Sempre em busca da vitória, o “Sampaolismo” levou o Galo à liderança com justiça. Veja estatísticas do setembro atleticano

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

Nenhum empate e uma busca incansável ao gol. Este é o DNA do Galo Doido de Sampaoli que se encaixa a cada dia. O mês de setembro consolidou o projeto atleticano e colocou o Atlético como um dos postulantes ao título.

O Galo assumiu a ponta do campeonato no dia 19 de setembro, após a vitória de 4 a 3 sobre o Atlético-GO, em Goiânia. Na outra rodada, a 12ª, o Atlético abriu ainda mais vantagem e atualmente tem 24 pontos, 8 vitórias, 3 derrotas e 0 empates, em 11 jogos. 

Vale ressaltar que o time mineiro tem um jogo a menos em relação ao Internacional. O blog até fez um levantamento da provável data desta partida. Veja!

O mês de setembro foi o mês de Keno. O ponta, contestado até o início do mês, deslanchou, fez 6 gols nas últimas 2 partidas e foi o grande destaque atleticano. 

Veja os números do Galo abaixo e deixe sugestões de novas estatísticas para serem observadas pelo blog para o próximo mês. 

Caso você queira comparar com os dados do mês de agosto, veja aqui!

Estatísticas do Atlético em setembro:

Retrospecto:

Atlético entrou em campo 6 vezes, venceu 5 e perdeu 1, 83,3%.
Em casa, o Galo jogou 3 partidas e venceu as 3, 100%.
Fora de casa, o time alvinegro jogou 3 vezes, venceu 2 e perdeu 1 vez, 66,7%.

Lista de jogos:

Atlético 3 x 0 São Paulo – 03/09/20
Coritiba 0 x 1 Atlético – 06/09/20
Santos 3 x 1 Atlético – 10/09/20
Atlético 2 x 1 Red Bull Bragantino – 13/09/20
Atlético-GO 3 x 4 Atlético – 19/09/20
Atlético 3 x 1 Grêmio – 26/09/20

Observações: Após o jogo do dia 19, contra o Atlético-GO, o Galo assumiu a liderança do Brasileirão.

Números do Atlético no mês de setembro: 

Gols feitos: 14 | Média de gols: 2,3 por jogo
Gols sofridos: 8| Média de gols sofridos: 1,3 por partida

Finalizações: 97 tentativas | Média de arremates: 16,1 por jogo
Finalizações certas: 35 chutes certos | Média de arremates certos: 5,83 por partida
Precisão do chute: 36% das tentativas vão no gol 
O Atlético precisou de 6,9 finalizações para fazer um gol e de 2,5 chutes certos para marcar. 

Média de posse de bola: 55% por jogo
Passes: 2887 toques| Média de passes: 481,1 por jogo
Passes certos: 2399 toques corretos| Média de passes certos: 399,8 por jogo
Precisão do passe: 83,1% dos passes vão na direção correta. 

Dados dos jogadores:

Número de jogadores utilizados: 23 atletas
Atleta com mais minutos: Júnior Alonso, jogador que atuou em todos os 540 minutos deste mês

Jogador com mais gols: Keno, com 6 gols em setembro.
Atleta com mais assistências: Savarino e Eduardo Sasha, com 2 assistências neste mês.

Jogador com mais cartões amarelos: Jair, com 3 cartões em setembro.
Atleta com mais cartões vermelhos: Rafael, com 1 expulsão, no jogo contra o Santos. 

Curiosidades:

Gols feitos no 1º tempo: 6 gols (42,8% do total) | Gols feitos na 2ª etapa: 8 tentos (57,2%)
Gols sofridos no 1º tempo: 3 gols (37,5%) | Gols sofridos na 2ª etapa: 5 tentos (62,5%)

Começou perdendo:2 jogos | Começou perdendo e virou: 1 partida (50%) | Começou perdendo e perdeu: 1 jogo (50%)
Iniciou ganhando: 4 vezes | Iniciou vencendo e sofreu virada: 0 jogos (0%) | Iniciou ganhando e venceu: 4 partidas (100%)

Horário do jogo:
O Atlético não jogou de manhã e nem durante à tarde no mês de setembro.
À noite: 6 jogos, 5 vitórias e 1 derrotas,83,3%

Dia do jogo:
Quarta: 1 partida, 1 derrota, 0%
Quinta: 1 vez, 1 vitória, 100%
Sábado: 2 jogo, 2 vitórias, 100%
Domingo: 2 partidas, 2 vitórias, 100%

Uniformes utilizados:
Listrado: 5 partidas, 4 vitórias e 1 derrota, 80%
Branco: 1 jogo, 1 vitória, 100%

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.