Velhos conhecidos: Atlético de Sampaoli enfrenta Santos de Cuca nesta quarta

Reprodução: Twitter

O jogo desta noite ficará marcado por causa da presença de dois “ex” na área técnica. Sampaoli, atual treinador atleticano, foi vice-campeão com o Santos na última temporada e encantou o Brasil com um futebol vistoso. Cuca, agora no time da Vila, venceu o seu maior título no Atlético em 2013: a Libertadores.

Em meio a vários conhecidos, Atlético entra em campo fora de casa contra o Santos, na Vila Belmiro, nesta quarta, 09, às 21:30. O Galo é o 3º colocado, com 15 pontos e um jogo a menos. O Peixe está na 7ª posição, com 11 tentos. Se o time mineiro vencer, assume a liderança, em caso de tropeço do São Paulo e Internacional. 

Os dois personagens da partida de hoje compartilham a mesma curiosidade: o melhor momento das suas carreiras, no Brasil, aconteceu pelo adversário. Técnico histórico do Atlético, Cuca é sempre lembrado com muito carinho pela torcida atleticana pela inédita conquista da Libertadores.

Sampaoli não recebe o mesmo carinho. O argentino, mesmo após excelente campanha em campo, saiu do Santos pela “porta dos fundos” e processou o time paulista. Com certeza, o jogo tem uma importância ainda maior para os dois treinadores.

Já as equipes vivem um bom momento e almejam manter esta boa fase. O Atlético vem do título do campeonato mineiro e duas vitórias consecutivas no Brasileirão, além de ter o melhor aproveitamento da competição. O time tem um jogo a menos e pode chegar na liderança nesta partida. O Santos vem de uma boa vitória, fora de casa, contra o Ceará e quer vencer como mandante, após dois tropeços seguidos na Vila Belmiro.

O histórico de confrontos é bem equilibrado, com uma pequena vantagem atleticana. Em 102 jogos, o Galo saiu vitorioso de campo em 39 oportunidades, empatou 25 vezes e perdeu 38 jogos. Até nos gols marcados há muito equilíbrio. O Atlético fez 153 gols e o Santos balançou a rede 152 vezes no confronto.

No entanto, o ponto negativo é o atual retrospecto na Vila Belmiro. A última vitória do Galo na baixada santista foi em 2009, que contou com gols de Neymar e Tardelli.

Nos últimos 25 jogos do confronto, houve apenas 3 vitórias do visitante, mostrando como os mandantes impõem o seu futebol. 2 destes 3 triunfos foram do Atlético, que venceu jogos na casa do Santos em 2019 e 2014, porém a partida não foi na Vila Belmiro.

A última partida do Atlético, frente o Coritiba, foi um jogo bom pelo resultado, mas preocupante pela atuação na 2ª etapa. Após uma 1ª etapa com amplo domínio e apresentando um bom futebol, o Galo deixou o time paranaense gostar do jogo e passou por situações desnecessárias no 2º tempo. Graças ao gol de Eduardo Sasha, ainda no 1º tempo, o time levou 3 pontos para Belo Horizonte.

Sasha é um atleta que busca aproveitar a “lei do ex” nesta noite. Recém negociado pelo Santos, o artilheiro santista do último Brasileirão agora está no alvinegro mineiro e espera manter o bom momento. Ele deve ser titular ao lado de dois pontas, porém Sampaoli, como de costume, deve revezar os extremos.

No meio-campo, Sampaoli deve voltar a colocar Allan, Jair e Alan Franco como o trio pelo centro, visto que terá que marcar bastante as boas chegadas da equipe paulista. Hyoran corre por fora por esta vaga, mas pode ser aproveitado em outras funções, a depender da formação de Sampaoli.

A incógnita maior está na defesa. Sampaoli optou por uma formação com 3 zagueiros em todos os confrontos fora de casa contra grandes equipe, por exemplo as partidas frente o Flamengo e Internacional. Porém o desfalque de Réver, gripado, pode impossibilitar o uso desta formação.

Arana deve voltar à ala esquerda. Na direita, Guga e Mariano revezam posição. Na última partida Guga foi titular. Alonso e Rafael seguem jogando todos os minutos, de forma ininterrupta.

Provável escalação: Rafael; Mariano (Guga), Igor Rabello, Alonso, Arana; Allan, Jair e Alan Franco; Marquinhos (Savarino), Sasha, Keno (Marrony ou Hyoran). Técnico: Sampaoli.

Sobre o adversário

Em contraponto à grande crise institucional da equipe, o Santos está esportivamente bem e almeja passos maiores na competição. Com a chegada de Cuca, o time melhorou e está bem posicionado na classificação, em 7º.

O destaque do time da baixada santista é Marinho. O ponta direita está em excelente fase e é um dos craques do Brasileirão. Nos 9 gols santistas, Marinho participou de 7 tentos: 4 gols e 3 assistências.

O maior problema do Santos para esta partida são os desfalques. A equipe perdeu dois jogadores expulsos na última partida, frente o Ceará, e um atleta com o terceiro amarelo. A dupla de zaga, Veríssimo e Luan Peres, e o volante Alison estão suspensos. Com Luiz Felipe, zagueiro reserva, machucado, Cuca deve ter uma zaga bem desconhecida e improvisada no jogo desta noite.

Ainda houve aumento na lista de baixas com o resultado do teste de Caio Jorge para a COVID-19. Após o teste dar positivo, o jovem atacante ficará em isolamento, assim como Raniel, outro atacante santista que está isolado por ter contraído o vírus.

Provável escalação: João Paulo; Pará, Jobson, Alex, Felipe Jonatan; Ivonei, Diego Pituca, Carlos Sánchez; Marinho, Soteldo, Lucas Braga. Técnico: Cuca.

Santos x Atlético

9ª rodada do Brasileirão Série A
09/09/2020, 21:30 horas, Estádio Vila Belmiro
Transmissão: Globo (MG, GO, SP, TO), Premiere
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha(RJ).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.