Cruzeiro anuncia a saída do seu camisa 10

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

No 1º dia de 2021, o Cruzeiro comunicou a saída do seu camisa 10. Régis não teve seu contrato de empréstimo renovado e como o vínculo se encerrou na última quinta, 31/12/2020, o jogador não atuará mais com a camisa azul celeste.

O jogador chegou em abril e assinou um contrato de empréstimo juntamente com o Bahia até o final de 2020, incluindo todas as partidas desta temporada. Porém, devido a longa parada por causa do coronavírus, a atual temporada só terminará em fevereiro de 2021. Alguns jogadores, como Filipe Machado, tiveram seus vínculos estendidos pelas suas equipes, mas o Cruzeiro preferiu não estender o contrato de Régis.

Porém, a situação para a permanência do camisa 10 teria outro problema. Mesmo se o Cruzeiro desejasse ficar com o atleta, a equipe mineira teria que pedir para o Bahia renovar com Régis, já que o vínculo do jogador com o Tricolor Baiano também se encerrou no último dia de 2020. Como o Bahia não renovou, o jogador está livre no mercado e o Cruzeiro não pode registrar novos jogadores por causa da punição aplicada pela CNRD, a qual proíbe o Cruzeiro de inscrever qualquer atleta.

Régis deixa o Cruzeiro com 29 jogos feitos, 3 gols e 4 assistências – segundo jogador que mais deu passes para gols em 2020 pelo Cruzeiro. Mas o camisa 10 não deixará muitas saudades. A torcida não estava gostando das suas atuações recentes e ele se tornou reserva de Filipe Machado. A última partida de Régis como titular com a camisa azul celeste foi em 27 de novembro, na derrota por 2 a 1 para o Confiança, no Mineirão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários