Com Luxemburgo, Palmeiras mostra não ter entendido que o sarrafo subiu

Palmeiras / Twitter

Palmeiras / Twitter

Começar a semana negociando com Jorge Sampaoli e terminar acertando com Vanderlei Luxemburgo. Os últimos dias do Palmeiras são puro suco de futebol brasileiro – e motivo para que o torcedor comece 2020 com os dois pés atrás.

Vale acreditar que Luxemburgo, por um trabalho apenas suficiente no Vasco, tenha deixado para trás anos e anos de fracassos e decepções?

Luxa é daquele grupo de profissionais que não vê “nada de novo” no futebol das últimas décadas em relação ao jogo de sua época gloriosa. Para fazer o que fez no Vasco, montando um time defensivo e de contra-ataque, talvez não seja necessário um “algo mais”.

O Palmeiras parece acreditar que repetirá o que fez com Luiz Felipe Scolari, também contratado com muitas dúvidas de torcida e principalmente da imprensa. Ali, o título brasileiro veio.

Mas o sarrafo subiu. O Flamengo de Jorge Jesus, o Flamengo dos 90 pontos, estabeleceu um novo parâmetro. O Santos de Sampaoli, capaz de terminar à frente do Palmeiras na tabela, mostrou a diferença que pode fazer um profissional atualizado no comando.

Luxemburgo é uma opção pior do que seria a continuidade de Mano Menezes, que já se desenhava um caminho ruim.

Você ainda acredita nele?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários