Agora na Fifa, Wenger quer nova regra do impedimento

Reprodução Twitter

Reprodução Twitter

O chefe de desenvolvimento global da Fifa, Arsène Wenger, revelou que tentará fazer uma mudança importante na regra do impedimento. Wenger, que por 22 anos foi técnico do Arsenal, defende que o jogador seja considerado em posição legal caso qualquer parte do corpo que possa marcar um gol esteja na mesma linha do penúltimo defensor.

Na regra atual, basta que uma parte do corpo, com exceção dos braços, esteja à frente do penúltimo defensor para que seja marcado o impedimento. Com o uso do VAR, várias decisões milimétricas têm sido tomadas, com um grau excessivo de precisão que tem sido motivo de críticas.

A International Board (IFAB), entidade que cuida das regras do futebol, tem uma reunião marcada para o dia 29 de fevereiro, em Belfast.

A Fifa tem metade dos oito votos dados em cada decisão na IFAB. Os outros são das federações de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Para que qualquer mudança de regra seja aprovada, são necessários seis votos a favor.

Uma eventual alteração este ano entraria em vigor em 1º de junho, ou seja, a tempo para competições de seleções como Eurocopa e Copa América.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jairson Caires Ribeiro

No Meu entendimento só deveria existir impedimento dentro da pequena área.

Roger Porto

Mas vc é quem para avaliar?

Ricardo Leao

Por mim acabava com o impedimento de vez

Roger Porto

vc joga handebol, com ctz

Gilvan Mello

Ricardo Leão, concordo com vc. Por que qdo batem um lateral não tem impedimento?

Cassio Vidigal

Não pode acabar o impedimento. Se assim fizerem, acaba o futebol de meio de campo. Bastaria deixar dois jogadores na banheira e dar chutão pra frente. Isso obrigaria a manter uns três zagueiros também de prontidão na área para defender. Acho que a ideia do Wenger vai acabar com a estratégia da Linha de Impedimento. Sou favorável.

Miranda de Souza

Impedimento só dentro da área. Acabaria com muita polêmica e deixaria de existir muito 0 x 0.

Bento Gyn Pereira

CONCORDO PLENAMENTE. ACHO TAMBEM QUE EM COBRANÇA DE FALTAS E ESCANTEIOS TAMBEM NAO DEVERIA EXISTIR IMPEDIMENTO.

PANELEIRO ARREPENDIDO

Será uma mudança muiiiiiito importante. Já posso dormir mais tranquilo. Preocupar-se com o desemprego e com as asneiras do pior presidente da história do Brasil pra que? Viva o futibor!!

hi hi hi

antonio matapetê

Vagabundo petralha na área. Se cair é pênalti. E roubado. Como tudo ligado aos trastes malditos do Papa Luiz 51

Ricardo Paia

Agora o cara da hora q for lançado vai esticar o braço pra traz.

Contador de Marias

Não muda praticamente nada. A regra do impedimento beneficia o antijogo. Penso que o impedimento, se é para existir, deveria ser considerado dentro da área. Ou que a linha transversal da grande área seja estendida até as laterais.

romulo

Antes da linha de meio de campo não existe impedimento; acho q esla linha deveria ser adiantada para a linha da grande área. Com isso impediria de um time avançar todo até o campo adversário, ficando 21 jogadores concentrados só em meio campo qdo um time é bem superior ao outro. Isto tbm daria mais emoção, mais surpresas, facilitando times tecnicamente e financeiramente mais acanhados conseguirem fazer gol.

CLAUDIO SANTOS

Concordo. Impedimento só deveria existir dentro da grande área. Futebol é gol. Numa partida de futebol há mais impedimentos do que gol.