Guilherme Arana busca manter rendimento no Atlético para ganhar outra chance com Tite e disputar a Copa América

Guilherme Arana - Divulgação Atlético

Guilherme Arana - Divulgação Atlético

O lateral Guilherme Arana foi um dos principais destaques do Atlético Mineiro na temporada, principalmente no final de 2020. Apesar de não ter sido o suficiente para conquistar o título do Brasileirão, o bom rendimento abriu as portas para o jogador na Seleção Brasileira. Com isso, ele entrou para a lista de possíveis convocados para a Copa América deste ano, que será um dos últimos testes de Tite antes do Mundial. As cotações para o torneio projetam uma disputa acirrada contra a Argentina.

As projeções para a 47ª edição da Copa América indicam que a disputa pelo título deve ficar mesmo entre as duas maiores seleções da América do Sul. No dia 12 de fevereiro, as apostas de futebol no modo exchange, que funcionam como uma bolsa de valores e variam as cotações conforme os apostadores vão realizando as apostas, colocavam o Brasil com uma probabilidade de 50% para vencer o torneio. A seleção da Argentina aparecia logo atrás, com 41,7% de chance de título na competição.

Isso significa que a equipe de Tite é a principal favorita para a competição, mesmo após realizar grandes mudanças entre os convocados desde o título de 2019. Isso é uma boa notícia para Guilherme Arana, que foi convocado no final do ano passado e olha para os próximos meses com otimismo para vestir a camisa verde e amarela novamente. Os bons desempenhos pelo Atlético Mineiro, principalmente entre os meses de outubro e dezembro de 2020, foram essenciais para isso.

Desde que chegou no Galo, vindo por empréstimo do Sevilla, o lateral esquerdo tomou conta da posição de titular. Apenas neste Campeonato Brasileiro, até a 35ª rodada, o jogador atuou 34 vezes, marcou quatro gols e deu duas assistências. Números que foram o suficiente para chamar a atenção de Tite. O objetivo do jogador é manter o bom rendimento para que venham novas oportunidades nos próximos meses.

Futuro em jogo

Apesar do bom rendimento vestindo a camisa do Atlético, o lateral Guilherme Arana ainda tem o futuro indefinido. O jogador tem contrato até junho de 2021, e nenhuma negociação para extensão desse acordo foi feita com o Sevilla. A equipe de Jorge Sampaoli até anunciou a chegada de Dodô, que pode servir de substituto de Arana. Porém, tudo só será definido no meio do ano.

Uma importante mudança pode ser a possível saída do treinador argentino, que recebeu algumas sondagens do Olympique de Marselha. Sampaoli gosta do futebol de Arana, e tem força o suficiente para tentar manter ele no Atlético por mais tempo. Entretanto, caso ele saia, a hipótese do lateral voltar para a Espanha é alta, uma mudança que poderia até prejudicá-lo no sonho de se manter entre os convocados da Seleção Brasileira.

Desde que surgiu no Corinthians, onde foi campeão brasileiro em 2015 e 2017, Guilherme Arana sempre mostrou um grande potencial. Após fracassar no futebol espanhol, ele voltou a mostrar serviço com o Atlético Mineiro e viu uma oportunidade na Seleção surgir nas Eliminatórias. Assim, os próximos meses serão importantes para o jogador, que precisa definir o futuro e manter o rendimento para ajudar o Brasil na Copa América. Afinal, as projeções de apostas mostram que a disputa contra a Argentina não será fácil.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments