Cruzeiro anuncia saída de Luiz Felipe Scolari

Reprodução Twitter

Na manhã desta segunda, 25, o Cruzeiro anunciou, por meio das suas redes sociais, a saída do treinador Luiz Felipe Scolari. O treinador chegou em 15 de outubro e assinou contrato até dezembro de 2022, porém Felipão e a diretoria cruzeirense entraram em um consenso e decidiram romper o vínculo.

Felipão comandou o Cruzeiro a partir da 17ª rodada do Brasileirão Série B 2020 até a 37ª rodada. Ele chegou no Cruzeiro e encontrou o time na zona do rebaixamento, com chances claras de ser rebaixado para a Série C. No entanto, em 21 partidas, Scolari conseguiu nove vitórias, oito empates e quatro derrotas, deixando a Raposa na 12ª posição e livre de qualquer possibilidade de cair para a terceira divisão.

Desde o início desta passagem, o treinador pentacampeão mundial deixou claro que o seu objetivo era evitar o rebaixamento, diferentemente das cobranças de boa parte da torcida, que gostaria de uma arrancada em busca do acesso para a Série A. Cumprindo o seu objetivo, Felipão sai de cabeça erguida do Cruzeiro, após ajudar a equipe no momento mais complicado da sua história.

Os últimos dias haviam sido dias conturbados na relação Cruzeiro e Felipão. Aparentemente, o treinador estava insatisfeito com as promessas não cumpridas, como salários em dia e algumas contratações. Então, o treinador decidiu por deixar a equipe e a diretoria entrou em um consenso com o técnico.

A Raposa deve ir ao mercado e buscar um novo técnico. Felipe Conceição, ex-treinador do América e atual técnico do Guarani, é o nome mais forte para assumir o Cruzeiro na temporada 2021.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários