Quais funções Giovanni Piccolomo, novo reforço do Cruzeiro, pode desempenhar? Veja!

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro anunciou nesta quinta, 29, a contratação de Giovanni Piccolomo. O meio-campista já treinava com o elenco cruzeirense desde o fim de setembro, após rescindir com o Coritiba. O atleta de 26 anos assinou com a Raposa até o fim de 2021.

Giovanni ficou mais de um mês apenas treinando, visto que o Cruzeiro estava punido pela FIFA, por causa de dívida, e não podia registrar jogadores. Com o pagamento do débito, a entidade máxima do futebol retirou a punição e, consequentemente, a Raposa anunciou o meio-campo. A esperança é que ele seja registrado no BID em breve.

Além dele, Ivan Angulo e Matheus Índio estavam somente treinando com o elenco da equipe mineira. Os outros dois reforços ainda não foram anunciados e existe uma dúvida sobre a real utilização destes atletas.

Jogador com experiência em recuperações na Série B

Giovanni Piccolomo chega com um bom histórico na Série B. Ele participou das últimas duas edições e conseguiu o acesso. Em 2018, ele era titular do Goiás, equipe treinada por Ney Franco, que saiu da lanterna para a 4ª colocação, uma arrancada histórica.

Já no Coritiba, no ano seguinte, a sequência no segundo turno foi ainda mais incrível. O Coxa estava em uma campanha irregular e a equipe, comandada por Giovanni na organização, conseguiu emplacar 13 partidas invictas nas últimas 13 rodadas, alcançando a 3ª posição e retornando à Série A.

De retomadas, Giovanni entende. A questão física pode ser o único empecilho, já que o meio-campista sofreu uma grave lesão no tendão, em janeiro, e fez apenas duas partidas em 2020. A confiança e o ritmo serão retomados com o passar dos jogos. 

Onde ele jogará no Cruzeiro?

O jogador de 26 anos é um meio-campista clássico. Joga centralizado e tem um bom passe, além de ser uma opção para a bola parada. Pelo Goiás, na Série B de 2018, ele fez cinco gols e deu nove assistências. No Coritiba, ele marcou dois gols e deu cinco passes para o companheiro fazer. 

Ele já se mostrou ser um jogador que não se esconde nas horas decisivas – participou de três dos cinco últimos gols do Coritiba no último ano, garantindo o acesso – e esta característica é importante atualmente no Cruzeiro, visto que a equipe está instaurada em uma grande crise e existe muita pressão sobre o elenco. Mais um retorno à elite como protagonista seria uma boa história para Giovanni. 

Felipão ganha um jogador criativo para o seu meio-campo, um dos principais problemas do time. A distância entre os volantes e a falta de aproximação dos atacantes são defeitos claros da Raposa há bastante tempo. Scolari está tendo trabalho para corrigir isto.

E Giovanni poderá ajudar. Ele pode ser utilizado como um segundo-volante ou como um meia-armador. A principal característica dele, a distribuição de jogo, poderá ligar defesa e o ataque cruzeirense. Giovanni pode ser o famoso “enganche” do Cruzeiro. 

À esquerda, a movimentação dele em 2018. À direita, em 2019. Fonte: SofaScore.com

Como visto no mapa de calor dele das últimas temporadas, Giovanni trabalha centralizado e flutuando, de um lado para outro. Suas características poderão dar, além da saída de jogo, uma maior mobilidade no “engessado” ataque da Raposa.

Ele poderá ser escalado ao lado de um primeiro volante. Como exemplo, uma formação com ele, Jadsom Silva e Régis deixaria Giovanni Piccolomo com a função de ligar as jogadas para o camisa 10. Giovanni e Régis poderiam fazer uma dobradinha na organização. 

Felipão pode optar por colocar Piccolomo como organizador, na vaga que está sendo escalado Maurício ou Régis. Com isso, a sua função seria mais de tramar boas jogadas no ataque e menos de ligar defesa ao ataque. 

Com a carência na dupla de volantes e a possibilidade de uma melhor saída de bola com Giovanni, é possível imaginar um meio-campo com Régis e Giovanni juntos, onde a bola seria rolada com maior precisão.

Giovanni Piccolomo chega “caladinho”, mas o seu histórico e talento mostram que ele pode se tornar um pilar deste Cruzeiro que necessita de fazer um 2º turno maravilhoso. Giovanni tem experiência nestas situações. Olho nele!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.