Curtas | Novidades sobre Gustavo Blanco, dívida milionária paga pelo Galo, caso Zé Eduardo, declaração de Felipão e muito mais. Resumo semanal de Atlético e Cruzeiro

Fotos: Pedro Souza / Atlético e Igor Sales/Cruzeiro

O blog Bola Pra Frente traz um resumo semanal das notícias dos gigantes mineiros, com informações rápidas, pontuais e que deixam o torcedor atualizado sobre Atlético e Cruzeiro.

Atlético

Vitória contra o Atlético-GO

O Atlético entrou em campo duas vezes nesta semana – e também atua neste sábado, 23, contra o Vasco, às 21 horas. No domingo passado, 17, o Atlético recebeu o seu xará goiano, o Atlético-GO, e venceu por 3 a 1. Os belos gols atleticanos foram marcados por Hyoran, Junior Alonso e Jair. Janderson descontou para o Dragão. A atuação do Galo, principalmente no 1º tempo, empolgou os torcedores, já que foi vista muita intensidade e qualidade. Com o resultado, o Atlético disparou como o melhor mandante do Brasileirão: são onze vitórias, três empates e uma derrota em 15 jogos nesta edição.

Empate com o Grêmio

Empolgado pelo resultado contra o Atlético-GO, o Galo fez outra bela exibição contra o Grêmio, mas acabou tropeçando nos minutos finais. Atlético e Grêmio ficaram empatados em 1 a 1 e os gols foram marcados por Hyoran e Éverton. O Atlético jogou bem, porém se desligou nos 15 minutos finais e deu espaço para a boa equipe de Renato Portaluppi, que balançou as redes no final da partida. Mesmo assim, o Atlético segue na briga pelo título. O time de Sampaoli está em 4º, com 54 pontos, e está cinco pontos atrás do líder Internacional, além da partida a menos contra o Santos, que será disputada na próxima terça-feira, 26.

Pontuação do 2º turno atleticano

O Atlético vive um bom momento dentro de campo, mesmo que parte da torcida não concorde. O time de Sampaoli é um dos destaques do 2º turno – mesmo com alguns tropeços bobos – e está seguindo um caminho diferente de 2012 e 2015, onde o Galo deixou os líderes dispararem no início do 2º turno. Atualmente, o Atlético tem o melhor aproveitamento da 2ª parte (66,7%) – juntamente com o líder Internacional – e, por isso, o Blog resolveu comparar com as campanhas que renderam vice-campeonatos para o Galo na década. Neste ano, o Atlético está melhor. Confira!

Novidades sobre Gustavo Blanco

A torcida tem muito entusiasmo sobre uma possível volta em grande nível de Gustavo Blanco. Com razão. O atleta deixou uma ótima recordação no Brasileirão de 2018, mas foi justamente nesta época que Blanco iniciou uma sequência de lesões e não voltou a atuar tão bem. Desde junho de 2018, o atleta jogou uma partida durante os 90 minutos e foi pelo Goiás. O Atlético preferiu o emprestar, mas mesmo no modesto time goiano, o vice-lanterna do Brasileirão, Blanco não está tendo sequência e fez apenas quatro partidas. E segundo o jornalista Victor Martins, a comissão técnica do Atlético decidiu não usar Gustavo Blanco em 2021. Por causa desta limitação física, a comissão deseja outro jogador para posição. Edenílson, meio-campista do Internacional, é o favorito.

Ramón Martínez devolvido

E falando sobre volantes, o Coritiba rescindiu empréstimo com Ramón Martínez, volante que pertence ao Atlético. O paraguaio tem 25 anos, chegou em 2019 no Galo e assinou contrato até o fim de 2022. Com a camisa do Atlético, Ramón fez 14 partidas e foi encostado por Sampaoli. Ele foi emprestado para o Coritiba neste Brasileirão, mas no Coxa ele fez nove jogos e só foi titular duas vezes. Por isso, o time paranaense, 18º colocado no Brasileirão, preferiu rescindir o contrato de empréstimo e devolver para o Atlético, que segue sem interesse no jogador. Logo, Ramón deve ser emprestado para o Libertad-PAR, mas o Guaraní-PAR, ex-equipe dele, também tem interesse.

