Galo vence e Mailton chama a atenção

Bruno Cantini/ Atlético

Bruno Cantini/ Atlético

A linha continua a mesma: sem euforia e sem depressão. Os primeiros passos no futebol brasileiro estão sendo dados agora e as primeiras partidas são muito diferentes das partidas decisivas que a temporada vai oferecer.

Tentando observar mais o seu grupo de jogadores, Dudamel colocou Mailton, Igor Rabello e Edinho para o jogo contra o Tupynambás. É bem verdade que o lateral Henrique atrapalhou qualquer tipo de tentativa de avaliação mais aprofundada com a ridícula expulsão bem no início do jogo.

Os gols foram saindo. Gabriel, Mailton, Fábio Santos, Di Santo e Bruno Silva marcaram. O que fica como ponto de observação em uma partida com tanta diferença técnica e com uma expulsão ainda no primeiro tempo?

O Galo tenta colocar velocidade no jogo. A troca de passes é rápida e envolve inversão de posicionamentos. Com Allan e Jair organizando e saindo para o jogo, Zé Welison acaba sendo o jogador com maior número de desarmes.

Di Santo marcou e Ricardo Oliveira entrou, mas Bruno Silva chamou a atenção. Não só pelo gol marcado como também pela movimentação. Até mesmo a forma como ele saiu machucado merece destaque. É bom ver um jogador querendo tanto jogar e lamentando quase que em desespero a limitação física.

Mailton, autor de um dos gols, mostrou boa qualidade em cruzamentos, proteção e até mesmo na batida de fora da área. É preciso observar mais e ser melhor testado. Para uma avaliação de primeiro jogo, ele foi muito bem.

O trabalho inicial de Dudamel está em óbvia fase de observação e é muito bom quando o primeiro resultado diante de seu torcedor é uma goleada, mas, ainda assim é um trabalho inicial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Futebol Nacional

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alex Ribeiro

Sem exagero na euforia, mas eu gostei muito da atuação do Galo. Além da busca por velocidade, triangulações constantes nas pontas, com lateral, meia central e ponta trocando passes e fechando pro meio, até mesmo a intenção do Di Santo sair mais da área e abrir espaço (mesmo que ele só tenha aparecido bem no lance do gol). Tive teve muito mais perna hoje, depois de ter morrido com meia hora de jogo contra o Uberlândia, claro que a expulsão ajudou muito, time não precisou correr muito, mas além disso, fez a bola correr, trabalhou bem. Espero que evolua, quando o jogo tava 11 x 11, teve ainda alguma dificuldade de entrar na área do Tupynambás, muito pelo adversário parar o jogo toda hora com falta, entrou muito violento. Mailton e Rabello, dos que entraram em relação a terça, têm grande chance de virarem titulares, e Edinho jogou bem também, especialmente na primeira parte do segundo tempo.

Erlei Pedro Santos

acho que o time agora está com espirito de time que quer vencer, mas ganhando não diminuíram o impeto de jogar isso é muito positivo

Diego F

Boa análise. Obrigado por levar e defender o futebol mineiro ao restante da nação!