Ex-jogador é condenado por se masturbar em público

Reprodução Twitter

Reprodução Twitter

Um ex-jogador da Premier League foi condenado a doze meses de serviço comunitário por se masturbar na frente de uma mulher e sua filha de 16 anos. Segundo a BBC, o caso aconteceu em Londres, em setembro deste ano.

Neil Shipperley, de 45 anos, expôs seu órgão genital de dentro de sua van.

Segundo a procuradoria, ele dirigiu na direção das vítimas, abaixou a janela e parou o veículo. Quando elas foram agradecer por deixá-las cruzar a via, notaram que ele estava com o pênis na mão. As duas se afastaram da van e foram seguidas por Shipperley.

Em seu depoimento ao tribunal, o ex-jogador se disse “envergonhado e com remorso”. Alegou ter buscado tratamento para problemas pessoais, como a morte do pai, problemas com apostas e dívidas.

A vítima divulgou uma declaração: “Minha visão de Neil Shipperley é a de um predador. Seu objetivo era nos intimidar, nos violar, nos chocar e nos assustar”.

Em sua carreira profissional, que durou de 1992 a 2007, Shipperley foi revelado pelo Chelsea e ainda defendeu times como Nottingham Forest, Wimbledon, Southampton e Crystal Palace.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.