Melhor ataque contra 2ª melhor defesa: Atlético e Fortaleza se enfrentam nesta quarta

Reprodução Twitter

Líder e melhor ataque frente uma equipe invicta há um mês e dona da 2ª melhor defesa do Brasileirão. Um grande jogo que marca também o encontro entre dois treinadores ofensivos: Jorge Sampaoli e Rogério Ceni estarão na área técnica de uma das melhores partidas desta rodada. 

Atlético e Fortaleza duelam nesta quarta, 07, às 21:30, no Castelão, na capital cearense, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.

O Galo é o líder com 5 pontos de vantagem para Internacional e Palmeiras, isto é, independente do resultado a equipe mineira continuará na liderança. No entanto, uma equipe treinada por Jorge Sampaoli não se acomoda e, com certeza, o Atlético tentará vencer como visitante, fato que aconteceu em 3 de 6 oportunidades neste Brasileirão.

Já o Tricolor do Pici está na 10ª posição, com 17 pontos: foram 4 vitórias, 5 empates e 4 derrotas em 13 jogos. A posição é a imaginada, visto que o Fortaleza já se consolidou como um time de Série A e deve lutar para ficar na parte de cima da tabela. Porém, em um campeonato tão imprevisível, o Fortaleza pode chegar ainda mais perto do G-6. Com uma vitória, o time alcançaria os 20 pontos, pontuação do Sport, o 5º colocado. 

Os times têm uma característica principal em comum: ambos buscam atacar e pressionar alto, ou seja, será um confronto tático muito interessante. O Atlético vem em ótimo momento, já que são 11 gols nos últimos 3 jogos e venceu 8 dos últimos 9 jogos. O Fortaleza se destaca na defesa, pois sofreu apenas 10 gols – 2ª melhor defesa do Brasileirão – em 13 jogos.

O histórico das equipes é bem equilibrado. Foram disputadas 10 partidas: cada equipe venceu 4 jogos e aconteceram 2 empates. No último ano as equipes se enfrentaram pelo Brasileirão e o placar de 2 a 2 se repetiu em Fortaleza e em Belo Horizonte. 

Como ponto positivo para os torcedores atleticanos, vale ressaltar que nos 4 jogos que aconteceu em Ceará, o Galo venceu 2 vezes, empatou 1 e perdeu somente 1 partida fora de casa para o Fortaleza. 

No entanto, uma curiosidade negativa do Atlético chama a atenção neste Brasileirão. O Galo atuou duas vezes na quarta-feira em horário nobre, 21:30, e foi derrotado nestas duas ocasiões. Os algozes foram Botafogo e Santos. 

Após vencer o Vasco por 4 a 1 em uma das melhores atuações da equipe, o Galo volta a campo com 3 desfalques. Os selecionáveis Júnior Alonso, Alan Franco e Savarino estarão indisponíveis para os próximos 3 jogos e cabe a Jorge Sampaoli encontrar substitutos para estes importantes jogadores, os quais haviam participado em todas as partidas deste Brasileirão. 

Na defesa, a base da última partida deve ser mantida. Alonso, único titular em todos os jogos após a pausa, deve ser substituído por Igor Rabello, zagueiro que tem muita confiança de Sampaoli, visto que o treinador já deu muitos minutos para ele no campeonato. Na ala direita, Guga fez mais uma boa partida e se consolidou como titular. 

No meio, Sampaoli deve promover a volta de Allan. O 1º volante ficou como reserva, mas entrou, nos últimos dois jogos e deve ganhar a vaga de Alan Franco. Com isso, Sampaoli poderá adiantar um pouco Jair, para a função de Franco, ou colocar Allan junto com os zagueiros, deixar Jair como 1º volante e adiantar mais Guga. São possibilidades que o argentino terá.

Nathan é dúvida neste meio-campo. O camisa 23 saiu sentindo da última partida, mas treinou normal e foi relacionado. Caso não conseguir jogar, Hyoran ou Dylan Borrero irão o substituir.

No ataque, Keno e Eduardo Sasha estão bem e devem ser mantidos. Para a vaga do venezuelano Savarino, o treinador atleticano tem várias opções. Marrony e Marquinhos são os favoritos, mas Maílton e Savinho também podem ser titulares, visto que cravar a escalação de Sampaoli é uma tarefa complicada.

Provável escalação: Éverson; Guga, Igor Rabello, Réver, Arana; Allan, Jair, Nathan (Hyoran); Marquinhos (Marrony), Sasha, Keno. Técnico: Jorge Sampaoli.

Sobre o adversário

O Fortaleza de Rogério Ceni é um time bem temido no Brasil. As suas glórias, nos últimos anos, e sua forma de jogar impõem respeito e colocam o time cearense como um possível azarão deste Brasileirão. E os resultados neste início são bons. A equipe está em 10º, tem a 2ª melhor defesa e venceu a 1ª partida das finais do estadual – sim, o Campeonato Cearense ainda não terminou.

O treinador do Fortaleza, goleiro histórico do São Paulo, tem boas recordações contra Jorge Sampaoli. Rogério Ceni venceu os 2 confrontos em 2019, contra o Santos, e não sabe o que é ser derrotado para um dos seus mentores, visto que Ceni fez estágio com Sampaoli, quando o argentino treinava o Sevilla. 

A importância deste jogo para equipe cearense deve fazer com que a escalação do Fortaleza seja com força máxima, mesmo com o acúmulo de jogos. Por isso, na última partida, um empate sem gols com o Atlético-GO, o Fortaleza poupou dois dos seus principais atletas: Wellington Paulista, ex-atacante do Cruzeiro e algoz atleticano, e Osvaldo. O único desfalque é Juan Quintero, zagueiro que está suspenso.

Provável escalação: Felipe Alves; Tinga, Paulão, Jackson (Roger Carvalho), Carlinhos; Felipe, Juninho; David, Osvaldo, Romarinho, Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

Fortaleza x Atlético
14ª rodada do Brasileirão Série A
07/10/2020, 21:30 horas, Estádio Castelão
Transmissão: Globo (MG e CE), Premiere
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.