Curtas | Atlético campeão sobre o rival, volta de Tardelli, negociação de Orejuela, especulação chilena sobre Felipão e muito mais. Resumo semanal de Atlético e Cruzeiro

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O blog Bola Pra Frente traz um resumo semanal das notícias dos gigantes mineiros, com informações rápidas, pontuais e que deixam o torcedor atualizado sobre Atlético e Cruzeiro.

Atlético

CAMpeão do Mineiro feminino

Solte o grito torcedor, já que o Atlético foi campeão mineiro neste sábado, 19. O Galo venceu o rival Cruzeiro nos pênaltis e levantou o título de campeão estadual feminino dentro do Mineirão. As Vingadoras terminaram a competição de forma invicta e deixaram o recado que o time feminino do Atlético está pronto para dar alegria aos torcedores. Gabizinha marcou o 1º gol para o Galo, Vanessinha, jogadora do Cruzeiro, virou a partida com dois gols e o banco cruzeirense já estava comemorando quando Marcela chutou, a bola desviou e empatou a partida, aos 52. O placar de 2 a 2 ainda poderia ser maior, já que a arbitragem anulou, de forma inusitada, um gol do Atlético, aos 47 da segunda etapa. Com o empate no tempo normal, o jogo foi para os pênaltis. As Vingadoras fizeram os cinco gols, enquanto as Cabulosas desperdiçaram a primeira cobrança, onde Amanda fez a defesa. Com isso, o Atlético se tornou campeão do Mineiro feminino de 2020. Parabéns às Vingadoras!

Derrota para o São Paulo

Se na equipe feminina a semana atleticana foi muito boa, não é possível dizer o mesmo em relação ao time masculino. Após vencer o Athletico-PR, no último sábado, 12, e acompanhar a derrota do São Paulo para o Corinthians, o Atlético ficou animado para o confronto com o Tricolor Paulista na quarta, 16. Porém, o placar de 3 a 0 representou o massacre que foi a partida. O Atlético foi atropelado pelo líder e a estratégia de Sampaoli não foi eficaz. Atualmente, o Galo está em 2º, sete pontos atrás do São Paulo. 

Calendário confuso

O calendário das competições brasileiras é tema recorrente nas discussões sobre futebol, já que a CBF não faz o mínimo para produzir um calendário bom para as equipes brasileiras. A questão da vez é que o Atlético terá apenas uma partida em um intervalo de 26 dias, podendo assim comprometer o ritmo de jogo, algo tão importante no futebol. Além disso, o Galo terá esta folga tão grande no início do mês e no final de janeiro, o time mineiro deve ter três jogos em oito dias. O equilíbrio seria bom para o futebol, mas a CBF aparenta não se importar. Veja o porquê desta confusão e os detalhes deste calendário!

Absolvidos pelo STJD

Na última terça, 15, o Atlético e os seus funcionários foram temas de julgamentos no STJD. Felizmente, para o clube e para os torcedores, todos foram absolvidos. O treinador Jorge Sampaoli e o analista de desempenho Diogo Alves foram julgados por causa do episódio do uso de celular, mas acabaram sendo absolvidos. O mesmo aconteceu com Alexandre Mattos, mas o diretor do futebol foi indiciado por causa de fortes reclamações após o lance envolvendo Vargas e Gil, no duelo com o Corinthians. Com todos absolvidos pelo STJD, o Atlético não estará desfalcado destes importantes membros. 

A volta de Tardelli

Finalmente, a torcida poderá trabalhar com uma provável data de recomeço da carreira de Diego Tardelli. O ídolo atleticano lesionou gravemente o tornozelo no dia 17 de julho, em um jogo-treino com o América, e estava em tratamento desde então. Só que na última terça, 15, o atacante foi liberado pelo departamento médico e está treinando normalmente com o elenco. O jogador deve ser uma opção no jogo contra o Coritiba, no sábado, 26, já que terá dez dias de treinamento para recuperar a forma física. Se não conseguir, o seu retorno deve ficar para o dia 11, contra o Red Bull Bragantino, já em 2021.

Salários, praticamente, em dia

A diretoria do Atlético deixou praticamente tudo em dia nesta semana. Mesmo estando de saída, o presidente Sérgio Sette Câmara honrou com os seus compromissos e quitou a folha atrasada referente a novembro com os jogadores e demais funcionários. O Galo também acertou as duas parcelas do 13º salário. A única pendência agora é o pagamento do direito de imagem de novembro, que venceu neste final de semana e as férias dos jogadores, que devem ser negociados em breve. Com os outros funcionários, o Atlético está em dia. 

Saída de Alexandre Mattos

O renomado diretor de futebol atleticano foi o tema de diversas especulações nesta semana. A sua permanência é uma incógnita, já que o Atlético terá uma nova diretoria em 2021 e mudanças podem acontecer. Segundo o novo presidente, Sérgio Coelho, em entrevista para o portal Fala Galo, ele e o grupo que comandará o Atlético irão se reunir e decidirão o melhor para o Galo. Além disso, o novo mandatário declarou que nada foi decidido ainda e trata-se apenas de especulações. O diretor de futebol chegou em março deste ano e tem contrato até dezembro de 2021. Se permanecer, Alexandre Mattos será o diretor de futebol mais longevo desde o icônico Eduardo Maluf, visto que nenhum diretor permaneceu mais de 12 meses desde então.

