Mão, pênalti, VAR… Entenda as novas regras para 2020

Reprodução

Reprodução

O futebol está parado nas principais ligas, e o torcedor terá de se acostumar a mudanças quando ele retornar. A International Board (Ifab), responsável pelas normas do jogo, aprovou esta semana alterações que entrarão em vigor na temporada 2020/21.

As regras valem a partir de junho, mas campeonatos já iniciados poderão optar por seguir ou não as mudanças.

A principal alteração diz respeito ao toque de mão. O toque acidental no ataque só será punido caso resulte imediatamente em gol ou oportunidade de gol. Caso haja mais passes ou uma razoável distância percorrida, não deve ser marcada infração.

O novo texto também especifica que o toque de braço só será marcado a partir do fim da axila, como na ilustração abaixo.

Outra mudança diz respeito às cobranças de pênaltis. Caso o goleiro se adiante, a cobrança só será repetida se ele defender ou interferir na ação do cobrador. Ou seja, caso o pênalti acerte a trave ou vá para fora, o árbitro pode optar por não repeti-lo.

Caso a ação do goleiro provoque a repetição da cobrança, o árbitro deverá adverti-lo verbalmente, e mostrar o cartão amarelo apenas em caso de reincidência.

O protocolo do VAR também teve alteração no texto, para incentivar o árbitro a conferir o monitor em lances subjetivos. Em vez de dizer que a revisão em campo é “frequentemente apropriada” em situações do tipo, a regra agora diz apenas que ela é “apropriada”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários