Cruzeiro e CRB se enfrentam em Alagoas, mas desta vez sem o algoz cruzeirense

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O 4º confronto em 2020 entre Cruzeiro e CRB acontecerá na noite desta terça. Os times protagonizaram jogos importantes na temporada e as lembranças dos torcedores cruzeirenses não são satisfatórias. Porém, desta vez, a Raposa não encontrará o seu algoz: Léo Gamalho, que marcou quatro gols nos três encontros. Enfim, o Cruzeiro irá vencer o CRB ou “outro Léo Gamalho” irá aparecer?

O Cruzeiro duela com o CRB nesta terça, 08, às 21:30, no Estádio Rei Pelé, em partida válida pela 27ª rodada. No primeiro turno, a Raposa e o Galo do Nordeste empataram por 1 a 1 no Mineirão e, por isso, a equipe mineira deseja recuperar os pontos perdidos.

Os números e momento

O Cruzeiro ultrapassou o CRB na última rodada e vive atualmente o seu melhor momento na temporada, diferentemente do CRB que não venceu nas últimas quatro partidas. A Raposa está em 11º e busca voltar para a primeira parte da tabela, onde esteve apenas no fim da terceira rodada, enquanto o CRB está atualmente em 13º, com 33 pontos, apenas um atrás do Cruzeiro.

O time de Felipão vem de duas vitórias expressivas: o triunfo por 2 a 1 no clássico frente ao América, sensação da Série B, e a goleada sobre o Brasil de Pelotas, por 4 a 1, com direito a um gol emblemático de Rafael Sobis (veja o golaço aqui). Com o técnico pentacampeão, o Cruzeiro fez 21 dos 30 pontos disputados: venceu seis partidas, empatou três e perdeu apenas para o Confiança, tendo assim 70% de aproveitamento. Se vencer, a Raposa chega a 37 pontos e pode ultrapassar Avaí e Guarani, em caso de derrota dos dois rivais.

Já a equipe de Ramon Menezes perdeu por 3 a 0 para o Sampaio Corrêa na última partida e deu sequência na sua fase ruim: são quatro jogos sem vencer – três derrotas e um empate. O time alagoano não balançou as redes nas últimas duas partidas e necessita melhorar os seus números. Se triunfar sobre a Raposa, o Galo ultrapassa o próprio Cruzeiro e o Operário e retorna à 11ª posição.

A curiosidade da partida fica pelo ótimo desempenho do CRB como mandante e do Cruzeiro fora de casa. O time alagoano fez 22 dos seus 33 pontos no estádio Rei Pelé e tem bom aproveitamento dentro de casa. Já o Cruzeiro é o 3º melhor visitante e a última derrota longe de Minas Gerais aconteceu em 03/10, contra o Cuiabá.

Algoz?

Certamente, todos os torcedores estão se lembrando dos confrontos deste ano. O CRB eliminou o Cruzeiro com tranquilidade da competição em que a equipe mineira é a maior campeã e deixou traumas no torcedor mineiro após vencer por 2 a 0 dentro do Mineirão, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil.

Naquele jogo, disputado em março deste ano, Léo Gamalho fez os dois gols. Em agosto, no jogo da volta da Copa do Brasil, o empate de 1 a 1 aconteceu por causa do gol de empate do centroavante. E na Série B deste ano, Léo Gamalho apareceu nos minutos finais e também empatou. Foram quatro gols do CRB sobre o Cruzeiro em 2020 e quatro gols de Léo Gamalho. Felizmente, para os cruzeirenses, ele foi negociado e está jogando no mundo árabe.

Já que o histórico recente é desfavorável, o retrospecto geral é bom para o Cruzeiro. Foram disputadas oito partidas na história e o Cruzeiro venceu quatro vezes, todas estas em Alagoas. Os outros quatro jogos resultaram em três empates e o CRB venceu apenas o confronto deste ano.

A escalação

A formação cruzeirense está se consolidando. Felipão aparenta ter achado, nas duas últimas partidas, a escalação ideal ao colocar Machado e Rafael Sobis no time principal. Os dois atletas se revezam na armação e o time está “dando liga”.

Para esta partida, o Cruzeiro estará desfalcado de Airton e William Pottker, ambos suspensos. O curioso é que Pottker também está machucado e foi para o banco da última partida apenas para forçar o terceiro cartão. Além deles, Stênio e Henrique seguem se recuperando das suas respectivas lesões.

O Cruzeiro segue com uma grande lista de pendurados. A lista de atletas tem Fábio, Lucas França, Ramon, Manoel, Cacá, Jadsom Silva, Adriano e Rafael Sobis. Dentre estes oito jogadores, seis devem ser titulares, visto que o Cruzeiro está apresentando uma escalação padrão nas últimas rodadas. Para o lugar do suspenso Airton, Welinton é o grande candidato pelas características semelhantes.

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Manoel, Matheus Pereira; Adriano, Jadsom Silva, Machado; Welinton, Rafael Sobis, Arthur Caíke. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

O adversário

O CRB vive um momento bem irregular na temporada. Após a chegada de Ramon Menezes, foram duas vitórias, porém depois o Galo do Nordeste embarcou nessa sequência de quatro jogos sem vencer e está situado no meio de tabela.

Atualmente, o CRB tem chance baixa de subir e de cair, visto que está oito pontos à frente da primeira equipe do Z-4 e dez atrás do primeiro time do G-4, ou seja, vencer é importante para almejar algo no campeonato.

A reação alagoana é importante para o ânimo dos próprios jogadores. Após a saída de Léo Gamalho, o CRB não encontrou uma solução como centroavante. Lucão, ex-Goiás, chegou, foi regularizado e pode estrear contra o Cruzeiro. No gol, Ramon Menezes ganhou o reforço de Douglas Borges e poderá substituir o contestado Edson Mardden.

Provável escalação: Daniel Borges; Reginaldo Júnior, Gum, Reginaldo (Xandão), Luiz Paulo; Claudinei, Wesley; Hyuri, Diego Torres, Luidy; Lucão. Técnico: Ramon Menezes.

CRB x Cruzeiro
27ª rodada do Brasileirão Série B
08/12/2020, 21:30 horas, Estádio Rei Pelé
Transmissão: SporTV (menos MG) e Premiere.
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Vanderson Antonio Zanotti (ES).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.