencido a partida da última segunda-feira, 15, estaria livre do risco do rebaixamento. 

A grande curiosidade da partida é que o jogo reúne o pior ataque do Brasileirão e o terceiro time mais goleador. O Sport marcou apenas 29 gols em 36 jogos, enquanto o Galo balançou as redes 57 vezes e é um ataque muito positivo. Portanto, o jogo tende a ser dominada pelo Atlético e o Leão da Ilha buscará os contragolpes.

Uma questão preocupante para o torcedor atleticano é oodesempenho fora de casa da sua equipe. O Galo conquistou apenas 19 pontos em 18 jogos longe de Belo Horizonte e não vence como visitante desde 12 de dezembro, quando derrotou o Athletico-PR em Curitiba. Felizmente para a torcida alvinegra, o Sport também não é um grande mandante: foram oito vitórias, oito derrotas e dois empates em Recife. 

A escalação

O Atlético não tem desfalques para a partida contra o Sport e Jorge Sampaoli poderá colocar força máxima nesta partida importante. O único lesionado era o artilheiro Keno, no entanto, felizmente para os atleticanos, o ponta-esquerda está de volta. A recuperação no ombro esquerdo foi mais rápido do que o imaginado e o ataque está apto para jogar. Diego Tardelli e Zaracho, atletas que se recuperaram de lesão há mais tempo, seguem sendo relacionados.

As dúvidas cercam as decisões de Jorge Sampaoli. O treinador está próximo de deixar o Atlético e não há uma certeza sobre a escalação dele. É esperado que o argentino siga escalando a equipe que o torcedor está acostumado. A ponta-esquerda dá muitas opções, já que Keno, Marrony e Vargas brigam pela vaga. E, obviamente, surpresas são possíveis. A volta de Tardelli ao time titular é a substituição pedida pela torcida. Zaracho pode ganhar uma chance na formação inicial também. 

Provável escalação: Éverson; Guga, Réver, Alonso, Arana; Jair (Allan), Alan Franco (Zaracho ou Nathan), Hyoran; Savarino, Sasha, Vargas (Keno ou Marrony). Técnico: Sampaoli.

O adversário

O Sport voltou para a Série A após boa campanha na divisão de acesso em 2019. O retorno foi comemorado pelos torcedores, mas o realismo já indicava que a briga da equipe pernambucana seria para permanecer. No início do Brasileirão, principalmente após a chegada do treinador Jair Ventura, o Sport conseguiu ter um bom momento e chegou até na parte de cima da tabela. Porém, a realidade atacou e, no 2º turno, a briga foi realmente pela permanência na 1ª divisão.

Por isso, a partida desta tarde é tão importante. O jogo vale toda a temporada do Sport, já que o time pernambucano pode se garantir na próxima Série A e também pode se garantir na Sul-Americana, competição que ajudaria muito a parte financeira do Leão. O 14º colocado irá disputar o torneio continental e isso é o estímulo do time pernambucano. 

Em campo, o Sport terá três retornos e três baixas. O técnico Jair Ventura, o lateral-direito Patric, ex-atleticano, e o atacante Marquinhos estavam suspensos no empate em casa com o Red Bull Bragantino e retornam para enfrentar o Galo. Os desfalques são Betinho, volante que está suspenso, e Maidana e Bruninho, visto que ambos pertencem ao time mineiro. O grande personagem da partida é Thiago Neves, meio-campista que teve passagem pelo Cruzeiro e esteve próximo do Atlético nesta temporada. 

Provável escalação: Luan Polli; Patric, Adryelson, Rafael Thyere, Chico, Júnior Tavares; Ronaldo, Marcão Silva, Thiago Neves; Marquinhos, Dalberto. Técnico: Jair Ventura.

Sport x Atlético
37ª rodada do Brasileirão Série A
21/02//2021, 16:00 horas, Ilha do Retiro
Transmissão: Premiere
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.