Galo vence e Mailton chama a atenção

Bruno Cantini/ Atlético

Bruno Cantini/ Atlético

A linha continua a mesma: sem euforia e sem depressão. Os primeiros passos no futebol brasileiro estão sendo dados agora e as primeiras partidas são muito diferentes das partidas decisivas que a temporada vai oferecer.

Tentando observar mais o seu grupo de jogadores, Dudamel colocou Mailton, Igor Rabello e Edinho para o jogo contra o Tupynambás. É bem verdade que o lateral Henrique atrapalhou qualquer tipo de tentativa de avaliação mais aprofundada com a ridícula expulsão bem no início do jogo.

Os gols foram saindo. Gabriel, Mailton, Fábio Santos, Di Santo e Bruno Silva marcaram. O que fica como ponto de observação em uma partida com tanta diferença técnica e com uma expulsão ainda no primeiro tempo?

O Galo tenta colocar velocidade no jogo. A troca de passes é rápida e envolve inversão de posicionamentos. Com Allan e Jair organizando e saindo para o jogo, Zé Welison acaba sendo o jogador com maior número de desarmes.

Di Santo marcou e Ricardo Oliveira entrou, mas Bruno Silva chamou a atenção. Não só pelo gol marcado como também pela movimentação. Até mesmo a forma como ele saiu machucado merece destaque. É bom ver um jogador querendo tanto jogar e lamentando quase que em desespero a limitação física.

Mailton, autor de um dos gols, mostrou boa qualidade em cruzamentos, proteção e até mesmo na batida de fora da área. É preciso observar mais e ser melhor testado. Para uma avaliação de primeiro jogo, ele foi muito bem.

O trabalho inicial de Dudamel está em óbvia fase de observação e é muito bom quando o primeiro resultado diante de seu torcedor é uma goleada, mas, ainda assim é um trabalho inicial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Futebol Nacional

Comentários