Gustavo Henrique deixando a equipe

Dando sequência aos vários empréstimos de jogadores não utilizados, o Atlético emprestou um zagueiro de 21 anos, cria da base e que fez apenas um jogo pelo Galo – ele entrou contra o Botafogo, nos minutos finais. Gustavo Henrique fazia parte do time de transição e estava treinando com o time profissional, mas a equipe mineira preferiu emprestar o zagueiro ao Bahia até o fim de 2021. Para retornar em 2022, Gustavo Henrique renovou até o fim de 2022 e o Atlético espera que o zagueiro evolua no time baiano.

Dívida milionária paga pelo Galo

O Atlético comunicou na última segunda, 18, o pagamento de uma dívida milionária. O time depositou 8 milhões de reais na conta da Udinese e não tem mais nenhum valor pendente em relação ao time italiano. Esta quantia é referente a última parcela da compra de Maicosuel, em 2014. O Atlético já acertou várias dívidas com a Udinese, visto que comprou o ponta e o lateral-esquerdo Douglas Santos – ambos foram campeões da Copa do Brasil pelo Atlético – da tradicional equipe italiana. Após este pagamento, o Atlético deve mais nada para a Udinese. Além disso, o Galo segue na sua promessa de sanar as dívidas. No orçamento de 2021, a equipe alvinegra planejou acertar 30 milhões em pagamento de dívidas e já pagou 8 milhões sobre Maicosuel.

Final do sub-20

O Atlético abriu uma boa vantagem na final do Brasileirão sub-20. A equipe treinada por Marcos Valadares venceu o Athletico-PR por 2 a 1, em Belo Horizonte, e tem a vantagem do empate no jogo de volta. Os gols da partida disputada no último domingo, 17, foram marcados por Julio César e Iago, pelo Galo, e Vinicius Mignotti, pelo Furacão. A partida de volta acontecerá em Curitiba, neste domingo, 24, às 20 horas, com transmissão da Band.

Cruzeiro

Derrota para Juventude

O cruzeirense teve uma grande decepção no último sábado, 16, mas uma decepção que estava clara há alguns meses: o Cruzeiro não voltará para a Série A. O time azul celeste visitou o Juventude, em Caxias, e perdeu por 1 a 0. O gol foi feito por Rafael Grampola, após pênalti infantil de Matheus Pereira. Com esse resultado, o Cruzeiro ficou sem possibilidades matemáticas de retornar à elite do futebol brasileiro. Após esta partida, os olhares da equipe se voltaram para a parte debaixo da tabela, visto que, naquele momento, havia riscos de ser rebaixado para a Série C.

Vitória contra o Operário

Porém, o risco de ser rebaixado também foi embora nesta semana. Na quarta, 21, o Cruzeiro venceu o Operário por 2 a 1 e está matematicamente garantido na próxima Série B. Os gols da partida foram marcados por Rafael Sobis, William Pottker e Ricardo Bueno. O Operário ainda reclamou bastante por causa do gol de Pedro Ken, anulado, quando a partida estava empatada. A partir de agora, a diretoria deve ficar preocupada com uma questão: planejamento da próxima temporada. Por isso, o Blog listou três pontos importantes para a diretoria seguir e ter uma temporada melhor. Confira!

Continuar abaixo da 12ª posição não é uma boa opção

Após estes resultados, o Cruzeiro está em 13º e deveria ter um objetivo: ficar acima do 12º lugar. Por quê? Para fugir dessa estatística tão ruim descrita pelo Blog. O Bola Pra Frente levantou dados de todas as campanhas dos times que subiram para a Série A e detalhou a origem de cada time. Quantas vezes o time ficou abaixo da 12º colocação da Série B no ano anterior e subiu? Veja e entenda!

