A estrela de Lisca! América conta com substituições importantes do treinador e vence o Corinthians por 1 a 0 em São Paulo

Reprodução Twitter

Pela 1ª vez na história o América venceu o Corinthians na capital paulista. E esta equipe do Coelho está preparada para seguir escrevendo histórias. Um grande passo foi dado. A vitória fora de casa coloca o time mineiro com boa vantagem no jogo de volta, onde o América pode conseguir a vaga às quartas de final da Copa do Brasil, um feito inédito.

O América derrotou o Corinthians por 1 a 0 na partida desta quarta, 28, na Neo Química Arena. O gol foi marcado por Marcelo Toscano, em bela assistência de Neto Berola. Ambos haviam acabado de entrar, evidenciando a estrela de Lisca, que, mais uma vez, foi muito bem.

O jogo da volta acontecerá na próxima quarta, 04, às 21:30, no Independência, a casa do Coelho. Se o América vencer ou empatar chegará às quartas de final. O Corinthians precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar. Em caso de vitória da equipe paulista por um gol de diferença, a partida será decidida nos pênaltis.

O gol, já nos minutos finais, deixa claro o talento do treinador, que de doido tem apenas o famoso apelido. Lisca, o consciente, substituiu muito bem aos 40 da segunda etapa e quatro minutos depois conseguiu definir a partida.

Porém vale ressaltar que a partida foi muito fraca tecnicamente. A primeira finalização do América na partida foi o gol de Marcelo Toscano. A efetividade e o mérito da equipe mineira são pontos a serem destacados, mas o Coelho poderia ter aproveitado melhor os erros do Corinthians.

A partida mostrou a importância de Alê e Rodolfo para a equipe do América. Mesmo atuando apenas em um tempo – o meio-campista jogou a 1ª etapa e o atacante a 2ª – os dois jogadores foram bem participativos no time do América, sempre comandando as jogadas ofensivas. Para a partida da volta, Lisca, certamente, deseja contar com os dois atletas. 

Messias foi, mais uma vez, um dos destaques do América. O excelente zagueiro foi muito firme e evitou qualquer possibilidade de ataque do Corinthians. Por exemplo, na 2ª etapa, o Timão, mesmo em casa, finalizou apenas três vezes, todas sem acertar a meta americana. Ademir, com sua velocidade, e Zé Ricardo, comandando o meio-campo, foram os outros destaques da partida.

O jogo

Logo na escalação, Lisca optou por deixar o artilheiro da equipe no banco. Rodolfo, assim como Alê, estava lesionado e retornou como suplente no final de semana, na partida contra o Confiança. O atacante seguiu como opção, mas o meio-campista foi escalado como titular. Alê é um dos destaques do América e Lisca confiou nele para este jogo importante.

O início de partida do Coelho foi ruim, visto que o time paulista conseguiu impor uma pressão no campo de defesa do América. Sem saída de bola, a equipe mineira acabou errando muitos passes e dando a posse da bola para o Corinthians nos 20 minutos iniciais.

Mesmo com o domínio na 1ª etapa, o Timão não conseguiu criar uma grande jogada. Aos 8, Cazares recebeu de Everaldo e bateu forte. A bola subiu. No minuto seguinte, o Corinthians trabalhou uma boa jogada desde o volante Xavier. O camisa 39 achou Cazares, que tocou para Ramiro. De Ramiro para Vital, de Vital para a área. Ederson, cria do Cruzeiro, entrou e cabeceou, mas a bola foi para fora. Uma jogada bem trabalhada que resultou em uma testada errada. 

O Corinthians teve a sua chance mais clara em um lance inusitado. Aos 22, Cazares cobrou escanteio, Messias, zagueiro do América, tentou tirar e a bola bateu no seu companheiro, Zé Ricardo. A bola foi na direção do gol, mas Diego Ferreira estava em cima da linha para cortar o possível gol contra. 

O América teve a sua proposta – sair no contra-ataque – neutralizada e ficou mais tempo defendendo no 1º tempo. A única boa escapada do Coelho foi no minuto 26. Ademir fez boa jogada e “entortou” Gil. O zagueiro experiente não viu por onde o camisa 10 americano passou e ficou para trás. Ademir fez o cruzamento rasteiro, tentando encontrar Felipe Azevedo. No entanto, Fagner chegou antes e travou a possível finalização do atacante do Coelho.

A primeira etapa foi se aproximando do fim e a necessidade de mudanças ficando cada vez mais clara. Nenhuma das duas equipes conseguiu fazer com que os goleiros trabalhassem e o jogo foi ruim nos primeiros 45 minutos iniciais. 

Apenas Lisca mexeu no intervalo. Como citado anteriormente, Rodolfo e Alê estão retornando de lesão e, mesmo sendo titulares da equipe, ambos jogaram apenas 45 minutos. Alê foi titular e saiu no intervalo, dando lugar a Geovane. No mesmo momento, Rodolfo entrou na vaga de Léo Passos. 

Mesmo com as mudanças, o Coelho não melhorou. Ademir até tentou nos minutos iniciais, mas a sua velocidade não era acompanhada de boas decisões dos próprios companheiros. O Corinthians seguiu sem ofensividade e Vagner Mancini reclamou bastante da postura da sua equipe. 

O jogo permaneceu em baixo nível. Até os 40 minutos, haviam sido chutadas cinco bolas na 2ª etapa e nenhuma destas foi no gol. Os diversos erros de passes também danificaram o jogo das duas equipes.

Lisca, com a sua sabedoria, substituiu faltando cinco minutos e optou por Neto Berola e Marcelo Toscano. E colocando sangue novo, o treinador fez o América vencer a partida. 

Aos 42, Berola cruzou e Toscano testou para fora. Na saída de jogo, Cássio errou o “chutão” e deu no peito de Juninho. O volante tocou para Neto Berola, que deu um belo passe para Marcelo Toscano. O camisa 17 entrou livre e bateu forte na meta de Cássio. A 1ª bola finalizada no gol corinthiano. O gol americano. 1 a 0 no placar para o América.

 Fim de jogo e vitória importantíssima do América, que representou muito bem Minas Gerais na primeira partida das oitavas de final. Ainda tem jogo de volta, na próxima quarta, mas o Coelho de Lisca está próximo de fazer história, alcançando a inédita quartas de final. O América tem talento, vantagem e confiança. É hora de escrever um capítulo na história do decacampeão mineiro. 

O América volta a campo no próximo sábado, 31, às 19 horas, contra o Avaí, na Ressacada, em Santa Catarina.

Números da partida
Corinthians x América
68% Posse de bola 32%
14 Finalizações 9
3 Finalizações no gol 2
7 Escanteios 0
0 Impedimentos 2
16 Faltas 17
0 Grandes oportunidades 1
0 Grandes oportunidades perdidas 0
600 Passes 284
498(83%) Passes certos 202(71%)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários