Savarino é dúvida para o jogo desta quarta. Números mostram o bom aproveitamento quando o ponta é titular. Confira!

Foto: Pedro Souza / Atlético

Jefferson Savarino é uma das melhores contratações que o Atlético fez na temporada. O venezuelano foi um pedido do seu compatriota, Rafael Dudamel, que rapidamente deixou o Atlético. Savarino foi, sem dúvida, um dos melhores feitos de Dudamel no Galo. O atleta de 24 anos já marcou seis gols com a camisa alvinegra, três destes no Brasileirão.

Porém, existe uma dúvida na utilização do ponta-direita na partida desta quarta, 24, no Mineirão, contra o Botafogo. O Atlético já conta com vários desfalques e Savarino tomou uma pancada no último jogo, frente ao Ceará, e pode ficar fora da partida.

O venezuelano ficou tratando o problema na coxa esquerda na segunda. Já nesta terça, Savarino treinou normal e, segundo Cláudio Rezende, da Rádio Itatiaia, se o ponta aguentar não sentir dores após este treinamento, ele estará em campo amanhã.

A torcida sabe do talento de Savarino e, por isso, deseja que ele esteja em campo, em um jogo tão importante, como será o duelo com o Botafogo. E o blog traz números que comprovam o bom aproveitamento do Atlético quando Savarino é titular.

Savarino é titular? O aproveitamento é excelente

Desde a volta do futebol, no final de julho, o Atlético disputou 28 partidas – 6 pelo Mineiro e 22 pelo Brasileirão – e Savarino foi titular em 19 oportunidades. Nestas partidas, o Galo venceu 13, empatou 3 e saiu derrotado de campo apenas 3 vezes quando ele esteve na formação inicial. Sendo assim, quando é titular, Savarino ostenta o aproveitamento de 73,6%.

Por outro lado, quando o venezuelano fica de fora dos onze iniciais, o Galo costuma ir mal. Houve 9 partidas que Savarino não foi titular: em 5 oportunidades ele esteve no banco e em 4 partidas ele sequer foi relacionado – todas estas em data FIFA.

Os números são bem inferiores. Sem ter Savarino como titular, o Atlético venceu 4 vezes, empatou 1 jogo e perdeu outras 4 partidas, fazendo assim apenas 13 pontos em 27 disputados. Ou seja, o aproveitamento do Galo, após a pausa, sem Savarino como titular é de 48,1%.

Portanto, se o atleticano quer ter confiança na vitória, é bom Savarino ser titular. Os números mostram isso e, certamente, a torcida deseja que o venezuelano esteja 100% e, consequentemente, na formação inicial da partida desta quarta, 24, contra o Botafogo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários