O ano do Atlético ainda nem começou e já é desesperador

Bruno Cantini/Atlético

Bruno Cantini/Atlético

Não é possível aceitar qualquer tipo de desculpa. É óbvio que o Afogados é um time e tem jogadores que querem vencer, querem honrar o clube que defendem, mas, pelo menos em algum momento, é preciso aparecer a diferença técnica existente entre o Atlético e o adversário.

O Galo não consegue ganhar de ninguém. É uma etapa inicial de trabalho, o grupo de jogadores não está formado, mas não dá para aceitar justificativa alguma.

Por mais que o treinador mostre dificuldade para dar padrão ao time, alguns jogos, com tamanha diferença técnica, de orçamento, de experiência, precisam ser arrancados pelos jogadores também.

Com um jogador a mais em campo o Galo conseguiu tomar o segundo gol do jogo. Com dois gols de vantagem nas penalidades, o Atlético entregou a classificação.

É preciso fazer um esforço muito grande para tentar aliviar para alguém. Foi péssimo. Horroroso. Tem sido assim.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Futebol Nacional

Comentários