Se quer sonhar, tem que ganhar: Cruzeiro duela com o Brasil de Pelotas em casa

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Chegou ao momento que tropeços não são mais aceitos. Faltam 13 batalhas para o acesso improvável, contudo, necessário para o Cruzeiro. Para seguir sonhando, a Raposa deve entrar em campo com um único objetivo: vencer. Apenas a vitória é válida para a partida desta noite e o elenco sabe da importância de voltar a vencer como mandante, ainda mais o jogo deste sábado, um confronto direto no meio de tabela da Série B. 

O Cruzeiro enfrenta o Brasil de Pelotas neste sábado, 05, às 21:00, no Mineirão, casa da Raposa. No primeiro turno, o time gaúcho venceu a equipe mineira por 1 a 0, em um jogo muito ruim no Rio Grande do Sul. A torcida cruzeirense espera que o desempenho e o resultado sejam diferentes desta vez. 

Os números

A partida desta noite é um importante confronto direto. O Cruzeiro está na 15ª posição, com 31 pontos e o Brasil de Pelotas está em 13º com 33, ou seja, se a Raposa conseguir triunfar, ultrapassa a equipe Xavante. 

Vale ressaltar que, com o equilíbrio da divisão de acesso, qualquer vitória mexe em várias posições da tabela. Por exemplo, se o Cruzeiro vencer a partida desta noite, a equipe mineira ganha no mínimo três posições: Vitória, Operário e o próprio Brasil de Pelotas. Caso o CRB não vença neste sábado, a Raposa consegue chegar até na 11ª posição com os três pontos. 

Já o Brasil de Pelotas pode ganhar até 2 posições, no entanto, o mais importante será abrir vantagem para os adversários que estão abaixo, visto que o objetivo da equipe gaúcha é a permanência. Com o triunfo, o Brasil chega também até na 11ª posição e se aproxima da parte de cima da tabela.

O jogo deste sábado marca um encontro de um ruim mandante contra um ruim visitante. O Cruzeiro é o 4º pior mandante, já que tropeçou em nove das treze partidas no Mineirão. Pelo lado do adversário, o time de Pelotas venceu apenas três jogos longe da sua casa. 

O retrospecto é bem curto e favorável ao Brasil de Pelotas. O time gaúcho venceu duas partidas e perdeu apenas um jogo para a Raposa, nos três únicos encontros entre as equipes. A única vitória aconteceu no Brasileirão de 1984, onde o Cruzeiro goleou o Brasil por 4 a 0 no Mineirão, palco da partida desta noite.

O momento

O Cruzeiro vem de um importante triunfo sobre o rival e vice-líder América. O placar de 2 a 1 no Independência deu confiança e os cruzeirenses esperam que o desempenho continue no nível apresentado. Enquanto isso, o Brasil de Pelotas empatou com o Operário em casa, por 0 a 0, e perdeu uma boa chance de se aproximar da parte de cima da tabela, visto que a distância entre os times está bem pequena. 

Em um recorte maior de jogos, os rivais desta noite ostentam bons números. A Raposa perdeu apenas uma partida nas últimas 11 disputadas, enquanto o time gaúcho foi derrotado somente uma vez nos oito jogos anteriores.

A grande curiosidade é que ambas as equipes andam tropeçando contra equipes inferiores. A última derrota do Cruzeiro foi contra o modesto time do Confiança e a partida perdida pelo Brasil de Pelotas foi diante o lanterna Oeste. Em contrapartida, os times mostram que estão bem contra as equipes fortes. Na última rodada o Cruzeiro bateu o América e, na 24ª rodada, o Brasil venceu o Sampaio Corrêa, 3º colocado, fora de casa. 

A escalação

O Cruzeiro contará com a volta de Marcelo Moreno, que estava suspenso, porém William Pottker, que era titular, lesionou a coxa e ficará fora da partida desta noite. Com isso, Arthur Caíke, deve retornar ao time principal e completar o ataque com Sobis e Airton.

Um fato curioso e preocupante é que o Cruzeiro tem nove jogadores pendurados, sendo sete deles prováveis titulares para a partida desta noite. A lista de atletas tem Fábio, Lucas França, Ramon, Manoel, Jadsom Silva, Adriano, Airton, William Pottker e Rafael Sobis. Se vários destes jogadores tomarem cartão amarelo, Felipão terá uma dor de cabeça gigante na próxima partida.

O restante do time deve ser igual à equipe que venceu o América por 2 a 1, na última quarta, 02. Matheus Pereira voltou bem e recuperou facilmente a sua posição. Machado auxiliou mais o time e deve deixar Régis no banco mais uma vez.

Provável time: Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon, Matheus Pereira; Adriano, Jadsom Silva, Machado; Airton, Rafael Sobis, Arthur Caíke. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Sobre o adversário

O Grêmio Esportivo Brasil, mais conhecido como Brasil de Pelotas, está animada pelo atual momento. O time vem de três partidas sem derrotas, além de bater o forte time do Sampaio Corrêa fora de casa. Mesmo assim, os comandados de Claudio Tencati sabem que a disputa do Xavante é para sobreviver na Série B.

Mesmo vencendo o Cruzeiro no primeiro turno, o Brasil de Pelotas não faz um campeonato regular. A equipe tem a terceira melhor defesa e o quarto pior ataque, deixando claro os pontos fortes e fracos do time gaúcho. O grande destaque do Brasil é o meio-campista Matheus Oliveira, que tem 5 gols e 3 assistências na Série B, sendo o líder destas duas estatísticas do Brasil de Pelotas. 

Na escalação, Claudio Tencati contará com o retorno de Luiz Henrique e com a chegada do atacante Matheusinho. Ambos devem ficar no banco para ajudar na 2ª etapa. O grande problema foi a saída do ídolo Leandro Camilo. O zagueiro estava na equipe há nove temporadas e não teve seu contrato renovado. Outro desfalque é Gabriel Poveda, autor do gol da vitória no primeiro turno. O atacante lesionou os ligamentos do joelho.

Provável escalação: Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Nuno, Héverton, Alex Ruan; Sousa, Bruno Matias; Bruno José, Matheus Oliveira, Jarro; Dellatorre. Técnico: Claudio Tencati. 

Cruzeiro x Brasil de Pelotas
26ª rodada do Brasileirão Série B
05/12/2020, 21:00 horas, Mineirão
Transmissão: SporTV (menos MG) e Premiere.
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.