Com ou sem Cazares?

Bruno Cantini/ Atlético

Bruno Cantini/ Atlético

As impressões iniciais que os estaduais trazem e trarão não devem ser tratadas com ares alarmantes e nem eufóricos. São impressões iniciais. Os primeiros jogos servem muito mais para assimilação de ideias e ganho de confiança para passos mais importantes.

O momento também envolve montagem de elenco. Rafael Dudamel já recebeu alguns reforços e o noticiário ainda trata de possíveis chegadas e da partida do meia Cazares. O equatoriano sempre passou a sensação de que pode mais, e, mesmo não conseguindo mostrar todo o potencial que tem, foi quase sempre o titular e grande responsável por algum sopro ou outro de talento e inventividade no setor ofensivo. Se não foi maravilhoso o desempenho com ele, é preciso pensar que sem ele pode ser pior.

É possível imaginar Hyoran na função de meia central. O treinador pode também optar por uma formação de meio diferente e até mesmo a solução pode estar com Bruninho ou com Borrero, mas Dudamel deixou claro que conta com um substituto de peso para uma eventual saída do meia.

A produção de Cazares com a camisa do Atlético não foi regular. Diego Aguirre chegou a abrir mão do jogador, já Roger Machado viu o seu meia brilhar e fazer a melhor campanha da Libertadores.

Cazares talvez não tenha tido a maturidade necessária para ser o que parecia que ele seria. O inegável talento não foi o suficiente para que ele permanecesse como titular na seleção de seu país e nem para que uma bela proposta de transferência internacional chegasse ao Atlético.

Mudando a ótica, vale sempre lembrar que Cazares é jogador do Atlético desde 2016 e mesmo com quatro anos de casa, o Galo também não foi competente para extrair o que ele tem de melhor e não conseguiu até hoje achar um outro meia para ao menos fazer sombra para ele.

É no colo de Dudamel que a bomba vai cair. Será ele o técnico que vai convencer Cazares a ficar e a render ou será ele o treinador que vai achar soluções que seus antecessores não conseguiram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Futebol Nacional

Comentários