Após pressão da torcida, Atlético recua e desiste da negociação com Thiago Neves

Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Uma segunda movimentadíssima nos bastidores atleticanos. Cadu Doné, da Rádio Itatiaia, trouxe em 1ª mão a informação que Thiago Neves e Atlético Mineiro haviam fechado um acordo, a pedido de Jorge Sampaoli.

Em seguida, diversos veículos de comunicação e outros jornalistas renomados confirmaram a negociação. Thiago viria para o Atlético com um contrato de produtividade.

No entanto, houve revolta dos atleticanos. Indignados por contratar um atleta que provocou o Galo em diversas vezes, os torcedores foram às redes sociais pedindo para que a diretoria atleticana desistisse da contratação.

A pressão surtiu efeito. Poucas horas depois da divulgação da notícia, Túlio Kaizer, do SuperEsportes, trouxe a informação que, por causa da repercussão negativa, a negociação havia melado.

Ainda na mesma noite movimentada, Jorge Nicola, da ESPN, divulgou que conversou diretamente com Alexandre Mattos e o diretor do Atlético confirmou que desistiu da negociação após a pressão da torcida.

É esperado que haja algum esclarecimento da diretoria para esta turbulenta negociação que movimentou a noite de segunda.

Por que a revolta dos atleticanos?

Assunto mais comentado no Brasil durante a noite no Twitter foi a campanha #ThiagoNevesNão. Os torcedores do Galo puxaram esta forma de protesto para mostrar à diretoria a sua insatisfação.

Thiago Neves teve seu contrato com o Grêmio rescindido nesta segunda, após não corresponder às expectativas. Em 2019, com a camisa do rival atleticano, Thiago Neves foi duramente criticado e tratado como um dos maiores responsáveis pelo rebaixamento do Cruzeiro.

Algumas provocações de Thiago foram relembradas pela torcida atleticana, alegando que seria uma falta de respeito Thiago usar a camisa alvinegra. Por isso, os torcedores ameaçaram protestos mais fervorosos e cancelamento em massa do programa de sócio-torcedor.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários