Ricardo Oliveira e campeões do Fla em seleção de “fracassos” brasileiros na Itália

Reprodução Twitter

Reprodução Twitter

Campeões brasileiros, da Libertadores e até da Copa do Mundo. Uma lista de jogadores brasileiros que não conseguiram se destacar no futebol italiano foi elaborada pelo site Il Posticipo.

Três jogadores do Flamengo de 2019 fazem parte da seleção montada pelo site: o atacante Gabriel Barbosa (Gabigol) e os meias Diego e Gerson.

Gabigol, eleito o Rei da América por seu papel nas conquistas do Brasileirão e da Libertadores pelo Fla ano passado, fez apenas um gol em dez partidas pela Inter na temporada 2016/17. Ainda pertence ao clube italiano, que negocia sua venda ao Rubro-Negro.

Gerson trocou o Fluminense pela Roma em 2016, mas não conseguiu se firmar no time da capital. O mesmo aconteceu no empréstimo à Fiorentina, na temporada 2018/19, antes que o Flamengo o comprasse.

Diego chegou à Juventus em 2010, após três anos como destaque no Werder Bremen, da Alemanha, mas não conseguiu se encaixar no esquema da equipe e foi vendido ao Wolfsburg um ano depois.

O “parceiro de ataque” de Gabigol na seleção dos fiascos é Ricardo Oliveira, atualmente no Atlético-MG. Ele foi comprado do Betis pelo Milan por 17 milhões de euros, mas a missão de substituir Andriy Shevchenko foi pesada demais para o centroavante, que marcou apenas 5 gols em 37 jogos.

Dois campeões mundiais pela Seleção Brasileira, Vampeta e Roque Júnior, também são lembrados na lista.

Veja a “seleção”:

Diego Cavalieri (Cesena 2010)
Roque Júnior (Milan 2000-03)
Júlio César (Milan 2000)
André Cruz (Napoli 1994-97, Milan 1997-99, Torino 1999)
Cicinho (Roma 2007-12)
Vampeta (Internazionale 2000)
Gerson (Roma 2016-18, Fiorentina 2018-19)
Renato Portaluppi (Roma 1988-89)
Diego (Juventus 2009-10)
Ricardo Oliveira (Milan 2006-07)
Gabriel Barbosa (Internazionale 2016-17)

Técnico: Sebastião Lazaroni (Fiorentina 1990-92, Bari 1992-93)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários