América enfrenta o Corinthians, em casa, com a chance de fazer história na Copa do Brasil

Reprodução Instagram

Com boa vantagem adquirida no primeiro jogo, o América de Lisca tem uma grande oportunidade de marcar um lindo capítulo na história do tradicional time de Belo Horizonte. Decacampeão mineiro consecutivo e bicampeão da Série B, o Coelho vê nesta Copa do Brasil uma possibilidade de fazer história. E o jogo desta noite é um grande passo para esta façanha.

O América recebe o Corinthians, no Independência, nesta quarta, 04, às 21:30, em jogo válido pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2020. O jogo de ida aconteceu na última quarta-feira, 28, onde o Coelho derrotou a equipe paulista por 1 a 0 em São Paulo. 

Por isso, qualquer vitória do América ou mesmo empate dá a classificação inédita para o Coelho. O Corinthians precisa vencer, fora de casa, por dois ou mais gols de diferença. Qualquer triunfo do Timão por apenas um gol de vantagem leva o jogo para as penalidades máximas. 

Para as equipes, chegar nas quartas de final tem peso histórico diferente. O América está no seu melhor desempenho da história, juntamente com as campanhas de 1998 e 2018, quando chegou no máximo às oitavas de final. Alcançar as quartas seria algo inédito e inesquecível para os torcedores americanos. Já o Corinthians não chega às quartas desde 2018, quando foi finalista da Copa do Brasil, perdendo para o rival do América, o Cruzeiro.

Mesmo com a boa vitória do América fora de casa na última quarta, os rivais desta noite tiveram um final de semana surpreendente e opostos no momento. Ambos jogaram no sábado à noite e o Coelho colocou em campo um time alternativo. Por causa disso, acabou sendo derrotado para o Avaí e quebrou a bela sequência de seis vitórias consecutivas e de dez jogos invictos. 

Por outro lado, o Corinthians ganhou muita moral e tentará seguir neste bom momento contra o América. O Timão recebeu o líder do Brasileirão, o Internacional, e derrotou o Colorado por 1 a 0, em uma partida que o Corinthians neutralizou o time de Thiago Galhardo, não possibilitando nenhuma finalização do Inter no gol.

O retrospecto, como dito na última semana, é favorável ao Corinthians, mesmo com o triunfo do América  – o 1º da equipe mineira em São Paulo contra o Timão. No geral, foram disputados 15 jogos oficiais, com 7 vitórias do Corinthians, 4 empates e 4 vitórias americanas. 

Como mandante o América conseguiu o resultado ideal para a partida desta noite em seis de sete oportunidades. Com três vitórias e três empates em sete jogos, o Coelho almeja repetir este desempenho, conseguindo assim se classificar. A única vitória corinthiana sobre o América em Minas foi em 2016, por 2 a 0, placar que classificaria o time paulista. 

Após o tropeço do final de semana, contra o Avaí, o treinador Lisca assumiu o erro de poupar alguns jogadores, porém é compreensível a sua intenção de descansar seus atletas para valorizar a Copa do Brasil, já que a tradicional competição de mata-mata pode proporcionar uma premiação inimaginável para o financeiro do América. Por exemplo, em caso de classificação nesta noite, o Coelho ganhará mais 3,3 milhões de reais, que será somado ao montante de mais de 7 milhões já arrecadados desde o início do torneio. 

Considerando que a partida desta noite pode ser uma das mais importantes da história americana, o técnico Lisca deve colocar força máxima novamente. O treinador foi muito bem no jogo de ida, quando colocou Marcelo Toscano e Neto Berola aos 40 do 2º tempo. Toscano marcou o gol da vitória, recebendo assistência de Berola.

Na última quarta, 28, Lisca optou por começar com Alê de titular e Rodolfo no banco, mas no intervalo sacou o meio-campista, colocou Geovane e optou por dar 45 minutos para Rodolfo atuar também. Os dois são titulares, porém estão voltando de lesão. Ambos estiveram na derrota contra o Avaí para ganhar ritmo de jogo e devem iniciar a partida desta noite, já que eles são importantíssimos para a equipe. 

Provável escalação: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson, João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê; Ademir, Rodolfo (Léo Passos), Felipe Azevedo. Técnico: Lisca 

Sobre o adversário

Mesmo com a derrota decepcionante para o América na última quarta, 28, o Corinthians recuperou a confiança ao bater o Internacional em casa. O Timão venceu e convenceu, visto que a sua proposta de jogo funcionou os 90 minutos. O desafio de Vagner Mancini e seus atletas é manter esta postura para a partida contra o América.

O problema é que os times de Mancini são, tradicionalmente, reativos, ou seja, esperam o adversário para contra-atacar. O jogo de ida desta oitavas de final foi ruim justamente por isso, pois nenhum dos times atacou com ímpeto. Agora, com a vantagem para o Coelho, o Corinthians entrará em campo com a obrigação de atacar. Será curioso ver como será organizada a equipe paulista. 

A escalação segue com os desfalques da última semana. Avelar e Mantuan machucados, Fábio Santos, Otero e Mosquito, atletas que atuaram pelo seu ex-time na competição, são as baixas confirmadas. Jô é dúvida e deve ser substituído por Matheus Davó, surpresa na escalação contra o Internacional e autor do gol da vitória, após linda jogada de Cazares. 

Provável escalação: Cássio, Fagner, Marllon, Gil e Lucas Piton; Xavier, Ramiro, Ederson e Matheus Vital (Everaldo); Cazares, Matheus Davó (Jô). Técnico: Vagner Mancini. 

América x Corinthians
2º jogo das oitavas de finais da Copa do Brasil
O 1º jogo ficou 1 a 0 para o América, na casa do Corinthians
04/11/2020, 21:30 horas, Independência
Transmissão: Globo (MG e SP), SporTV (menos SP), Premiere
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.