Vendas na Arena MRV

Segundo o Ge.com, até a última quinta-feira, 17, cerca de 75 camarotes da Arena MRV já haviam sido comercializados. Mais de 77,4 milhões já foram gerados para o estádio nas vendas dos camarotes e sobram apenas 5 para serem vendidos, visto que a Arena MRV terá 80 camarotes no total. A casa do atleticano depende dessas vendas, já que este valor está dentro do orçamento planejado e a estimativa é arrecadar 80,87 milhões de reais com estas vendas.  

Cruzeiro

Tropeço em casa

Muito animado após vencer o Vitória, fora de casa, na sexta, dia 11, o Cruzeiro recebeu o CSA no Independência. Mas o algoz de 2019 atacou novamente e o time mineiro saiu com um empate ruim para as pretensões cruzeirenses – o placar marcou 1 a 1. Além disso, um ponto importante do jogo da última terça, 15, frente ao CSA, foi que o Cruzeiro jogou bem apenas nos minutos iniciais da segunda etapa, com a entrada de Giovanni Piccolomo. O restante da partida foi de domínio da equipe alagoana, que não saiu com a vitória por causa de Fábio. 

Um empate dramático

Talvez tenha sido uma das partidas mais dolorosas para a torcida do Cruzeiro, já que o time não conseguiu jogar e ainda sofreu um gol do Avaí nos minutos finais. A Raposa atacou muito pouco na primeira etapa, mas conseguiu abrir o marcador. Já nos 45 minutos finais, o Cruzeiro, praticamente, não foi ao campo de ataque e teve uma atitude covarde. Com isso, a punição tardou, mas não falhou. Em rebote após cobrança de falta, Edílson cruzou e Valdivia marcou o gol do empate do Avaí por 1 a 1 nesta sexta, 18, na Ressacada. 

O aproveitamento de Luiz Ricardo Alves

O Cruzeiro está com vários jogadores atuando bem abaixo do esperado. Um desses atletas é Luiz Ricardo Alves, atacante que retornou do Coritiba, jogou nove partidas e ainda não participou de nenhum gol. O aproveitamento deste centroavante, também chamado pelo nome de Sassá, está decepcionando os cruzeirenses. Veja os números!

O lateral que faz o simples

Um dos melhores reforços cruzeirenses neste 2020 trágico, Raúl Cáceres chegou e tomou conta da ala direita. O paraguaio não é um grande jogador, mas faz o simples, o famoso arroz com feijão. Com bons números individuais e um aproveitamento muito bom em campo, o desempenho de Cáceres chama a atenção. Confira!

Enfim, a saída de Orejuela

Até o final deste mês, o Cruzeiro e o Grêmio devem anunciar o acordo envolvendo Luis Orejuela, lateral-direito colombiano. Segundo o Ge.com, o time gaúcho irá assinar por 4 anos com o jogador que está defendendo a equipe no ano de 2020 emprestado pela Raposa. A negociação renderá 20 milhões para os cofres cruzeirenses, porém o pagamento será feito em parcelas. Já que a Raposa precisa desse dinheiro urgentemente, a diretoria deve negociar uma operação financeira bancária para ter o valor integral em breve. 

A tentativa de acertar salários

Segundo a rádio Itatiaia, o Cruzeiro acertou nesta semana uma parte dos vencimentos atrasados. O elenco recebeu o restante dos salários de setembro e metade do pagamento de outubro. Já o administrativo, a base e o time feminino receberam a folha completa de outubro. Com isso, a diretoria ainda terá que acertar, em breve,com o plantel a metade dos vencimentos de outubro, uma folha integral de novembro e a primeira parcela do 13º. Por outro lado, os funcionários que recebem bem menos – administrativo, base e equipe feminino – estão com a folha de novembro e a primeira parcela de 13º em aberto. Certamente, o pagamento de Orejuela irá ajudar a colocar as finanças em dia. 

Interesse chileno em Felipão

O jornal chileno “El Mercúrio” noticiou, na última terça-feira, 15, um possível interesse da seleção do Chile em contar com o treinador Luiz Felipe Scolari, visto que Reinaldo Rueda, atual comandante, pode deixar a equipe em 2021 para assumir a seleção colombiana. Porém, em entrevista para o SuperEsportes, após o empate com o CSA, Felipão negou qualquer sondagem ou proposta da federação chilena, acabando com a especulação sobre a sua saída. Segundo o UOL, a multa para tirar Felipão do comando do Cruzeiro gira em torno de 10 milhões de reais. Vale ressaltar que o treinador tem contrato até o final de 2022 e está comprometido com o projeto de reconstrução do Cruzeiro.

Luto no Cruzeiro

No último domingo, 13, o Cruzeiro decretou luto por causa do falecimento do 2º vice-presidente do clube, Biagio Peluso. Ele faleceu devido a complicações da COVID-19. Ao lado do presidente Sérgio Santos Rodrigues e do 1º vice-presidente Lidson Potsch, Biagio foi eleito, em outubro, para a função de 2º vice-presidente do clube no próximo triênio (2021-2023). Infelizmente, Biagio faleceu aos 71 anos. A equipe cruzeirense o homenageou na partida contra o CSA e o blog também envia as condolências à família.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.