Os deslizes que custam um Brasileirão: 50% das derrotas do Atlético foram contra times que lutam para não cair

Foto: Bruno Cantini / Atlético

A derrota para o Goiás foi trágica para as pretensões atleticanas. Boa parte dos torcedores desanimaram após a atuação vexatória e, neste momento, focam na vaga para a Libertadores. Certamente, os jogadores irão dizer que ainda há chances matemáticas de vencer o Brasileirão, porém, dentro de campo, é óbvio que o passo mais importante é se garantir diretamente na próxima competição continental.

As duas últimas partidas fora de casa foram marcantes para o Atlético: Vasco e Goiás mereceram vencer pelo desempenho vergonhoso apresentado pelo Galo. Mas não foram apenas nestas partidas que o Atlético ficou distante do título do Brasileirão.

O Galo tem 60 pontos, está em 3º e faz boa temporada, porém é necessário pontuar que, em meio às dez derrotas do time no Campeonato Brasileiro, cinco destes fracassos foram contra equipes que estão na briga pela permanência na Série A. São números que assustam e necessitam de melhorias em 2021.

Os deslizes

Esses tropeços atleticanos tem um preço: o título. Todas as equipes perderam pontos bobos, porém o fato de 50% das derrotas serem contra as equipes mais fracas da competição é um dado que chama a atenção.

O Atlético perdeu dez partidas nesta edição de Brasileirão:

  • Internacional (1º colocado) 1 x 0 Atlético – 22/08/20 – Beira-Rio
  • São Paulo (4º colocado) 3 x 0 Atlético – 16/12/20 – Morumbi
  • Palmeiras (6º colocado) 3 x 0 Atlético – 02/11/20 – Allianz Parque
  • Santos (10º colocado) 3 x 1 Atlético – 09/09/20 – Vila Belmiro
  • Atlético 0 x 2 Athlético-PR (11º colocado) – 18/11/20 – Mineirão
  • Vasco (14º colocado) 3 x 2 Atlético – 23/01/21 – São Januário
  • Bahia (15º colocado) 3 x 1 Atlético – 19/10/20 – Pituaçu
  • Fortaleza (17º colocado) 2 x 1 Atlético – 07/10/20 – Castelão
  • Goiás (18º colocado) 1 x 0 Atlético – 03/02/21 – Serrinha
  • Botafogo (20º colocado) 2 x 1 Atlético – 18/08/20 – Nilton Santos

A lista é autoexplicativa: o Atlético perdeu para cinco dos últimos sete colocados do Brasileirão. O time de Jorge Sampaoli não conseguiu se impor contra times mais modestos e a resposta é a distância que o líder Internacional pode abrir na liderança na noite desta quinta-feira, 04.

O Vasco é o primeiro time que tem riscos de ser rebaixado. O time de São Januário tem 37 pontos e está em 14º, enquanto o Atlético-GO, dono do 13º lugar, tem 45 pontos, ou seja, não corre o risco de cair para a Série B. Por isso, existem apenas sete times querendo fugir das quatro vagas mais temidas do futebol brasileiro.

A partir do Vasco, cinco equipes venceram o Galo neste Brasileirão. É mais fácil explicar que somente o Coritiba, 19º colocado, não conseguiu pontuar contra o Atlético, visto que o Sport, o dono da 16ª posição, ainda enfrentará o Galo após empatar no 1º turno. O Botafogo venceu só quatro partidas na competição, mas uma destas vitórias foi justamente contra o time atleticano.

Dentre estas dez derrotas, nove foram longe de Belo Horizonte, evidenciando que enfrentar as equipes mais fracas do campeonato, fora de casa, foi o principal problema do Atlético na temporada 2020. Corrija isso, Galo!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cabuloso Azul

Cavalo paraguaio é assim mesmo. Dá uma boa arrancada, parece até que vai ganhar. Quando está chegando na reta final, se cansa e fica pelo caminho.

Silva Silva Silva

Vai procurar sua turma maria rebaixada e invejosa… seus títulos foram a base de calotes.

Edney Silva

Paciência, assim é o futebol, além do mais tem uns times mais azarados que outros.

Silva Silva Silva

Coloca esses 50% nas costas do burro Sampaoli que jogou o título fora.