452 dias após encontro marcante, Cruzeiro e Chapecoense se enfrentam no Mineirão

Reprodução Twitter

26/05/19. Domingo de Cruzeiro contra Chapecoense no Independência, jogo válido pela 6ª Brasileirão Série A. A derrota por 2 a 1 para o time de Chapecó não foi o maior problema do dia. Em meio a uma pequena crise no futebol, nesta noite do dia 26, o time mineiro viu uma crise institucional se implodir com uma reportagem feita pelo Fantástico, programa da Rede Globo.

Nesta matéria, diversos escândalos foram noticiados e a má administração cruzeirense foi exposta. Deste dia em diante, o Cruzeiro remou contra uma enorme crise que acabou rebaixando pela primeira vez o gigante azul celeste e restando diversas dívidas, as quais ainda estão para ser pagas. Um dia histórico para entidade Cruzeiro. O jogo contra a Chapecoense no ano passado foi apenas o primeiro episódio de uma novela. 

452 dias depois, Cruzeiro e Chapecoense se encontram nesta quinta-feira, 20, às 21:00, no Mineirão, pela 4ª rodada do Brasileirão Série B. Ambos foram rebaixados no último ano, buscam se reconstruir e voltar para a divisão que mais disputaram na última década.

Um jogo complicado, visto o tamanho dos times. Tetracampeão brasileiro, um gigante incontestado, contra o Verdão de Chapecó, time jovem que carrega alguns títulos e o carinho de todo o mundo do futebol. Se o Cruzeiro vencer, chega à 6ª posição. Em caso de vitória da Chapecoense, o time de Santa Catarina alcança o G-4.   

O Cruzeiro está em um bom momento. Com Enderson Moreira no comando, a Raposa entrou em campo em 6 jogos e venceu as 6 partidas, fez 13 gols e sofreu apenas 3. Na Série B, Cruzeiro está no meio da tabela mesmo sendo o único time 100%, visto que foi punido por dívidas. A punição de -6 pontos foi paga e o time está com 3 pontos. 

Mesmo com a lembrança ruim do último ano, o Cruzeiro tem um histórico favorável contra a Chapecoense. O primeiro duelo aconteceu apenas em 2012, pois o time catarinense é recém-chegado nas divisões de elite brasileira. Presente na Série A de 2014 até 2019, Chapecoense e Cruzeiro protagonizaram boas partidas nos últimos anos, se encontrando por duas vezes na Copa do Brasil, em 2012 e 2017, ano do pentacampeonato cruzeirense.

Nos 17 jogos do confronto, Cruzeiro venceu 7, empatou 5 e perdeu 5. O domínio do Cruzeiro também é favorável em casa. Em 9 partidas disputadas em Minas, Cruzeiro ganhou 5, empatou apenas 1 e saiu derrotado 3 vezes. 

O time mineiro terá um bom reforço para o jogo desta quinta. Arthur Caíke, ex-destaque da Chapecoense, vai pelo menos ao banco e ficará a disposição de Enderson, que poderá escolher entre colocar ele desde o início ou esperar pelo segundo tempo. Daniel Guedes e Airton, reforços anunciados nos últimos dias, ainda não têm condições de jogo. 

Na última partida, frente o Figueirense, o Cruzeiro venceu por 1 a 0 em Santa Catarina, mesmo não contando com Jean, Giovanni e Welinton. Eles ficaram em BH para recuperar a forma física. Jean ficará fora novamente, juntamente com Jadsom, volante que estava sendo titular, mas será poupado neste jogo por desgaste. Já Welinton e Giovanni estão aptos para o jogo contra a Chapecoense. 

Provável escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Léo, Cacá, Giovanni; Machado, Ariel Cabral; Maurício, Régis, Stênio (Arthur Caíke); Marcelo Moreno. Técnico: Enderson Moreira.

Sobre o adversário
A Chapecoense é um time que passou por situações inimagináveis na década e mesmo assim seguiu na Série A por bastante tempo. Ascendendo pela 1ª vez em 2013, o time permaneceu na elite Brasileira por muitos anos e foi rebaixada apenas no último ano. O jovem time também participou da Libertadores e ganhou a Copa Sul-Americana, merecidamente após o acontecimento da triste tragédia. 

Com o objetivo de retornar à Série A, a equipe catarinense está em ótimo momento. Nos últimos 12 jogos, o time perdeu apenas um jogo, contra o Criciúma, mas acabou classificando neste jogo nos pênaltis, Com este resultado, a Chapecoense chegou na final do campeonato estadual pela 4ª vez consecutiva e enfrentará o Brusque no próximo mês.

A Chapecoense não tem nenhum desfalque para o jogo desta quinta e deve ir com força máxima. Os nomes conhecidos do time são o goleiro João Ricardo, ex-América, Alan Ruschel, lateral esquerdo sobrevivente da tragédia aérea, Ezequiel, ex-jogador do Cruzeiro e bicampeão da Copa do Brasil, em 2017 e 2018, e Anselmo Ramon, atacante que jogou pela Raposa no início da década.

Provável escalação: João Ricardo; Matheus Ribeiro, Luiz Otávio, Joilson, Alan Ruschel; Willian, Anderson Leite; Paulinho, Vini Locatelli, Lucas Tocantins; Aylon (Anselmo Ramon). Técnico: Umberto Louzer.

Cruzeiro x Chapecoense 
4ª rodada do Brasileirão Série B
20/08/2020, 21:00 horas, Mineirão
Transmissão: SporTV (menos MG) e Premiere
Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima (AL) e Brígida Cirilo Ferreira (AL).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.