Atlético enfrenta o Coritiba, no Paraná, com a missão de se consolidar no G-4

Reprodução: Twitter

Vencer, mostrar que o G-4 é o local da equipe neste Brasileirão e colar na liderança do Internacional. Com estas intenções, o Atlético duela neste domingo, 06, contra o Coritiba, às 20:30, no Couto Pereira, em jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão 2020.

Após uma excelente vitória contra o São Paulo, no Mineirão, por 3 a 0, o Galo entra em campo com a missão de vencer fora de casa, fato que aconteceu apenas na estreia do Brasileirão 2020.

A equipe atleticana fez 12 pontos em 6 partidas disputadas. Destes 12 pontos, 9 foram conquistados em casa. Os 6 tentos perdidos foram longe de Minas Gerais, nas duas únicas derrotas que Sampaoli sofreu no comando atleticano.

Em caso de vitória, o Atlético sai da 4ª posição, ultrapassa o Flamengo e pode ganhar a posição do São Paulo, a depender de um tropeço do tricolor. É importante citar que o Galo tem um jogo a menos que os outros concorrentes do G-4.

O Coritiba, adversário desta rodada, é o 16º colocado graças às últimas partidas sob comando de Jorginho. Após iniciar a competição com 4 derrotas seguidas, o time fez 7 pontos nos últimos 9 e espantou a crise.

Já o Atlético levantou o troféu de campeão mineiro no domingo passado, 30, e venceu o São Paulo na última rodada do Brasileirão.

Os destaques da partida de quinta-feira, 03, foram as atuações de Jair e Alan Franco, jogadores que marcaram os 3 gols atleticanos. Os meio-campistas atuaram com primor e criaram um excelente placar contra um bom São Paulo, que assustou bastante nos 30 minutos iniciais e poderia ter aberto o placar. 

Esta desatenção inicial é um dos pontos principais que a equipe atleticana necessita evoluir. O Galo entrou mal na 1ª etapa em alguns jogos neste Brasileirão.

Contra o Corinthians, o Atlético sofreu 2 gols e virou no 2º tempo. Contra Botafogo e Internacional, os tentos sofridos na 1ª parte foram cruciais para determinar a derrota atleticana. É necessário atenção nos 90 minutos. 

O histórico do confronto é bem favorável ao Galo. Nos 47 encontros entre as duas equipes, o time mineiro venceu 28 vezes, saiu derrotado em 14 oportunidades e houve empate em 5 jogos. 

Os números recentes são ainda melhores. Nas últimas 6 partidas, o Galo ganhou 5 e perdeu apenas uma, em 2016. O último confronto aconteceu em 2017 e o Atlético venceu por 3 a 0, com direito a gol de Romulo Otero em um chute do meio-campo.

Para a partida deste domingo, 06, o Atlético tem a ausência de Réver. O capitão alvinegro está gripado e já esteve fora do jogo contra o São Paulo. Na quinta, Sampaoli optou por Igor Rabello. Pelo acúmulo de jogos, Júnior Alonso é uma opção para ser poupado, mesmo estando em excelente fase.

Na lateral direita, o treinador argentino está revezando Guga e Mariano. Na vitória da última quinta, Mariano jogou os 90 minutos e Guga entrou no final da partida substituindo Jair.

No meio-campo, Sampaoli aparenta ter encontrado um trio ideal: Allan, Jair e Alan Franco. Na última partida, Hyoran foi escalado junto com o trio. Para este domingo, 06, Sampaoli pode optar por recuar um pouco Hyoran e poupar algum dos jogadores do trio.

No ataque, o mistério é gigante. Contra o São Paulo, o técnico escolheu Eduardo Sasha e Keno. Para continuar o revezamento, Sampaoli pode escolher Savarino, Marquinhos ou Marrony.

Outra questão importante é a escolha da formação. Na derradeira partida, foram escolhidos apenas 2 atacantes. Para enfrentar o Coritiba, deve ser retornado os 3 atacantes.

Provável escalação: Rafael; Guga (Mariano), Rabello (Gabriel), Alonso, Arana; Allan, Jair (Hyoran), Alan Franco; Savarino (Marquinhos), Sasha, Keno (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli.

Sobre o adversário

Para acabar com uma crise que estava se instaurando, o recém-promovido à elite Coritiba chamou de volta o treinador que comandou o time na reta final da campanha do acesso. E, aparentemente, está dando certo. Após 6 derrotas em sequência, Eduardo Barroca foi demitido do time paranaense. Jorginho retornou ao time e está invicto.

Após a chegada do treinador, foram realizados 3 partidas e o Coritiba venceu 2 e empatou 1, somando assim os seus 7 únicos pontos do Brasileirão 2020. O tradicional time do Paraná tem como principal objetivo se manter na elite.

O coxa terá o desfalque de Neílton, que sentiu uma lesão no tornozelo no empate frente o Botafogo, na quarta, 02. Wilson, Matheus Galdezani e Giovanni Augusto poderão jogar contra o seu ex-time. Sassá, ex-jogador do Cruzeiro, deve enfrentar seu ex-rival.

Provável escalação: Wilson; Jonathan (Natanael), Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Matheus Galdezani, Matheus Sales, Matheus Bueno, Luiz Henrique (Wellissol ou Giovanni Augusto); Robson e Sassá.Técnico: Jorginho.

Coritiba x Atlético

8ª rodada do Brasileirão Série A
06/09/2020, 20:30 horas, Estádio Mineirão
Transmissão: Premiere
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.