Fala de Felipão sobre a permanência

Uma dúvida cerca os torcedores cruzeirenses neste final de temporada: Luiz Felipe Scolari fica para a próxima temporada? O treinador ainda não deu uma resposta definitiva e, mesmo tendo contrato até o fim de 2022, a permanência do pentacampeão mundial é uma incógnita. E na entrevista coletiva, após vencer o Operário e garantir a permanência na Série B, Felipão deixou ainda mais em aberto o tema. Ele falou que se sentará com a diretoria depois dos jogos finais contra Naútico e Paraná, irá expor algumas situações e ouvir outras, além de colocar algumas opiniões sobre o planejamento de 2021. Scolari ainda ressaltou que é um assunto interno e tem muitas fofocas em redes sociais sobre a sua permanência. Após 31 de janeiro, data da última partida do Cruzeiro, Felipão deve decidir o seu futuro.

Saída do Giovanni

O Santo André anunciou nesta terça, 19, a contratação de Giovanni Palmieri, lateral-esquerdo que estava jogando no Cruzeiro. Sendo assim, a Raposa comunicou que acertou uma rescisão com o atleta, o liberando para atuar no time paulista, onde ele deve estrear no estadual, no fim de fevereiro. Giovanni foi pedido por Enderson Moreira, mas foi muito criticado pela torcida e acabou sendo afastado. No seu texto de despedida, Giovanni criticou a maneira que as críticas e cobranças em cima dele foram conduzidas no Cruzeiro. O lateral alegou que nunca cometeu nenhum ato de indisciplina e foi marginalizado, além de ser impedido de fazer o que mais gosta por meses. Durante a sua curta e turbulenta passagem, Giovanni fez oito jogos e marcou um gol pela Raposa

Caso Zé Eduardo

O jovem atacante acionou a justiça nesta terça, 19, pedindo a rescisão imediata do contrato com o Cruzeiro. O valor da causa passa dos 2 milhões de reais. Zé Eduardo estava emprestado ao América-RN, retornou à Raposa e jogou só 12 minutos, ainda com Ney Franco. Atualmente, o centroavante de 21 anos está treinando separado. Ele entrou na justiça contra o clube alegando “faltas graves do empregador “, obviamente se referindo aos salários atrasados. Na ação judicial, Zé Eduardo pede uma cláusula compensatória, que seria os salários a que ele tem direito durante todo o contrato. Como ele tem vínculo até janeiro de 2024, o valor pedido como compensação é de mais de 2 milhões de reais. É importante ressaltar que a rescisão imediata foi negada pela justiça – mesmo resultado dos pedidos recentes de Dedé e Jadsom Silva, ambos negados. Em breve, o processo destes três atletas serão julgados.

Parte dos salários pagos

Depois de várias críticas aos atrasos e até processo de jogadores, o presidente Sérgio Santos Rodrigues começou a acertar as folhas salariais. O Cruzeiro pagou a folha de novembro do administrativo – funcionários em geral, jogadores da base e time feminino – na última terça, 19. O clube segue devendo uma folha de dezembro e o 13º para estes trabalhadores que recebem bem menos. Já em relação aos jogadores, o Cruzeiro estava devendo duas folhas e meia. Segundo o presidente, foi pago um percentual do atraso e, não necessariamente, trata-se de uma folha inteira de pagamento. Portanto, a Raposa ainda deve muito e, segundo o próprio Sérgio Santos Rodrigues para a TV Globo, ainda não tem previsão de quando irá pagar todas as folhas atrasadas.

Boa recuperação, Adilson Batista!

O ex-jogador e ex-treinador do Cruzeiro assustou todos nesta última semana. Na última quinta, 14, Adilson Batista sofreu um infarto e passou por dois cateterismos, mas, felizmente, ele deixou a UTI no domingo, 17. Na saída, já recuperado, Adilson disse que “ganhou mais uma nova chance na vida”. Ele ainda fez questão de agradecer os médicos pelo tratamento. O último time que Adilson treinou foi a Raposa, onde ele tem uma linda identificação. O Blog deseja uma boa recuperação para Adilson!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários